DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Estudo laboratorial do vírus da hepatite B numa população de dadores de sangue
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/894

title: Estudo laboratorial do vírus da hepatite B numa população de dadores de sangue
authors: Carvalho, Cristina Maria Morais de
advisors: Ribeiro, Maria Lucinda de Magalhães Queirós
Henriques, Isabel
keywords: Microbiologia
Doenças infecciosas
Vírus
Hepatite
Serologia
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A evolução verificada no conhecimento do Vírus da Hepatite B (VHB), nos últimos anos, levou a avanços significativos nos meios de diagnóstico e na prevenção de uma das doenças infecciosas de distribuição mundial que mata anualmente cerca de meio milhão de pessoas. Portugal é tido como um país de prevalência intermédia e tem tomado medidas de controlo e prevenção da doença para que a sua redução seja uma realidade. A Hepatite B é uma doença de declaração obrigatória e a vacinação gratuita tem vindo a ser alargada a um maior número de pessoas desde 1990. Tentar conhecer estas variações exige a realização de estudos em larga escala. Nesse sentido, e no âmbito deste trabalho, foi realizada uma análise dos marcadores do VHB numa população de dadores do Instituto Português do Sangue (IPS) - Centro Regional de Sangue do Porto (CRSP), no que – assim o entendemos – poderá ser um reflexo muito representativo da prevalência desta infecção na sociedade, uma vez que os dadores de sangue vêm de diferentes estratos sócio-económicos, faixas etárias, sexo e regiões demográficas. Os dados utilizados neste estudo correspondem ao período compreendido entre 1 de Janeiro de 2000 a 31 de Dezembro de 2008. Foi observado uma tendência decrescente na prevalência do AgHBs nos dadores de sangue do CRSP, 0,14% no primeiro ano do estudo e 0.03% no último ano de estudo. Foi constatado que 89,1% dos dadores com AgHBs e/ou ADN-VHB positivos não foram abrangidos pelo plano nacional de vacinação para o VHB. ABSTRACT: Developments in knowledge of Hepatitis B Virus (HBV) in recent years have led to significant advances in diagnostics and prevention of an infectious disease of worldwide distribution that kills half a million people. Portugal is considered a country of intermediate prevalence and has taken measures to control and disease prevention so that their reduction is a reality. Hepatitis B is a notifiable disease and free vaccination has been extended to a larger number of people since1990. Trying to know these variations requires the completion of large-scale studies. In this sense, and in the context of this work, was an analysis of HBV markers in the donor population of the Portuguese Blood Institute (IPS) - Centro Regional de Sangue do Porto (CRSP), in which - we believe - could be a reflects very representative of the prevalence of infection in society, since the blood donors come from different socio-economic, age, gender and demographic regions. The data used in this study correspond to the period from 1 January 2000 to December 31, 2008. We observed a decreasing trend in the prevalence of HBsAg in blood donors of CRSP, 0.14% in the first year of the study and 0.03% in the last year of study. It was found that 89.1% of donors with HBsAg and / or HBV DNA positive were not covered by the national vaccination for HBV.
description: Mestrado em Microbiologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/894
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2010000743.pdf1.77 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2