Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/15448
Title: Isometrias: uma abordagem interdisciplinar no 8º ano de escolaridade
Author: Amaral, Maria Elisabete Gomes de Oliveira
Advisor: Cabrita, Isabel
Keywords: Didática
Desenvolvimento da criatividade
Isometria
Ensino da matemática
Interdisciplinaridade
Gestão curricular
Geometria - Ensino
Defense Date: 2015
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: A sociedade atual requer indivíduos preparados para apresentar soluções inovadoras aos problemas encontrados nas mais variadas situações, sendo a criatividade considerada, na última década, uma competência essencial para o progresso. Neste contexto, emerge a necessidade da escola fomentar o seu desenvolvimento em qualquer área, e em particular, na Matemática. Por outro lado, não será alheio a este facto a promoção de um ensino, também ele, criativo. Tal ensino exige desde logo uma original, fluente e flexível gestão curricular envolvendo uma adequada seleção e ou (re) criação de tarefas relevantes, criteriosamente sequenciadas e autonomamente resolvidas pelos alunos, numa lógica de interdisciplinaridade e com recurso a tecnologia. No caso especifico das transformações geométricas isométricas, uma abordagem interdisciplinar reforçada com o recurso a ambientes de geometria dinâmica poderá constituir uma mais-valia nesse processo. Assim, desenvolveu-se este estudo, com o objetivo de avaliar o impacto de uma abordagem interdisciplinar, potenciada com o GeoGebra, no desenvolvimento de competências geométricas relacionadas com as isometrias, frisos e rosáceas, e em simultâneo, no desenvolvimento da criatividade e representações da mesma, de alunos do oitavo ano de escolaridade. Para isso desenvolveu-se um estudo de caso, centrado em três pares de alunos, que resolveram um conjunto de tarefas de natureza exploratória, com recurso ao GeoGebra e envolvendo a disciplina de Educação Visual. A análise dos dados recolhidos foi, essencialmente, de natureza qualitativa, tendo sido a observação, a inquirição e a análise documental,as principais técnicas de recolha de dados. A análise de conteúdo a que foram submetidos os dados, permitiu concluir que a implementação de uma abordagem interdisciplinar, centrada numa sequência de tarefas e aliada ao GeoGebra, potenciou a apropriação dos conhecimentos geométricos em causa e a sua aplicação. Contribuiu, também, para o desenvolvimento de atitudes favoráveis em relação à matemática e à geometria em particular. Por outro lado, os dados sugerem que tal abordagem permite obter indícios do desenvolvimento da criatividade nos alunos e de alterações a algumas das suas representações.
Modern society requires a panel of trained individuals capable of presenting and sharing innovative solutions to problems encountered in different situations. In the last decade, creativity has been faced as an essential skill for progress. In this context, there is the need of improving school intervention in any area and, in particular, in mathematics. On the other hand, this fact is associated to the promotion of a creative learning. In the last decade, the world has coming to assist to a demand of creativity, because it is understood to be the best way to achieve progress and this is also applied in the area of education. Thus, not least is the action of promoting a creative education and training. Such system of education requires, first of all, a fluent, flexible and natural curriculum management, involving an appropriate selection and or re()creation of relevant tasks, sequenced accurately and solved autonomously by students, held with the aim of facilitating interdisciplinarity, by resorting to technology. In the specific case of isometric geometric transformations, an interdisciplinary approach enhanced with the use of dynamic geometry environments, can bring added value to this process. Thus, this study was carried out in order to evaluate the impact of a interdisciplinary approach, greatly backed up through GeoGebra, in the development of geometric skills, related to isometries, friezes and rosettes, as well as the development of creativity and the representations performed by students of the eighth grade. For this study, we developed a case study focused on three pairs of students who solved a set of exploratory tasks, using the GeoGebra and involving the course of Arts Education. An analysis of qualitative data was collected and the main data collection techniques, used during this process, were observation, inquiry and document analysis. On one hand, the content analysis, in which data were submitted, concluded that the implementation of an interdisciplinary approach to entry into a sequence of tasks and coupled with GeoGebra, potentiated the appropriation of geometric knowledge in question, as well as its application. Furthermore, it contributed to develop favourable attitudes toward mathematics and, particularly, in geometry. On the other hand, the data suggest that this approach allows to obtain indications about the development of creativity in students and changes to some of its representations.
Description: Mestrado em Didática - Matemática para Professores do 3º CEB/Secundário
URI: http://hdl.handle.net/10773/15448
Appears in Collections:DE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdfTese8.22 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.