Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/12001
Title: Monitorização da massa de águas subterrâneas Cretácico de aveiro
Author: Amaral, Joana Pereira
Advisor: Melo, Maria Teresa Condesso de
Silva, Manuel Augusto Marques da
Keywords: Engenharia geológica
Águas subterrâneas - Aveiro (Portugal)
Qualidade da água - Monitorização
Defense Date: 2013
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Do ponto de vista hidrogeológico, a região de Aveiro caracteriza-se por possuir dois grandes sistemas aquíferos: o sistema aquífero Quaternário de Aveiro e o sistema multiaquífero Cretácico de Aveiro. Até à década de 60, o sistema aquífero Quaternário de Aveiro foi intensamente explorado, devido às necessidades que surgiram devido ao intenso desenvolvimento populacional e industrial da região. Esta excessiva exploração deu-se convenientemente por se tratar de um aquífero superficial, e por isso ter um fácil acesso, e ter uma elevada produtividade. O sistema aquífero Quaternário de Aveiro é constituído essencialmente por sedimentos detríticos de idades Plistocénicas e Holocénicas, formado fundamentalmente por níveis de praias marinhas e depósitos fluviais associados. Constituem unidades aquíferas do tipo freático ou semiconfinado, por vezes de caráter local. Esta unidade é facilmente recarregada pelas precipitações locais, sendo assim bastante vulnerável à sua contaminação por agentes externos. Dada a vulnerabilidade das formações Quaternárias, de contaminação e também devido à má qualidade química e bacteriológica das suas águas, a exploração deste sistema tendeu a decrescer, trazendo como consequência o aumento da exploração do sistema multiaquífero Cretácico de Aveiro. Este sistema é considerado multiaquífero por combinarem formações hidrogeológicas permeáveis, semipermeáveis e impermeáveis. O sistema pode ser considerado composto por cinco unidades multicamada, sendo três destas produtivas, com diferente piezometria. A série complexa Cretácica assenta maioritariamente sobre o Complexo Xito-Grauváquico (CXG) ante-Ordovícico. Da base para o topo é constituída pelos Grés grosseiros inferiores – C1-2 (ou também designados de Grés da Palhaça), pela Formação Carbonatada – C2, pelos Grés micáceos finos a muito finos – C3, pelos Grés grosseiros superiores - C4 e por último pelos Arenitos e Argilas de Aveiro - C5. O sistema Cretácico apresenta uma estrutura em sinclinal muito aberto, assimétrico, onde as camadas mergulham suavemente para NO. O teto argiloso (C5) desenvolve-se pela porção submarina, continuando a proteger as unidades subjacentes permeáveis. Devido à importância económica e social, que a massa de água subterrânea Cretácico de Aveiro acarreta, é essencial a sua monotorização contínua no tempo, quer quantitativamente quer qualitativamente.
From the hydrogeological view, the Aveiro region is characterized by having two large aquifers: the Aveiro Quaternary aquifer and the Aveiro Cretaceous multilayer aquifer. Until the sixties, the Aveiro Quaternary aquifer was intensively explored to respond the urban and industrial needs, produced by intense development of the population and industrial in the region. This excessive exploitation occurred because it's a superficial aquifer, so it has an easy access and a high productivity. The Aveiro Quaternary aquifer is composed, essentially by detrital sediments from Holocene and Plistocene, formed by levels of marine beaches and associated fluvial deposits. The aquifer units constituting a free or semi-confined system. This system has an easy recharge by precipitation, very vulnerable to external agents. Because of the vulnerability of the Quaternary formations, like contamination, and also because of poor bacteriological and chemical quality of the water, the exploitation of this system tended to decrease, consequently bringing an increased exploration of Aveiro Cretaceous multilayer aquifer. This system is considered by combining the hydrogeological formations permeable, semipermeable and impermeable. The system can be considered as formed by five units’ multilayer, three of these productive with different piezometric levels. The Cretaceous series is mostly overlapped in the Complexo Xisto-Grauváquico (CXG) ante – Ordovician. From bottom to the top consists of the Lower sandstone formation – C1-2 (also named Palhaça sandstone formation), the Carbonate formation – C2 (also named Mamarrosa limestone formation), by Micaceous sandstone formation – C3 (also named Furadouro sandstone formation), by upper sandstone formation - C4 (also named Verba sandstone formation) and finally the Marly clay formation - C5 (named Aveiro clay formation). The system has a structure like a syncline very open, asymmetrical, where the beds dip gently to NW. The C5 is the roof and develops in the underwater, continuing to protect the underlying permeable units. Due the economic and social importance, that the groundwater body of Aveiro Cretaceous entails is essential the continuous monitoring over time, either quantitatively or qualitatively.
Description: Engenharia Geológica - Recursos Geológicos
URI: http://hdl.handle.net/10773/12001
Appears in Collections:DGeo - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
8286.pdf4.46 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.