Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/15485
Title: Trends in deep-water shark fisheries in the Azores
Other Titles: Tendências na pesca de tubarões de profundidade nos Açores
Author: Aguiar, Ana Raquel Batista
Advisor: Hilário, Ana
Morato, Telmo
Keywords: Biologia marinha
Ecossistemas marinhos - Águas profundas - Arquipélago dos Açores (Portugal)
Tubarões - Espécies ameaçadas
Pesca - Sustentabilidade
Defense Date: 5-Jan-2015
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Deep-sea resources have been increasingly exploited, and due to that, several ecosystems and species have been considerably affected. Deep-water sharks populations have been of the most disturbed by practices of unselected fisheries, bycatch and discard, mainly due to their low commercial value. Those practices make deep-water sharks very vulnerable to overfishing given their life-history traits, increasing their extinction risk. With the prohibition of the direct fishery, and implementation of quotas and TACs (Total Allowable Catches) regarding the deep-sea shark landings, the official landings have dramatically decreased after the 1990s. However, the IUU (Illegal, unreported and unregulated) catch has exponentially increased. With the analysis of catch per unit effort (CPUE), the depths, and the mean weight of the individuals over the years for each one of the nine most caught species in the Azores, we produced a descriptive analysis of the effect of fisheries in those species. The results show that some of these species have been suffering from a great fishing pressure, and their populations will be greatly affected in the near future if drastic measures are not taken when it comes to managing their long term sustainability.
Os recursos do mar profundo têm sido cada vez mais explorados, e devido a isso, vários ecossistemas e espécies têm sido gravemente afectados. As populações de tubarões de profundidade são das mais perturbadas, especialmente pelas práticas de pesca não seletivas, capturas acessórias e descarte, principalmente devido ao seu baixo valor comercial. Estas práticas tornam os tubarões de profundidade muito vulneráveis à sobrepesca dadas as suas características de história de vida, aumentando assim o seu risco de extinção . Com a proibição da pesca direta, e a implementação de quotas e TACs (Capturas Totais Admissíveis) na pesca de tubarões de profundidade, as capturas oficiais têm vindo a decrescer. No entanto, as capturas não reportadas têm vindo a aumentar exponencialmente. Com a análise da captura por unidade de esforço (CPUE), da profundidade, e do peso médio dos indivíduos ao longo dos anos de cada umas das 9 espécies de tubarões mais pescadas nos Açores, conseguimos fazer uma análise descritiva do efeito das pescas nestas espécies. Os resultados mostram que algumas destas espécies têm vindo a sofrer uma grande pressão por parte da pesca, e que as suas populações serão gravemente afetadas num futuro próximo se não forem tomadas medidas drásticas no que toca à gestão da sua sustentabilidade a longo prazo.
Description: Mestrado em Biologia Marinha
URI: http://hdl.handle.net/10773/15485
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdftese2.34 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.