Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/15870
Title: A acupunctura como forma de controlo da ansiedade na performance e de resolução de patologias músculo-esqueléticas em músicos
Author: Pires, Mafalda Vilan Pereira
Advisor: Lourenço, António José Vassalo Neves
Cabrita, António Manuel Silvério
Keywords: Ensino de música
Acupunctura - Músicos
Medicina alternativa - Músicos
Ansiedade - Músicos
Sistema músculo-esquelético - Doenças profissionais
Patologia - Músicos
Defense Date: 2015
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: As patologias músculo-esqueléticas apresentam um interesse particular nos tempos atuais, visto terem origem em atividades viciosas, nos movimentos repetitivos, no sedentarismo e na hipertonia muscular relacionada com o stresse no contexto profissional ou pessoal, que é tão comum nos músicos. Por outro lado, a performance musical requer alto nível de habilidade em diversos parâmetros, como coordenação motora, atenção e memória o que a torna numa atividade particularmente suscetível não só às patologias músculo-esqueléticas como também à ansiedade. É aqui que se introduz a acupunctura. É cada vez mais recorrente a procura das terapias complementares e/ou alternativas por parte dos músicos, em contraposição aos métodos utilizados pela medicina convencional. Dos diversos métodos da Medicina Tradicional Chinesa, a acupunctura, encontra-se, talvez entre o mais procurado. A acupunctura pode ser definida como um técnica terapêutica que tem como método predominante a introdução de agulhas na periferia do corpo humano. O efeito das agulhas será o de provocar alterações no sistema energético do paciente que resultarão em mudanças benéficas que ocorrem a nível físico. O que me traz à discussão do tema, para além da problemática das patologias músculo-esqueléticas nos músicos é o crescente número de músicos com problemas de ansiedade e a contribuição desta medicina como alternativa de tratamento.
Muscle-skeletal pathologies reveal a particular interest in our days, since they are caused by overly-repetitious activities, repetitive movements, sedentarism and muscular hipertonia related to stress in the work or personal contexts, something that is very common amongst musicians. One the other hand, musical performance requires a high level of ability in several parameters, such as motor coordination, attention, memory and repetitive movements, which turns it into an activity particularly susceptible to muscle-skeletal pathologies and anxiety (Kenny and Osborne 2006). It is precisely in that space that acupuncture is introduced. Musicians tend to look for complementary and/or alternative therapies more and more, as opposed to methods utilised by conventional medicine. The several methods of Chinese medicine (especially acupuncture, Chi Kung exercises and plant-based medication) are some of the most used. Acupuncture and be defined as a therapeutical technique that has the insertion of needles in the periphery of the human body as its predominant method. The effect of the needles originates alterations in the energetic system of the patient, which will result in beneficial physical change. What brings me to discussing this matter (besides the problematics of muscle-skeletal pathologies in musicians) is the growing number of these professionals with anxiety problems and the contribution of this type of medicine as an alternative way of treating, since it does envolve the nervous system of the patient
Description: Mestrado em Ensino de Música
URI: http://hdl.handle.net/10773/15870
Appears in Collections:DeCA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado



FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.