Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/12007
Title: Sistemas de controlo estatístico da qualidade
Author: Oliveira, Guilherme Louro
Advisor: Alvarelhão, José Joaquim Marques
Keywords: Gerontologia - Teses de mestrado
Lares de idosos
Deficientes físicos
Controlo estatístico
Defense Date: 2013
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Enquadramento: Com o envelhecimento da população sem sinais claros de redução na incapacidade da população idosa, com a diminuição da coesão familiar e aumento da participação da mulher no mercado de trabalho, a possibilidade de cuidados de longa duração através de cuidadores informais diminui. Isto não se verifica apenas na população idosa mas também na população mais jovem com incapacidades. Torna-se evidente a necessidade de preparar os serviços de cuidados de longa duração. Na realidade europeia, isso implica uma preparação dos lares e estruturas residenciais que são os que mais se aproximam das chamadas nursing homes. Esta preparação passa pela promoção de serviços eficientes e com qualidade. Avulta-se então a necessidade de criar medidas adequadas de previsão da utilização de recursos nas instituições, assim como de meios para analisar a qualidade da prestação de serviços. Objetivos: O estudo teve como objetivo principal a aquisição de competências de implementação de sistemas de controlo da qualidade nos cuidados de longa duração. Como objetivos específicos, propôs-se a: identificar e comparar as características da população das estruturas residenciais e dos lares residenciais; analisar a distribuição dos clientes de acordo com uma previsão da utilização de recursos através da implementação do sistema RUG; comparar o custo da prestação de serviços das instituições através do cálculo do índice de case-mix; desenvolver dados estatísticos para fundamentar a gestão da qualidade através da seleção, aplicação e análise de indicadores da qualidade. Métodos: Foi analisada a população de três instituições sob gestão da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (duas estruturas residenciais para pessoas idosas e um lar residencial para pessoas com deficiência), envolvendo uma recolha de dados com recurso ao Minimum Data Set 3.0, seguida do cálculo do algoritmo do sistema RUG-III, versão 5,2, modelo de 34 grupos e cálculo dos ICM dos seus grupos e de uma análise de dez indicadores do manual ‗Measuring Progress: Indicators for Care Homes‘ do projeto ‗Quality Management by result-oriented indicators – towards benchmarking in residential care for older people‘. Resultados: As estruturas residenciais demonstraram maiores ICM e tempo ajustado de enfermagem, assim como maiores percentagens nos indicadores da qualidade. A distribuição dos RUG calculada para estas respostas sociais centrou-se em categorias com um menor custo expectável do que o lar residencial no entanto, apresenta ICM superior ao referencial internacional e ao lar residencial. Estes dados sugerem uma sub-contratação de profissionais de enfermagem, reabilitação e pessoal auxiliar nas estruturas residenciais, e a necessidade de alongar o tempo dos profissionais de medicina no lar residencial. As instituições apresentaram indícios de uma comparticipação inferior ao custo real dos clientes e reportaram ainda a necessidade de um sistema de comparticipação que englobe mais fatores diferenciadores de custo. Implicações: Este estágio identificou uma necessidade de mais profissionais nas estruturas residenciais e da alocação de profissionais de saúde no lar residencial. É também sugerido que o sistema de contribuição português aparenta uma necessidade de adaptação ao custo real dos clientes, indicando-se o RAI/RUG como um sistema capaz de o fundamentar. O uso de indicadores da qualidade como fonte de informação para a tomada de decisão demonstrou-se pertinente quando combinado com o sistema de case-mix, sendo realçada a sua importância enquanto ferramenta de medição da qualidade. Devido às especificações da gestão destas instituições e à necessidade de globalizar o cuidado através da gestão de casos, sugeriu-se a contratação de profissionais de Gerontologia.
Background: as aging population increases with no clear signs of diminishing their disabilities, together with the loss of familiar cohesion and women's progressive labor market enrolment, the possibility of informal caregiving diminishes. This reality not only affects the elderly, but also the younger population with disabilities. The need to prepare a long term care service strategy to face these changes becomes evident. In Europe, this implies preparing the estruturas e lares residenciais, institutions that best fit the nursing homes concept. These preparations comprehend the promotion of efficient and quality services. Thus, the need arises to create adequate measures to predict the resources allocation in institutions, as well as the means to analyze the quality of the care services delivered. Aim: the main aim of this research work was to acquire competences to implement systems of quality control in long term care. The specific aims were: to identify and compare the characteristics of the population in residential structures and in residential homes; to analyze the distribution of this population, according to a predictable use of resources through the implementation of the RUG system; to compare the cost of the services offered by the institutions through the case-mix index calculation; to develop statistic data to support a management of quality through the selection, application and analysis of quality indicators. Methods: the sample encompassed three long term care institutions (two for the elderly population and one for the population with disabilities) under Santa Casa da Misericórdia de Lisboa‟s management. The data collection used the Minimum Data Set 3.0, the system RUG-III, 5.20 version of 34 groups and the CMI calculation accompanied by the use of ten quality indicators (process and outcomes) from the manual „Measuring Progress: Indicators for Care Homes‟ from the European Union project „Quality Management by result-oriented indicators – towards benchmarking in residential care for older people‟. Results: the residential structures for older people revealed higher ICM and adequate nursing time, as well as higher percentages in the quality indicators. The RUG distribution, calculated for these social responses, was centered in categories with an expected lower cost than the home residential, nevertheless it reveals a higher ICM, superior to the international referential and to the residential homes. This data suggests under contracting nursing professionals, rehabilitation and aiding professionals in the residential structures, and the need to lengthen the time of medical assistance in residential homes. The contribution given to the institutions was found to be less than the real cost of their users, claiming also that a system with more cost differentiated detailed information is needed. Implications: this work identified the need to hire more professional staff for the nursing homes for the elderly and health care professionals for the nursing homes for the disability. There is also suggested that there is a need to adjust the national contribution system to the real cost of the residents, indicating the RUG/CMI system as a potential instrument in this adjustment. Use of quality assessment indicators as a decision maker information source has been shown to be pertinent whilst combined with the case-mix system. Due to the specifications of these institutions management and the need to globalize the care through case management, the hire of a gerontology professional is also suggested.
Description: Mestrado em Gerontologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/12007
Appears in Collections:CS - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
8160.pdf935.34 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.