Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/10943
Title: Perspetivas e práticas de avaliação de matemática em Timor-Leste
Author: Suharman, Lucia Yeni Wulandari
Advisor: Neto, Teresa
Keywords: Ensino da matemática - Timor-Leste
Avaliação da educação - Timor-Leste
Ensino secundário
Métodos de avaliação
Avaliação dos alunos
Defense Date: 6-May-2013
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: O presente trabalho teve como principal objetivo conhecer as perspetivas e as práticas avaliativas no ensino de matemática do ensino secundário geral em Timor- Leste. No estudo utiliza-se uma metodologia da natureza qualitativa e quantitativa, assumimos também um carácter fundamentalmente descritivo. A recolha de dados foi realizada através da aplicação de dois questionários, um para 92 professores e outro para 92 alunos dos professores respondentes, no ano letivo de 2012. Utilizou-se também uma entrevista a 15 professores com o objetivo de reforçar/clarificar as informações sobre o tema de investigação. A prova escrita e o trabalho individual são as formas mais utilizadas na avaliação das aprendizagens em matemática. Os professores realizam um exame trimestre no fim de cada trimestre e realizam uma prova no final da lecionação de cada unidade de ensino. A realização de trabalho de grupo ou em pares é apenas para resolver os exercícios na sala de aula. A resolução de problemas como característica da aprendizagem de matemática, é introduzida de forma muito simples. Utiliza-se a observação durante uma discussão para analisar a participação dos alunos. Raramente se realizam fichas de trabalho por razões de limitação de financiamento das escolas. Faz-se o registo da “história” da aprendizagem dos alunos, valorizando-se o aspeto afetivo, de comportamento, a assiduidade e a pontualidade dos alunos. Os professores elaboram as formas de avaliação individualmente e raramente elaboram com as colegas da mesma disciplina e da mesma escola. O programa da disciplina de matemática do Ministério da Educação da RDTL e os manuais escolares são documentos importantes que os professores muito mais utilizam na elaboração dos instrumentos de avaliação. Os resultados desta investigação mostram que os professores timorenses entendem várias perspetivas da avaliação de aprendizagens (avaliação como ato de medir, avaliação como ato de conhecer o aluno, avaliação para melhoria do ensino e da aprendizagem), no entanto as suas práticas traduzem, principalmente, a perspetiva de avaliação como ato de medir as aprendizagens. As formas de avaliação são essencialmente os testes escritos tradicionais para a atribuição das classificações finais dos alunos. Sendo hoje consensual que a avaliação deve integrar a aprendizagem e estar de acordo com o modo como se aprende, torna-se necessária uma aposta na formação dos professores timorenses, no sentido de promover as competências profissionais necessárias para a utilização de formas diversificadas de avaliação dentro de uma perspetiva de avaliação essencialmente formativa.
The main goal of this study is to provide knowledge about the perspectives and the practices of evaluation in the mathematics teaching in general secondary education in East Timor. In this study, we use a qualitative and quantitative methodology to assume fundamentally a descriptive character. The data collection was conducted through applying two questionnaires, one for 92 teachers and one for 92 students of the respondent’s teachers in the academic year 2012. We also interviewed 15 teachers to strengthen / clarify information about this topic of the study. The written test and individual work are most used in the evaluation of learning in mathematics. Teachers provide trimester test at the end of each trimester and give daily test at the end of the each of capture. To realize tasks in pairs or in groups are made only to solve the exercises in the class. Problem solving as a characteristic of learning mathematics is introduced very simply. Teachers use observations to analyse the student’ participation during the discussion in the classroom. Worksheets are rarely done because school funding is limited. It is the recording of the 'history' of student learning, valuing the affective aspect, behaviour, attendance and punctuality of students. Teachers prepare their evaluation forms individually and rarely elaborate with colleagues in the same discipline and the same school. The program of the mathematics discipline from Ministry of Education RDTL and textbooks are important documents that the teachers use more in the elaboration of evaluation instruments. The results of this study show that the Timorese teachers understand various perspectives of the evaluation of learning (evaluation as act of measuring, evaluation as the act of knowing the student, evaluation to improve teaching and learning), however, their practices translated, mainly, the perspective of evaluation as the act of measuring the learning. The evaluation forms are essentially the traditional written tests for the assignment of final grades of students. As today agreed that the evaluation should integrate learning and conform to the way you learn, it becomes necessary to focus on training teachers Timorese, to promote professional skills necessary for the use of diverse forms of evaluation within a perspective essentially formative assessment.
Description: Mestrado em Didática
URI: http://hdl.handle.net/10773/10943
Appears in Collections:DEP - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
7559.pdf2.4 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.