Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/15688
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorTomaz, Carlota Fernandespt
dc.contributor.advisorSantos, Paula Ângela Coelho Henriques dospt
dc.contributor.authorMartins, Maria Catarina Canhotopt
dc.date.accessioned2016-06-08T17:17:21Z-
dc.date.available2016-06-08T17:17:21Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10773/15688-
dc.descriptionDoutoramento em Didática e Formação - Supervisãopt
dc.description.abstractEste trabalho, desenvolvido por uma professora de educação especial no contexto onde exerce funções, resultou da vontade de aprofundar o conhecimento sobre as dinâmicas de trabalho entre os professores do Ensino Regular e entre estes e o professor de Educação Especial. Desta forma elaborámos um projeto de investigação com o propósito de aprofundar o conhecimento sobre estas dinâmicas, no âmbito de uma oficina de formação, dinamizada pela investigadora, realizada no contexto de trabalho dos participantes. Neste âmbito, foi proporcionado um conjunto de experiências vivenciadas em conjunto, procurando contribuir para novas perspetivas teóricas sobre o conhecimento, bem como o envolvimento dos participantes em situações empíricas que lhes permitissem aplicar esses conhecimentos na resolução de problemas concretos emergentes no seu contexto de trabalho. A estratégia formativa baseou-se na colaboração como factor de desenvolvimento e de aprendizagem, surgindo como relevante e necessário o envolvimento dos formandos em processos de investigação da própria prática. A formação, na modalidade de Oficina, foi promovida através do Centro de Formação da Instituição onde a escola, um estabelecimento de ensino particular e cooperativo, se integra. Neste âmbito foi acreditada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua e envolveu dezasseis professores do 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico. A formação desenvolveuse em duas fases - a primeira fase, constituída por 4 sessões, teve lugar entre maio e julho de 2011, e a segunda fase, igualmente constituída por 4 sessões, teve lugar de setembro a novembro de 2011, num total de 25 horas presenciais e 25 horas não presenciais. Trata-se de um estudo com uma dupla intencionalidade – formativa e investigativa – no qual se procura compreender (i) a relação entre as estratégias de formação e supervisão promovidas pela professora de educação especial e o desenvolvimento de dinâmicas de trabalho colaborativo entre os participantes (ii) e o impacto dessas dinâmicas no desenvolvimento profissional e nas suas práticas, tendo em vista a promoção de uma educação inclusiva. Configura-se como estudo de caso, na variante de multicaso apresentando, ainda, algumas características de investigação-ação. No âmbito deste estudo, utilizámos um conjunto diverso e complementar de procedimentos investigativos, nomeadamente, o inquérito por questionário aplicado a todos os participantes no início e no fim da oficina de formação; o inquérito por questionário de avaliação das sessões, tendo por base os objetivos do estudo; a entrevista semi-estruturada, realizada a quatro docentes do 1º CEB que constituem os subcasos e o portfolio reflexivo individual dos mesmos, os quais se constituem como estratégia de formação e de investigação. Recorreu-se, ainda, como fontes de informação secundária, ao Teaching portfolio do investigador, às videogravações das sessões de formação, aos registos em vídeo de alguns episódios relativos à intervenção dos formandos em sala de aula e aos projetos de investigação-ação, bem como aos dados recolhidos na entrevista dirigida ao Diretor do estabelecimento de educação e ensino, depois de concluído o programa de formação. Os resultados da análise parecem evidenciar a existência de dinâmicas colaborativas e um clima de inter-ajuda que caraterizou a interação ocorrida na formação, em torno de casos concretos, os quais tiveram um impacto significativo sobre o pensamento e a prática dos participantes. Todo o processo desenvolvido parece ter dado lugar à partilha de saberes e à procura conjunta de soluções para os problemas, tendo contribuído para que os professores passassem a ser mais interventivos, evidenciando novas aprendizagens e uma maior consciencialização do conceito de educação para todos e do que esta implica. Os resultados parecem ainda revelar o desenvolvimento de uma parceria estratégica entre os professores do ensino regular e a professora de educação especial, a qual passou a ser aceite como uma pessoa que pode ajudar a encontrar soluções para os problemas que surgem na sala de aula, de forma a garantir a inclusão de todos os alunos e não apenas dos que têm necessidades educativas especiais.pt
