Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/16084
Title: Role of climate on barn owls road-kill likelihood and the effect on population viability in future climate change
Other Titles: Papel do clima nos atropelamentos de corujas-das-torres e a sua viabilidade populacional no contexto de alterações climáticas
Author: Carvalho, Catarina Silva
Advisor: Fonseca, Carlos Manuel Martins Santos
Grilo, Clara
Keywords: Ecologia
Aves de rapina
Corujas - Mortalidade
Alterações climáticas
Tráfego rodoviário
Defense Date: 8-Jan-2016
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Roads represent a new source of mortality due to animal-vehicle risk of collision threatening log-term populations’ viability. Risk of road-kill depends on species sensitivity to roads and their specific life-history traits. The risk of road mortality for each species depends on the characteristics of roads and bioecological characteristics of the species. In this study we intend to know the importance of climatic parameters (temperature and precipitation) together with traffic and life history traits and understand the role of drought in barn owl population viability, also affected by road mortality in three scenarios: high mobility, high population density and the combination of previous scenarios (mixed) (Manuscript). For the first objective we correlated the several parameters (climate, traffic and life history traits). We used the most correlated variables to build a predictive mixed model (GLMM) the influence of the same. Using a population model we evaluated barn owl population viability in all three scenarios. Model revealed precipitation, traffic and dispersal have negative relationship with road-kills, although the relationship was not significant. Scenarios showed different results, high mobility scenario showed greater population depletion, more fluctuations over time and greater risk of extinction. High population density scenario showed a more stable population with lower risk of extinction and mixed scenario showed similar results as first scenario. Climate seems to play an indirect role on barn owl road-kills, it may influence prey availability which influences barn owl reproductive success and activity. Also, high mobility scenario showed a greater negative impact on viability of populations which may affect their ability and resilience to other stochastic events. Future research should take in account climate and how it may influence species life cycles and activity periods for a more complete approach of road-kills. Also it is important to make the best mitigation decisions which might include improving prey quality habitat.
As estradas representam uma nova fonte de mortalidade para vida selvagem devido ao risco de colisão com veículos apresentando mais uma ameaça à viabilidade das suas populações. O risco de atropelamento de cada espécie depende das características das estradas e das características bio-ecológicas da espécie. Neste estudo pretendemos conhecer a importância dos parâmetros climáticos (temperatura e precipitação) em conjunto com tráfego e os períodos do ciclo de vida da espécie e perceber o papel da seca na viabilidade populacional de coruja-das-torres afetadas por mortalidade nas estradas em três cenários: mobilidade elevada, elevada densidade populacional e a combinação dos cenários anteriores (misto) (Manuscrito). Para o primeiro objetivo correlacionaram-se os vários parâmetros (clima, tráfego e períodos do ciclo de vida). Usaram-se as variáveis mais correlacionadas para construir um modelo misto preditivo (GLMM) da influência dos mesmos. Através de um modelo populacional avaliou-se a viabilidade populacional nos três cenários. O modelo revelou que a precipitação, tráfego e dispersão têm uma relação negativa com os atropelamentos, embora esta não seja significativa. Os resultados foram diferentes, o cenário de mobilidade elevada resultou numa maior diminuição da população e em maiores flutuações ao longo do tempo apresentando um maior risco de extinção do que os restantes cenários. O cenário de elevada densidade populacional resultou numa maior estabilidade das populações com menor risco de extinção e o cenário misto apresentou resultados semelhantes ao cenário de elevada mobilidade. A precipitação parece apresentar um papel mais indireto na influência dos atropelamentos, influenciando a presença de presas a qual pode determinar o sucesso reprodutivo e a atividade desta espécie. A menor densidade populacional representa um maior risco para a viabilidade populacional e resiliência a outros eventos estocásticos. Estudos futuros deverão ter em conta o clima e o modo como este influencia os períodos de atividade das espécies e a incidência de atropelamentos de modo a tomar as medidas de mitigação mais adequadas que poderão passar pelo melhoramento da qualidade do habitat das presas.
Description: Mestrado em Ecologia Aplicada
URI: http://hdl.handle.net/10773/16084
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdfTese1.61 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.