Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/15386
Title: Avaliação dos benefícios económicos e sociais dos espaços verdes/azuis perante as alterações urbanas na cidade de Lyon
Author: Grossi, David
Advisor: Roebeling, Peter Cornelis
Fidélis, Teresa
Keywords: Engenharia do ambiente
Planeamento urbano - Aspectos sociais
Espaços verdes - Lyon (França)
Defense Date: 2015
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: A reabilitação dos espaços urbanos com a introdução ou melhoramentos de equipamentos urbanos é um dos novos desafios da atualidade nas cidades Europeias. Grandes espectativas têm-se criado em volta da valorização dos aspetos físicos das cidades com projetos arrojados e inovadores, tendo como objetivos proporcionar aos seus habitantes uma melhoria na qualidade de vida, atrair novos residentes, renovar espaços devolutos e, ao mesmo tempo, atrair rendimentos para as autarquias através de contribuições. No entanto, assistimos a um processo silencioso e nefasto na reabilitação urbana pouco explícito: o processo de gentrificação – i.e. o processo que afasta os residentes locais através da chegada de novos residentes com maior pode económico. O processo de gentrificação deve ser considerado na elaboração dos estudos dos impactos produzidos na construção de novos equipamentos. No entanto, as abordagens económico-ambientais de planeamento urbano relativamente aos aspetos sociais são pouco desenvolvidas – principalmente relativamente aos processos de gentrificação. O objetivo global deste estudo é desenvolver uma metodologia que permita avaliar os impactos económicos e sociais de vários e/ou diferentes cenários de reabilitação urbana. Para tal é adaptado o modelo económico-espacial SULD (Sustainable Urbanizing Landscape Development; ver Roebeling et al., 2007b e Roebeling et al., 2014) e aplicado ao caso de estudo de La Confluence em Lyon (França). Os resultados para os projetos de reabilitação urbana em La Confluence demostram: i) Existe uma subida do valor imobiliário, ii) chegada de novos residentes e iii) afastamento dos residentes locais.
The rehabilitation of urban spaces with the introduction or improvement of urban infrastructures is one of the new challenges that European cities face today. High expectations have been created around the appreciation of the cities’ physical aspects with bold and innovative projects, with the objective of providing its inhabitants an improved quality of life, attracting new residents, renovating vacant spaces and at the same time attracting income for municipalities through contributions. We witnessed, however, a silent and ominous process in little explicit urban renewal: the process of gentrification – i.e. the process that removes local residents through the arrival of new residents with higher economic power. The gentrification process should be considered in the preparation of impact studies produced in the construction of new equipment. However, economic and environmental approaches to urban planning with regard to social aspects are underdeveloped - particularly in relation to gentrification processes. The overall objective of this study is to develop a methodology to assess the economic and social impact of various and/or different scenarios of urban regeneration. For this is adapted economic-spatial model SULD (Sustainable urbanizing Landscape Development; See Roebeling et al., 2007b and Roebeling et al., 2014) and applied to the case study of La Confluence in Lyon (France). The results for urban renewal projects in La Confluence demonstrate: i) There is a rise in real estate value, ii) the arrival of new residents and iii) removal of local residents.
Description: Mestrado em Engenharia do Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10773/15386
Appears in Collections:DAO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliação dos benefícios económicos e sociais dos espaços verdes.pdf2.7 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.