Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/12822
Title: Área de projecto de 12º ano de escolaridade: seu potencial educativo
Author: Carvalhinho, Cristina Maria Rosa
Advisor: Costa, Nilza
Keywords: Ciências da educação
Trabalho de projecto - Metodologia
Projectos educativos - Ensino secundário
Educação para a cidadania
Métodos pedagógicos
Defense Date: 2012
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: A reforma curricular do ensino secundário em Portugal, enquadrada pelo Decreto-Lei nº. 74/2004, de 26 de Março, com as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei nº. 24/2006, de 6 de Fevereiro, integra no desenho curricular dos cursos Científico- Humanísticos a Área de Projeto (AP). Esta área curricular não disciplinar, inscrita no plano de estudo dos referidos cursos, centra-se na realização de projectos concretos por parte dos alunos tendo em vista o desenvolvimento de uma visão integradora do saber, a promoção da sua orientação escolar e profissional e facilitar a sua aproximação ao mundo do trabalho (DGIDC, 2006, p.5). Diversos autores (Caamaño, 2005; Cachapuz et al., 2002; Pedrosa, 2001; Santos, 1999; Pérez, 1998; entre outros) apontam para a necessidade de a escola criar situações formativas que permitam aos alunos não só desenvolverem competências de pesquisa, selecção e organização de informação, mas também de estabelecerem relações entre os conhecimentos, de forma a adquirirem um saber integrado e a desenvolverem ainda competências de vivência numa sociedade que se rege por princípios de uma cidadania democrática e participativa. Sendo recente a implementação da Área de Projecto no ensino secundário, e face às actuais exigências sociais de criatividade e de inovação e à necessidade de intervir no futuro e de o conter dentro de limites previsíveis, partimos para este estudo com a seguinte questão: Qual o contributo da área curricular não disciplinar Área de Projecto do 12º ano - cursos de Ciências e Tecnologias - para o desenvolvimento de competências requeridas a um cidadão do século XXI? Perante esta questão, definimos como objectivos para a presente investigação: (a) estudar as potencialidades educativas da AP (12º ano) como contributo para o desenvolvimento de competências de cidadania; (b) estudar as potencialidades educativas da AP (12º ano) para a educação em e pelas ciências e (c) contribuir para o desenvolvimento do conhecimento didáctico sobre a relevância da AP no ensino secundário. Face aos objectivos definidos, delineámos uma metodologia de investigação qualitativa com características de estudo de caso, fazendo recurso de diversos instrumentos de recolha de dados (entrevista, questionário, observação directa, análise documental), e da análise de conteúdo como técnica principal de análise de dados. Os participantes privilegiados do estudo foram, para além da investigadora, alunos de uma turma do 12º ano e a respectiva professora de Área de Projecto. O estudo de caso consistiu no acompanhamento da concepção e do desenvolvimento da AP, numa turma de 12 alunos do 12º ano de escolaridade da cidade da Horta (Açores/Portugal), bem como na avaliação do seu impacto nos alunos da referida turma. Os resultados da investigação apontam, no caso concreto em estudo, para um elevado potencial educativo desta área curricular (traduzido por exemplo, ao nível de competências processuais e atitudinais), mas também para uma natureza excessivamente formal no desenvolvimento curricular de AP, incluindo a avaliação das aprendizagens dos alunos. Os resultados sugerem ainda a necessidade de se desenvolver uma didáctica especifica desta área curricular, que valorize as características de cada aluno e as especificidades do seu contexto, bem como as metodologias de trabalho a serem utilizadas, por forma a evitar que esta área curricular se transforme em mais uma disciplina do plano de estudos dos alunos. Vários caminhos de investigação futura emergem do estudo realizado. A título exemplificativo refira-se a necessidade de estudar como a formação de professores pode contribuir para o desenvolvimento profissional dos mesmos no âmbito da leccionação de AP e de outras similares.
The Curricular Reform of Secondary Education in Portugal, framed by the Law nº 74/2004, of 26th February, and with the changes introduced by the Decree-Law nº 24/2006, of 6th February, integrates a “Project Curricular Unit” (PCU) in the Scientific-Humanistic Courses. This non-disciplinary unit, included in the curricular design of the referred above courses, is focused on the design and implementation of concrete projects by the students, in order to develop a knowledge integrated perspective, to promote students’ educational and vocational guidance and to facilitate their approach to the work market (DGIDC, 2006) Several authors (Caamaño, 2005; Cachapuz et al., 2002; Pedrosa, 2001; Santos, 1999; Pérez, 1998, among others) refer the need that schools have to create formative situations so that students develop not only search, selection and organization of information competences but also others. As the establishment of relations among different kinds of knowledge in order that student acquire a knowledge integrated vision and also the development of competences that enable them to live in a society framed by principles of democratic and participatory citizenship. Given the recent implementation of the PCU at the secondary school level, and facing both the current social demands for creativity and innovation and the need to act in the future and to contain it within the limits of predictability, this study elected the following research question: What is the contribution of the non-disciplinary PCU in the 12th grade - Scientific-Humanistic Courses – to the development of competences required to a XXI century citizen? Considering the above question, the following aims have been defined for our research: (a) to study the educational potentialities of the PCU (12th grade) for the development of citizenship competences; (b) to study the educational potentialities of the PCU (12th grade) in and through science; (c) to contribute to the development of didactic knowledge in what concerns the relevance of PCU in secondary education. Given the objectives defined above we follow a qualitative research methodology with a case study design, using different techniques and instruments to collect data (interview, questionnaire, direct observation, documental analysis) and content analysis as the main technique of data analysis. The participants of the study were, besides the researcher, students of a 12th grade class and their teacher of PCU. The case study consisted in the follow up of the conception and implementation of the PCU, in a class of 12 students of 12th grade in the City of Horta (Azores/Portugal), as well as in the evaluation of its impact on the students of the class studied. The results of the research show, for the concrete case studied, a considerable educational potential of PCU (for example, at the level of procedural and attitudinal competencies development), but also an excessive formal nature in the curricular development of PCU, in particular with respect to students’ assessment. The results also suggest the need to develop a specific methodology for this curricular unit, which value each student’s profile and the specificities of his/er context, as well as the methodologies to be used, in order not to transform this curricular unit in one more unit of the study plan of the students. Several research projects emerge from this study. For example, to study how teacher’s formation can contribute to professional development for the teaching of CPU and/or similar curricular units.
Description: Doutoramento em Educação
URI: http://hdl.handle.net/10773/12822
Appears in Collections:UA - Teses de doutoramento
DEP - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdftese5.9 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.