dc.description.abstractThe present work, developed by a special education teacher in her working context, resulted from the will to extend knowledge on the working dynamics among regular teachers and Special Education teachers. Therefore we developed a research project in order to extend the understanding of these dynamics, as part of a training workshop. The research work was performed by the researcher and carried out in the working context of the participants. In this context several living experiences were provided in group, trying to contribute to new theoretical knowledge perspectives, as well as to bond the participants in empirical situations which allowed them to valid such knowledge by solving practical problems emerging from their working context. The training strategy was based on collaboration as a developing and learning factor, becoming relevant and necessary to involve teachers in the investigating processes of their own practice. This study was intended to understand (i) the relationship between training and management strategies endorsed by the training teacher (a special education teacher) and the development of a dynamic collaborative work among participants (ii) as well as the impact of such dynamics on professional development and its practices, in order to promote an inclusive education. The training, built up as a seminar, was promoted through the Training Centre of the Institution which the private school integrates. In this context it was qualified by the “Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua” (Scientific and Pedagogical Board of Continuing Education) and involved sixteen teachers of 1st, 2nd and 3rd cycles courses. The training was developed in two phases - the first phase was completed in 4 sessions and it took place between May and July 2011. The second phase, accomplished also in 4 sessions, took place from September to November 2011, in a total of 25 classroom hours and 25 non classroom hours. This study has a double purpose - formative and analytical, configured as a case study, a multi-case study, with some action research characteristics. Within this study, we used a different but complementary set of investigative procedures, including a survey questionnaire completed by all participants at the beginning and end of the training seminar; a survey questionnaire evaluating the sessions, based on the study aims; a semi-structured interview, carried out by four teachers of the 1st Cycle, who are the subcases, and the individual reflective portfolio, which stand for a training and research strategy. As secondary information sources we used the investigator Teaching portfolio, video recordings of the training sessions, video recordings of the teachers’ interventions in the classroom and action research projects, as well as to collected data from an interview addressed to the private school principal after completing the training program. The analysis of the results seems to point out to the existence of collaborative dynamics as well as a helping background. It also best describes the interaction occurred during the training, around concrete cases, which had a significant impact on the way of thinking and practice of the participants. The complete process seems to have given way to share knowledge, and to together find out solutions to problems. It contributed to the teachers to become more dynamic, highlighting new learning and increasing awareness on the education concept and all that it implies. The results seem to reveal even the development of a strategic partnership between regular teachers and the special education teacher, who turned to be accepted as a person who can help finding solutions to classroom problems, to ensure the inclusion of all students, and not just those who have special educational needs.pt
dc.language.isoporpt
dc.publisherUniversidade de Aveiropt
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectDidáticapt
dc.subjectEscola inclusivapt
dc.subjectFormação de professorespt
dc.subjectEducação especialpt
dc.subjectEstratégias de aprendizagempt
dc.subjectSupervisão de professorespt
dc.subjectDesenvolvimento profissionalpt
dc.subject.otherEducação inclusivapt
dc.subject.otherColaboraçãopt
dc.subject.otherSupervisão pedagógicapt
dc.subject.otherDesenvolvimento profissionalpt
dc.titleSupervisão colaborativa para uma educação inclusiva : um estudo com professores do ensino regularpt
dc.typedoctoralThesispt
thesis.degree.leveldoutoramentopt
thesis.degree.grantorUniversidade de Aveiropt
dc.identifier.tid101420617-
Appears in Collections:UA - Dissertações de mestrado
DEP - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Catarina Martins_Tese Doutoramento.pdf4.37 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.