DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Teses de doutoramento >
 Human - wildlife coexistence in the Amazon agricultural frontier
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/965

title: Human - wildlife coexistence in the Amazon agricultural frontier
authors: Soares, Nuno Miguel Negrões
advisors: Fonseca, Carlos Manuel Martins Santos
Revilla, Eloy
keywords: Biologia
Biodiversidade
Ecossistemas
Conservação da natureza
Fauna
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Nos últimos anos, a conservação da biodiversidade tem-se revelado como um dos maiores desafios que a humanidade enfrenta, no sentido de salvaguardar o frágil equilíbrio dos ecossistemas no nosso planeta. A procura de medidas de preservação revela-se essencial em zonas de elevada riqueza natural, como são o caso das florestas tropicais da Amazónia, que vêm, sistematicamente, a sofrer um aumento da pressão humana, quer pela expansão da agricultura e pecuária, quer pela crescente exploração dos seus recursos naturais. Neste cenário, as áreas protegidas surgem como um instrumento fundamental para preservação da biodiversidade face à crescente antropização. Aos grandes predadores é reconhecida a importância na manutenção dos ecossistemas pelo papel-chave que ocupam nas cadeias tróficas. O impacto a larga escala, consequente da extinção/redução de grandes carnívoros, acaba por afectar aspectos locais (diversidade) ou mesmo regionais (ciclo da água). Por este motivo, o estudo das relações entre os grandes carnívoros e o homem torna-se relevante na definição de políticas de gestão, contribuindo ainda para a avaliação da eficácia de medidas de conservação, como a funcionalidade de áreas protegidas. Com este estudo pretendeu-se avaliar o estado das populações de dois grandes felinos – jaguar (Panthera onca) e puma (Puma concolor) – numa área protegida (Parque Estadual do Cantão - PEC) e numa área privada (Fazenda Santa Fé - FSF), com o objectivo de aferir a eficácia das reservas naturais, na região do “arco do desmatamento”. As densidades de jaguar e puma foram calculadas ao longo de 3 anos nas estações da chuva e seca. Este estudo contribuiu ainda para um aumento do conhecimento sobre a riqueza de espécies nesta região, nomeadamente dentro do PEC e da FSF. Concluímos que a existência do PEC per se não garante a preservação da biodiversidade, uma vez que está fortemente dependente das áreas florestais adjacentes para conservar a riqueza faunística. Simultaneamente, observamos que os grandes carnívoros, quer pelas características biológicas quer pelo conflito directo com o Homem (resultado de predação sobre o gado), podem ser utilizados como espécies-foco. Observamos ainda que a monitorização das populações destes carnívoros fornece informação indispensável para a avaliação do impacto das actividades humanas e para definir acções de gestão para esta região. A preservação da biodiversidade no “arco do desmatamento” passa pela implementação de planos de conservação concretos que incidam, nomeadamente, no aumento da fiscalização da lei ambiental e no aumento da sensibilização das populações locais (crescente apoio técnico-educativo), no sentido de fomentar o desenvolvimento sustentável. ABSTRACT: Biodiversity preservation emerged in the last couple of years has one of the main worldwide problems and a great challenge for next generation to come, in order to secure quality of live on planet earth. This fact is of particular importance in the Amazon, a region of high biodiversity that suffers an increase human pressure due to expanding agricultural frontier and exploitation of natural resources. In this region protected areas stand as an essential tool to allow coexistence between man and wildlife. Large predators are key elements in ecosystem functioning because of their important role in food chains. The impact of large-scale extinctions/reduction of large carnivores can reach local (diversity of wildlife) and regional (water cycle) effects. Consequently relationship between man and large carnivores is an important issue on management, furthermore helping in the evaluation of conservation measures like protected areas. In this research we focus on determining the status of large cats (jaguar and puma) population inside a protected area (Cantão State Park, CS - Park) and private forest reserve (Santa Fé Ranch, SF - Ranch) in order to evaluate protected area efficiency in the high human impacted region “arc of deforestation”. Using camera-trapping methodology we determine jaguar and puma density in the region throughout three years and different seasons. We also estimate terrestrial vertebrate richness in CS-Park and SF-Ranch. We observed that CS-Park per se could not guarantee biodiversity preservation at local level and is strongly depended on the securing neighbouring private forest reserves to maintain fauna diversity. We demonstrate also that large carnivores can be used as focal species in management approach in this area. Due to their specific biological demands and the direct interaction with man (consequence of cattle depredation) monitoring carnivore population status creates knowledge baseline from were we can evaluate human impact and launch specific conservation actions in the region. To achieve ultimate preservation goals we suggest intensification on environmental law enforcement and raise technical and educational support to local population towards a more sustainable development.
description: Doutoramento em Biologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/965
appears in collectionsBIO - Teses de doutoramento
UA - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
2009001305.pdf16.86 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2