Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/10782
Title: Efeito da água sulfúrea em portadores de Staphylococcus aureus
Author: Silva,Hélder Filipe Neves,
Advisor: Tomaz,Cândida Ascensão Teixeira
Mendo,Sónia
Keywords: Microbiologia
Águas termais - Aplicações terapêuticas
Bactérias patogénicas
Estafilococos
Doenças respiratórias
Defense Date: 20-Dec-2012
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: Introdução: Portugal é um dos países europeus mais ricos em águas termais a par da França, Itália e Alemanha. No entanto, apesar da eficácia das águas termais ser reconhecida, não existem ainda muitos estudos científicos que comprovem de forma inequívoca a sua ação terapêutica. . Objetivos: Avaliação do efeito da água termal sulfúrea das termas de Longroiva, Caldas de Manteigas, Cró e Almeida em indivíduos com rinite alérgica e rinossinusite crónica, através da análise da variação da flora nasal e orofaríngea, antes e após o tratamento termal, identificação de portadores de S. aureus e respetivas alterações no perfil inflamatório. Métodos: A população de estudo foi constituída por 28 indivíduos com rinite alérgica e 78 indivíduos com rinossinusite crónica, aos quais foi realizada uma colheita de sangue e exsudados nasais e orofaríngeos, antes e após o tratamento termal, para posterior análise microbiológica e determinação dos parâmetros inflamatórios. Resultados/Discussão: Os resultados obtidos demonstraram diminuição do teor de unidades formadoras de colónias (UFC) nos exsudados, após tratamento termal. De facto, os casos com nível de colonização elevado diminuíram para teores inferiores de UFC, observando também em muitas situações a eliminação total das bactérias. Na flora nasal, obteve-se uma redução estatisticamente significativa de S. aureus e Neisseria spp., e na flora da orofaringea a diminuição ocorreu apenas no género Neisseria. Este decréscimo é benéfico tendo em conta, principalmente, o papel das bactérias nestas patologias, permitindo a redução da inflamação e melhoria dos sintomas após tratamento. Em relação ao perfil inflamatório dos 106 doentes, evidenciou-se o aumento da Ig A e da Ig M, o que demonstra o papel anti-inflamatório destas águas. O aumento de triptase foi um resultado inesperado e necessita de estudos futuros. No perfil inflamatório de portadores e não portadores de S. aureus observou-se apenas o aumento de Ig A, Ig M e triptase em indivíduos não portadores desta bactéria, apesar da diminuição significativa de S. aureus a nível nasal. Para além disso, verificou-se que apesar do S. aureus não estar associado à atopia, está relacionado com o aumento de Ig E total. Esta diminuiu em 46% dos indivíduos colonizados por S. aureus a nível nasal, mas sem significância estatística. Conclusões: Neste estudo evidenciou-se que água termal sulfúrea apresenta uma ação bactericida e um efeito anti-inflamatório, podendo contribuir assim para a diminuição da inflamação, redução dos sintomas e melhoria na qualidade de vida dos doentes.
Introduction: Portugal is one of the richest European countries in thermal waters however, despite the effectiveness of thermal waters have been recognized, there are only a few scientific studies that proved its therapeutic action. Objective: To evaluate the effect of sulphurous thermal water of Longroiva, Caldas de Manteigas, Cró and Almeida spa in allergic rhinitis and chronic rhinosinusitis by analyzing the variation of nasal and oropharyngeal flora before and after thermal treatment, the identification of S. aureus carriers and its inflammatory profile. Methods: The study population was constituted by 28 individuals with allergic rhinitis and 78 with chronic rhinosinusitis. A blood sample and nasal and oropharyngeal swabs were collected, before and after thermal water treatment, for microbial analysis and determination of inflammatory parameters. Results/Discussion: The results showed a decrease in the content of colony forming units (CFU) after thermal water treatment. In fact, the cases with high degree of colonization decreased to lower levels of CFU, and in some situations, there was a total elimination of the bacteria. In nasal flora a statistically significant reduction in S. aureus and Neisseria spp was obtained. On the other hand, in oropharyngeal flora was observed a decrease only in the genus Neisseria. This reduction is beneficial in view of the role of bacteria in these pathologies, thus allowing the decrease of inflammation and the relief of the symptoms after thermal treatment. With regard to inflammatory profile 106 patients showed an increase in Ig A and Ig M which demonstrates the anti-inflammatory role of these waters. The increase of tryptase was an unexpected result and needs further studies. The inflammatory profile of carriers and non-carriers of S. aureus showed increased Ig A, Ig M and tryptase only in non carriers, in spite of the significant decrease of S. aureus at nasal level. Furthermore, it was verified that despite the S. aureus is not associated with atopy, it is related with the increased total Ig E. After thermal treatment, this immunoglobulin decreased in 46% of individuals colonized with S. aureus at nasal level, but without statistical significance. Conclusions: This study showed that the sulphurous thermal water presents a bactericidal action and an anti-inflammatory effect, thus contributing to a decrease of inflammation, reduction of symptoms and increase of the life quality of patients.
Description: Mestrado em Microbiologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/10782
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
6754.pdf1.82 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.