Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/12821
Title: Alterações na estrutura de financiamento empresarial: consequências
Author: Cardoso, João Tiago Sarabando
Advisor: Madaleno, Mara Teresa da Silva
Keywords: Gestão
Financiamento das empresas
Pequenas e médias empresas
Defense Date: 2013
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Nos últimos anos verificamos na literatura existente uma preocupação crescente com as pequenas e médias empresas (PME’s) e o contributo das mesmas para as economias nacionais. Este trabalho procura acrescentar novos resultados e conclusões sobre a temática da estrutura de capital das PME’s. Para o efeito, utilizou-se uma amostra de 812 PME’s portuguesas, que posteriormente foi estratificada entre empresas do sector secundário (415) e do sector terciário (373) e aplicou-se a metodologia das regressões multivariadas em painel no período de 2006 a 2009. Os resultados empíricos obtidos parecem indiciar que existe um elevado grau de endividamento total destas empresas, bem como identificam o endividamento de curto prazo como sendo o mais utilizado. Conclui-se que as variáveis determinantes do endividamento total são o risco, a dimensão, a composição do ativo, a rendibilidade e o crescimento, que todavia se alteram quando olhamos para a influência destas variáveis no endividamento de curto prazo e no de médio e longo prazo, bem como quando se analisa a amostra sectorial. Os resultados empíricos obtidos também parecem indiciar a aplicação das teorias pecking order e trade-off.
In recent years we find in literature a growing concern with small and medium enterprises (SMEs) and with their contribution to national economies. This paper seeks to add new findings and conclusions on the issue of capital structure of SMEs. In order to do this, we used a sample of 812 Portuguese SMEs, which later was divided between companies of the secondary sector (415) and tertiary sector (373) and applied the methodology of multivariate regressions in panel between 2006 and 2009. The empirical results seem to indicate that there is a high level of total indebtedness of these companies and that the short-term debt is being the most commonly used. We conclude that the variables that are determinants of total debt are risk, size, composition of assets, profitability and growth, which, however, change when we look at the influence of these variables on short-term debt and medium and long-term and when analyzing the sample sector. Empirical Results seem to indicate the application of the theories pecking order and trade-off.
Description: Mestrado em Gestão
URI: http://hdl.handle.net/10773/12821
Appears in Collections:DEGEIT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdftese1.26 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.