Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/16072
Title: Optimization of heterotrophic feeding of the soft coral Sarcophyton cf. glaucum
Other Titles: Otimização da alimentação heterotrófica do coral mole Sarcophyton cf. glaucum
Author: Ribeiro, Filipa Fonseca
Advisor: Rocha, Rui Jorge Miranda
Calado, Jorge
Keywords: Ecologia
Nutrição animal
Corais
Microalgas - Nutrição
Defense Date: 2015
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Heterotrophic feeding has an important role in the processes of growth and reproduction of mixotrophic corals. The soft coral Sarcophyton cf. glaucum is a good candidate for aquaculture due to its economic interest for the marine aquarium trade and for the bioprospection of marine natural products. The lack of information on heterotrophic feeding of this species with preserved microalgae conducted to development of this work. The present study aimed to evaluate the effect of the conservation processes of microalgae in its suitability as heterotrophic feeding for the mixotrophic coral S. cf. glaucum. Additionally, we aimed to identify the most suitable freeze-dried microalgae species and cell density to be employed in the culture of this mixotrophic coral species. Two experiments were performed: in the first experiment the microalgae Nannochloropsis oculata was supplied to coral fragments in three different preservation forms (live paste, frozen and freeze-dried) at the concentration of 106 cell mL-1; in the second experiment three different microalgae species (Nannochloropsis oculata, Isochrysis galbana and Phaeodactylum tricornutum) were tested in two different amounts: 7.33 mg L-1 (corresponding to the concentration of 106 cell mL-1 of Nannochloropsis oculata) and 3.66 mg L-1. Growth rate, survival, organic weight and photobiology of coral fragments, as well as water quality in culture tanks, were evaluated in both experiments. Preserved forms of microalgae did not demonstrated differences in growth rate, organic weight and survival rate of coral fragments, but affected water quality. Freeze-dried microalgae seems to be a good feed supply for coral aquaculture, as it has the best results and it has the higher shell-life time and the lower associated costs. Between the species evaluated in second experiment, Isochrysis galbana promoted higher specific growth rate and higher percentage of organic weight in the coral fragments; additionally the culture tanks supplied with this microalgae species also presented a better water quality in the end of the experiment.
A alimentação heterotrófica desempenha um papel importante nos processos de crescimento e reprodução dos corais mixotróficos. O coral mole Sarcophyton cf. glaucum é uma espécie com potencial para a aquacultura, devido ao seu interesse económico no comércio de organismos ornamentais e na bioprospecção de produtos naturais marinhos. A insuficiente informação sobre a alimentação heterotrófica desta espécie conduziu ao desenvolvimento deste estudo, que teve como objetivo avaliar o efeito dos processos de conservação de microalgas na sua adequabilidade como alimento heterotrófico para o coral mixotrófico S. cf. glaucum. Adicionalmente, pretendeu-se identificar qual a espécie de microalga mais adequada, assim como a quantidade mais apropriada a aplicar no cultivo desta espécie. Realizaram-se duas experiências: na primeira experiência, a microalga Nannochloropsis oculata foi fornecida como alimento a fragmentos de coral em três formas de preservação distintas (pasta de alga viva, alga congelada e alga liofilizada) na dosagem de 106 cell mL-1; na segunda experiência, foram testadas três espécies de microalga liofilizada (Nannochloropsis oculata, Isochrysis galbana e Phaeodactylum tricornutum) em duas dosagens diferentes: 7.33 mg L-1 (correspondente à concentração de 106 cell mL-1 de N. oculata) e 3.66 mg L-1. Em ambas as experiências foram avaliados os seguintes parâmetros: taxa de crescimento dos fragmentos de coral, sobrevivência, peso orgânico, fotobiologia e qualidade da água. Os resultados não mostraram diferenças na taxa de crescimento e peso orgânico, entre os fragmentos de coral alimentados com as três formas de preservação de microalga, no entanto, foram observadas diferenças na qualidade da água. A microalga liofilizada evidencia ser uma boa alternativa como alimento heterotrófico para a aquacultura de corais, uma vez que apresenta os melhores resultados nos parâmetros analisados, tem um tempo de prateleira maior e poucos custos associados ao seu armazenamento. Entre as espécies avaliadas na segunda experiência, a microalga I. galbana foi a que promoveu uma taxa de crescimento mais elevada e uma maior percentagem de peso orgânico nos fragmentos de coral. Adicionalmente, os tanques em que se forneceu I. galbana como alimento heterotrófico apresentaram um maior equilíbrio na qualidade de água de cultivo.
Description: Mestrado em Ecologia Aplicada
URI: http://hdl.handle.net/10773/16072
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdfTese1.23 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.