Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/15553
Title: Monitorização das populações de ungulados da Tapada Nacional de Mafra
Author: Macedo, Ana Luísa Vasques de Carvalho e
Advisor: Fonseca, Carlos Manuel Martins Santos
Torres, Rita Maria Tinoco da Silva
Keywords: Ecologia
Ungulados - Mafra (Portugal)
Ecologia animal
Habitat
Defense Date: 2015
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Durante as últimas décadas tem-se verificado um declínio dramático da biodiversidade mundial, sobretudo devido a alterações climáticas e à pressão antropogénica; como tal a implementação e mecanismos de gestão com vista a garantir a sobrevivência de espécies é cada vez mais importante. Apesar de em Portugal nas últimas décadas as populações de alguns ungulados selvagens, como o veado e o javali terem aumentado torna-se necessário um acompanhamento contínuo das suas populações. O presente estudo foi desenvolvido na Tapada Nacional de Mafra com o intuito de colmatar a necessidade apresentada por esta entidade em implementar um método científico viável e uniforme ao longo dos anos para a monitorização dos ungulados aí presentes: Cervus elaphus, Dama dama e Sus scrofa. Esse trabalho teve como principais objetivos a estimativa de densidades das populações de veado, gamo e javali, da Tapada Nacional de Mafra; a estimativa de alguns parâmetros demográficos (e.g. estrutura populacional, rácio sexual, produtividade) e ainda a análise dos padrões de uso do habitat. Assim, entre novembro de 2013 e setembro de 2015 foi realizada a monitorização das populações de ungulados mencionadas anteriormente, com recurso a metodologias de observação direta; foram realizados percursos pedestres lineares com o uso da técnica complementar de amostragem de distâncias (Distance Sampling) para as populações de cervídeos, e métodos indiretos – observação de indícios de presença para o caso das populações de javali (FBII). Como resultado do trabalho efetuado, numa área aproximada de 833 hectares, foi estimada, numa primeira amostragem, a existência de: 45 veados (intervalo de confiança 95%: 23 -87 veados por km2), com um rácio sexual de 2,04:1; e de 141 gamos (intervalo de confiança 95%: 103 - 194 gamos por km2), com um rácio sexual de 1,14 machos por fêmea. Numa segunda amostragem a existência de 48 veados (intervalo de confiança 95%: 34 -69 veados por km2), com um rácio sexual de 1,86:1); e 287 gamos (intervalo de confiança 95%: 216 – 381 gamos por km2), com um rácio sexual idêntico ao da amostragem anterior. Relativamente ao uso do habitat, as áreas de sobral carvalhal foram as mais utilizadas no outono, invertendo-se essa tendência no inverno e primavera sendo utilizadas, preferencialmente, as zonas de mato. Os dados recolhidos sobre a população de javali demonstram densidades muito elevadas, superiores a 10,6 – 29,6 javalis/km2. Através da realização deste estudo foi possível verificar que na área considerada existe uma densidade elevada de gamos que afeta a população de veados, uma vez que competem não só pelo espaço, mas principalmente pelo alimento. Como tal, devem ser tomadas medidas no sentido de proteger esta última, tanto através do controlo da população de gamos como através da implementação de medidas que favoreçam esta espécie. No que concerne à população de javali, verificou-se que esta população está muito acima do expectável.
Over recent decades world biodiversity observed a significant decline, mainly due to climatic changes and anthropogenic pressure; hence implementation of management mechanisms to ensure the survival of species is increasingly important. Though in Portugal wild ungulates populations, like red deer and wild boar, has increased in the last decades, continuous monitoring is needed. This study was developed at Tapada Nacional de Mafra (TNM) in order to address the needs to implement a viable and uniform scientific monitoring of its wild ungulates: Cervus elaphus, Dama dama and Sus scrofa. The main objectives were to estimate densities of red deer, fallow deer and wild boar, to estimate demographic parameters (e. g. population structure, sex ratio and productivity) and to perform an analysis on habitat “usage” patterns. Thus, from November 2013 to September 2015, the monitoring of the wild ungulates populations aforementioned was carried out, using direct and indirect observation methodologies. For cervids, linear transects was performed and complemented by a distance sampling approach. For wild boar, the observation of presence evidences was made (FBII). In the 833 ha of TNM, for the period between November 2013 and June 2014, the results reveals the existence of 45 red deers (95% IC, 23 – 87) with a sex ratio of 2,04:1 and 141 fallow deers (95% IC, 103 - 194) with a sex ratio of 1,14:1. From September 2014 to September 2015, the results show the existence of 48 red deers (95% IC, 34 – 69) with a sex ratio of 1,86:1 and 287 fallow deers (95% IC, 216-381) with a sex ratio of 1,14:1. In the habitat use, oak forests were the most used in fall, in contrast to winter and spring, with shrublands being preferred. Data from wild boar shows very high densities, above 10,6 and 29,6 wild boars/km2. This study revealed a high density of fallow deer that may be affecting red deer population, shown by the great competition for space and food. . Therefore, management actions should be taken to protect red deer, like fallow deer population control. In the case of wild boar, its densities are very high.
Description: Mestrado em Ecologia Aplicada
URI: http://hdl.handle.net/10773/15553
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf2.19 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.