Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/15615
Title: A alexitimia na categorização de emoções em expressões faciais dinâmicas
Author: Silva, Sílvia Sousa Matias da
Advisor: Soares, Sandra Cristina de Oliveira
Keywords: Psicologia forense
Psicologia da saúde
Expressão facial
Alexitimia
Emoções
Desenvolvimento emocional
Defense Date: 2015
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: A alexitimia é o termo usado para caracterizar as pessoas com défices no processamento, na compreensão e na descrição de emoções. Definida também como um traço de personalidade multifatorial, a alexitimia tem uma prevalência de 10% na população em geral e está associada a uma menor qualidade de vida. Apesar de este estudo incidir-se numa população saudável, a alexitimia está frequentemente associada a patologias físicas e perturbações mentais. O objetivo deste estudo consistiu em verificar a influência da alexitimia na categorização das expressões faciais emocionais, numa tarefa de apresentação de faces dinâmicas. 87 participantes com diferentes índices de alexitimia completaram uma tarefa que consistia na apresentação de faces dinâmicas cujo o intuito era categorizar as expressões faciais de raiva, nojo e alegria. A precisão das respostas e os níveis de intensidade emocional foram manipulados. Os resultados indicaram que os indivíduos, no geral, identificaram mais precisamente e com menores níveis de intensidade emocional a expressão de alegria comparativamente com as expressões negativas (raiva e nojo). Verificou-se também diferenças significativas entre a alexitimia e as expressões faciais emocionais relativamente à precisão na categorização. Deste modo, foi possível verificar neste estudo, que indivíduos com altos níveis de alexitimia foram significativamente menos precisos na identificação da expressão facial de raiva comparativamente com indivíduos com baixos níveis de alexitimia.
The alexithymia is the term used to describe people with deficits in processing, understanding and description of emotions. Also defined as a multifactorial trait of personality, alexithymia has a prevalence of 10% in the general population and is associated with a lower quality of life. Although this study focused on a healthy population, alexithymia is often associated with physical disease and mental disorders. The aim of this study was to investigate the influence of alexithymia in the categorization of emotional facial expressions in a presentation dynamics faces task. 87 participants with different levels of alexithymia completed a task which consisted in presenting dynamic faces whose aim was to categorize facial expressions of anger, disgust and happy. The accuracy of responses and emotional intensity levels were manipulated. The results indicated that individuals, in general, identified more precisely and using fewer levels of emotional intensity the happy facial expression compared to the negative expressions (anger and disgust). There was also significant differences between alexitimia and emotional facial expressions regarding the accuracy of categorization. Thus, we found in this study that individuals with high levels of alexithymia were significantly less accurate in identifying the facial expression of anger as compared to subjects with low levels of alexithymia.
Description: Mestrado em Psicologia da Saúde e Reabilitação Neuropsicológica
URI: http://hdl.handle.net/10773/15615
Appears in Collections:DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A alexitimia na categorização de emoções em expressões faciais dinâmicas.pdf762.24 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.