Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/15440
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Isabelpt
dc.contributor.authorSilva, Filipa Isabel Correia Dias dapt
dc.date.accessioned2016-04-13T11:35:38Z-
dc.date.available2016-04-13T11:35:38Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10773/15440-
dc.descriptionMestrado em Psicologia da Saúde e Reabilitação Neuropsicológicapt
dc.description.abstractAo longo do tempo várias têm sido as investigações que se dedicam ao estudo da relação entre os diversos fatores de personalidade e a adaptação dos estudantes ao ensino superior (ES). Mais recentemente, têm surgidos estudos que indicam que a praxe desempenha um papel relevante na adaptação dos estudantes. No entanto, pelos desvios que a praxe pode tomar, esta relação poderá não ser necessariamente assim. Neste sentido, o presente trabalho tem como objetivo investigar a influência da personalidade e das vivências de praxe na adaptação ao ES. Como tal, foi aplicado um protocolo de instrumentos para avaliação das vivências de praxe, adaptação ao ES e personalidade, a 262 estudantes do 1º ano de vários 1ºs ciclos de estudos da Universidade de Aveiro. Os resultados apontam para a ocorrência de casos de violência psicológica e sexual no contexto das praxes académicas, bem como para diferenças entre estudantes praxados e estudantes não praxados nas várias vertentes da adaptação ao ES, nomeadamente, nas dimensões Interpessoal, Carreira e Institucional, sendo que os estudantes praxados reportam em geral melhores níveis de adaptação. Do mesmo modo, os diversos fatores de personalidade constituem-se como preditores diferentes para as várias vertentes da adaptação ao ES e a praxe é um preditor significativo da adaptação ao ES, para além da variância explicada pelos fatores de personalidade. Assim sendo, podemos concluir que efetivamente parecem ocorrer situações de violência na praxe, mas que, mesmo assim, a praxe desempenha um papel relevante na adaptação dos estudantes ao ES, para além dos fatores de personalidade. Tal permite avançar na compreensão das diversas variáveis que influenciam a adaptação dos estudantes do 1º ano e, com este conhecimento, poderá ser possível desenvolver futuras estratégias de intervenção que visem apoiar os estudantes no desenvolvimento de uma melhor adaptação a este novo ciclo de estudos.pt
dc.description.abstractOver the years there have been several researches whose aim is studying the relationship between the different factors of personality and the adaptation of students to higher education (HE). More recently, there have been studies which show that the hazing have an important role in the students’ adaptation. Nevertheless, due to the different ways that the hazing may take, this relationship may not be exactly as we suppose to. Therefore, the goal of this work is to investigate the influence of the personality and the way students live the hazing in their adaptation to HE. So, a protocol of tools to evaluate the way students live the hazing, how they adapt themselves to HE and their personality was applied to 262 students from the first year of several cycles of studies from the University of Aveiro. The results show that there were situations of psychological and sexual violence inside the hazing and there was also a difference between the students who were subjected to the hazing and those who weren’t subjected to it in the various aspects of adaptation to HE, namely in the Interpersonal, Career and Institutional dimensions. The freshmen who were subjected to the hazing have higher levels of adaptation. Similarly, the variety of personality factors represent the different predictors to the various aspects of adaptation to the HE and the hazing is a significant predictor of adaptation to the HE, apart from the variance which is explained by the personality factors. Therefore, we can conclude that in spite of the situations of violence in the hazing, it has an important role in the adaptation of students to the HE, besides the personality factors. This way, we can understand better the different aspects which influence the adaptation of the freshmen and, with this knowledge, it would be possible to develop future strategies of intervention whose aim is to support the students in the development of a better adaptation to this new cycle of studies.pt
dc.language.isoporpt
dc.publisherUniversidade de Aveiropt
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectDesenvolvimento da personalidadept
dc.subjectPsicologia da saúdept
dc.subjectComportamento anti-socialpt
dc.subjectViolência escolar - Ensino superiorpt
dc.subjectProblemas de comportamentopt
dc.subjectPraxes académicas - Ensino superiorpt
dc.subjectEstratégias de adaptação emocionalpt
dc.subject.otherensino superiorpt
dc.subject.otherAdaptaçãopt
dc.subject.otherPersonalidadept
dc.subject.otherPraxept
dc.subject.otherVitimaçãopt
dc.subject.otherBullyingpt
dc.titleInfluência da personalidade e das vivências de praxe na adaptação ao ensino superiorpt
dc.typemasterThesispt
thesis.degree.levelmestradopt
thesis.degree.grantorUniversidade de Aveiropt
dc.identifier.tid201574810-
Appears in Collections:DE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.