Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10773/10715
Title: Estudo do impacto da poluição por tributilestanho (TBT) na costa portuguesa
Other Titles: Impact of tributyltin (TBT) pollution in the Portuguese Coast
Author: Sousa, Ana Catarina Almeida
Advisor: Barros, Carlos Miguel Miguez
Barroso, Sónia Alexandra Leite Velho Mendo
Keywords: Zonas costeiras
Poluição da água
Produtos tóxico - Indústria naval
Ecossistemas aquáticos - Contaminação
Defense Date: 2004
Publisher: Universidade de Aveiro
Abstract: As tintas vegetativas com tributilestanho (TBT) são utilizadas desde a década de 60 para prevenir a bioincrustação nas superfícies imersas. Apesar de extremamente eficientes no combate à bioincrustação são também extremamente tóxicas para organismos não alvo pelo que várias medidas legislativas restringindo o seu uso foram implementadas em vários países, nomeadamente em Portugal. Concentrações de TBT inferiores a 0.5 ng Sn L-1 promovem imposexo (desenvolvimento de caracteres sexuais masculinos nas fêmeas) em várias espécies de gastrópodes prosobrânquios. O imposexo é o melhor exemplo conhecido de disrupção endócrina provocada por um poluente sendo utilizado como biomarcador para monitorizar os níveis de poluição por TBT. No presente trabalho avaliou-se a variação espacial e temporal da poluição por TBT na Costa Continental Portuguesa utilizando Nassarius reticulatus como espécie indicadora. A variação espacial foi estudada ao longo da linha de costa de Norte a Sul de Portugal e, também, da linha de costa em direcção ao largo, na região NW de Portugal. Estudou-se também o impacto deste composto nas populações de N. reticulatus em fases distintas do seu ciclo de vida: fase larvar e fase adulta. Para a fase larvar estudou-se, com base em experiências laboratoriais, a toxicidade do TBT ao nível da mortalidade das larvas velígeras. Para a fase adulta estudaram-se os níveis de imposexo exibidos pelas fêmeas ao longo da Costa Portuguesa e o seu efeito ao nível da esterilização das fêmeas. O rastreio dos níveis de imposexo e da contaminação por compostos organoestânicos em N. reticulatus foi efectuado entre Maio e Agosto de 2003. Foram determinados diversos índices de imposexo - %I (percentagem de fêmeas afectadas), VDSI (sequência do vaso deferente), RPLI (comprimento relativo do pénis), AOS (grau de convolução do oviducto) e %STER (percentagem de fêmeas estéreis) - em 23 estações de amostragem e quantificadas as concentrações de organoestânicos nos tecidos das fêmeas em 10 estações de amostragem. Fêmeas estéreis foram encontradas em dois locais e níveis de VDSI> 5, AOS> 1 e %I= 100% foram diagnosticados em estações localizadas no interior ou na proximidade de portos, tendo estes sido identificados como os locais onde ocorrem os mais elevados níveis de poluição. Os níveis de imposexo foram também avaliados em 172 estações localizadas no NW da plataforma continental Portuguesa entre Aveiro (40o 38.00 N) e o Porto (41o 09.00 N). Fêmeas com imposexo foram encontradas em 42% das estações localizadas ao longo de toda a gama de latitudes e profundidades, indicando que a poluição por TBT se encontra dispersa em toda a área estudada. Foi realizada uma análise da evolução temporal dos níveis de imposexo e da contaminação por TBT dos tecidos de N. reticulatus entre 2000 e 2003 na Costa Portuguesa. Esta análise revelou uma tendência de manutenção dos níveis de poluição sugerindo uma ineficácia das medidas legislativas anteriormente introduzidas (Directiva 89/677/EEC). Sendo o ano de 2003 aquele a partir do qual foram abolidas as tintas com TBT, os valores obtidos no presente trabalho constituem uma base de referência fundamental para analisar a futura evolução da poluição por TBT em Portugal e avaliar a eficácia das novas medidas legislativas impostas pela Organização Marítima Internacional (IMO). O efeito tóxico do tributilestanho nas larvas de N. reticulatus foi descrito pela primeira vez neste trabalho. Realizaram-se ensaios de toxicidade aguda com velígeras recém eclodidas para avaliar os efeitos do TBT na mortalidade larvar. Demonstrou-se que este composto tem um efeito letal para as larvas desta espécie mas os valores de LC50, NOEC e LOEC obtidos são muito superiores às concentrações ambientais de TBT. Sugere-se que no futuro sejam realizados estudos de toxicidade para tempos de exposição superiores aos descritos nesta tese (> 96 h) e sejam avaliados os efeitos letais e sub-letais daquele composto nas larvas.
Tributyltin (TBT) based antifouling paints are used since the 60s to prevent biofouling. Although very effective in preventing biofouling they are extremely toxic to non-target organisms. Hence, several countries, namely Portugal, adopted measures to ban its usage. TBT seawater concentrations below 0.5 ng Sn L-1 induce imposex (superimposition of male characters onto prosobranch females) on several gastropods species. Imposex is undoubtedly the best-studied example of endocrine disruption among invertebrates, being, therefore, used as a biomarker of TBT pollution. In the current work the spatial and temporal variation of TBT pollution in the Portuguese coast was assessed using the netted whelk Nassarius reticulatus as a bioindicator. The spatial variation was studied along the Portuguese Coast from North to South and from the coastline to the offshore, in the NW Portugal. The impact of TBT on the different stages of the life cycle of N. reticulatus was also assessed. For larval stages laboratory experiments were performed in order to study the impact of this compound upon N. reticulatus veligers mortality. For adult stages it was analysed the degree of imposex and its possible impact on female sterilization. A survey was conducted between May and August 2003 along the Portuguese coast and the levels of imposex and organotin body burden were determined. The percentage of females affected with imposex (%I), the relative penis length index (RPLI), the vas deferens sequence index (VDSI) and the degree of female oviduct convolution index (AOS) were used to assess the level of imposex at 23 sampling stations throughout the coast and organotin analysis in females tissues was performed in 10 of those stations. Sterile females were found in two stations and VDSI>5, AOS>1 and %I=100% were diagnosed in stations located inside or in the vicinity of harbours. Therefore, harbours were identified as hotspots of TBT pollution. Imposex levels were also assessed at 172 sites located on the NW Portuguese continental shelf between Aveiro (40o 38.00 N) and Oporto (41o 09.00 N). Females affected with imposex were found in 42% of the sites along the entire range of latitudes and depths, which indicates that TBT pollution is widespread over the study area. A temporal analysis of imposex levels and organotin body burdens between 2000 and 2003 was performed. The results indicate maintenance of TBT pollution levels suggesting the inefficacy of former legislation (EEC Directive 89/677). Since the beginning of 2003 TBT antifouling paints are no longer applied, therefore, the results from the present work constitute the baseline for further studies that aims to evaluate the effectiveness of the IMO ban. The toxic effect of TBT upon N. reticulatus larvae was studied for the first time in the present work. Acute toxicological tests were performed with recently hatched veligers in order to evaluate the effects of TBT on larval mortality. This compound is toxic to N. reticulatus larvae although the values obtained for LC50, NOEC and LOEC are notoriously higher than the TBT environmental levels.
Description: Mestrado em Ciências das Zonas Costeiras
URI: http://hdl.handle.net/10773/10715
Appears in Collections:DBio - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado
PT Mar - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdftese1.75 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterLinkedIn
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.