DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Química > DQ - Dissertações de mestrado >
 Fósforo como marcador geoquímico para avaliação dos impactos nos sedimentos do Rio do Sal - Aracaju/SE (Brasil)
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8921

title: Fósforo como marcador geoquímico para avaliação dos impactos nos sedimentos do Rio do Sal - Aracaju/SE (Brasil)
authors: Santos, Danielle Barros
advisors: Esteves, Valdemar Inocêncio
Anselmo, Eduardo
keywords: Química analítica
Fósforo - Propriedades
Indicadores geoquímicos
Poluição da água - Rio do Sal (Brasil)
Sedimentos fluviais - Rio do Sal (Brasil)
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A presença do fósforo (P) em ambientes aquáticos tem sido intensamente estudada, como reflexo dos problemas surgidos das descargas excessivas deste elemento em sistemas aquáticos, acelerando o processo de Eutrofização. A análise do P total, por si só, não fornece informação sobre o teor de P nas suas diferentes formas no sedimento, nomeadamente da biodisponível. Assim, o objectivo deste estudo foi avaliar o possível enriquecimento do sedimento em P nas suas diversas formas. Para isso, realizou-se a especiação do P em amostras de sedimentos através do método de fraccionamento proposto por Williams modificado por Burrus (1984) e Golterman (2004). As fracções analisadas correspondem a P-óxidos de Fe e Al (P biodisponivel); P-Ca (P não biodisponível); P-total (total P); P-org (P orgânico); P-inorg (P inorgânico). Foram estudados sedimentos do Rio do Sal, principal sub-bacia do Rio Sergipe. Recolheram-se cores de sedimento em 5 locais (SA1 a SA5) no sentido montante-jusante. No laboratório, os sedimentos foram secos ao ar e homogenizados. Para cada local, o sedimento foi caracterizado em função de: matéria orgânica (%LOI – 550ºC 4h), pH e condutividade (APHA, 1995), teor em Fe, Al e Ca (US EPA 1999). A análise da concentração de P-PO4 -3 nos extractos foi realizada usando o método do molibdato de amônio (APHA, 1995). As maiores concentrações de P-total e biodisponível foram encontradas nos locais de amostragem SA2 e SA5 estando localizados, respectivamente, próximo da estação de tratamento e da confluência dos dois rios. Os resultados evidenciam um enriquecimento do P de origem exógena e antrópica. É de extrema importância a diminuição do aporte externo de P para prevenir o enriquecimento do sedimento e este não venha a se tornar uma fonte endógena de P na forma inorgânica dissolvida para a coluna de água.

The presence of phosphorus (P) in aquatic environments has been intensively studied, reflecting the problems arising from excessive loading of this element, into the aquatic systems, which may accelerate the process of eutrophication. The analysis of total P, by itself, does not provide information on the P content in its different forms in the sediment, particularly the bioavailable P. The objective of this study was to evaluate the possible P enrichment of sediment in its various forms. With this purpose, the fractionation of P in sediment samples was carried out by the method proposed by Williams modified by Burrus (1984), and the method proposed by Golterman (2004). The fractions analyzed correspond to P-oxides of Fe and Al (bioavailable P), P-Ca (not bioavailable P), P-total (total P), P-org (organic P), P-inorg (inorganic P). Sediments from River Sal, the main sub-basin of the Rio Sergipe, were studied. Cores of sediments were collected from 5 locations (SA1 to SA5) upstream-downstream. In the laboratory, the sediments were air-dried and homogenized. For each different site, the sediment was characterized in terms of: organic matter (LOI% - 550°C 4h), pH and conductivity (APHA, 1995), content of Fe, Al and Ca (U.S. EPA 1999). The analysis of P-PO4 -3 concentration in extracts was performed using the method of ammonium molybdate (APHA, 1995). The highest concentrations of total and bioavailable P were found in sampling sites SA2 and SA5, which are located, respectively, near to the treatment station and at the confluence of the two rivers. The results show that this place has an enrichment of P from exogenous anthropogenic origin. It is extremely important to decrease the external input of P to avoid the enrichment of the sediment, so it will not become an endogenous source of inorganic dissolved P to the water column.
description: Mestrado em Química Analítica e Controlo de Qualidade
URI: http://hdl.handle.net/10773/8921
appears in collectionsDQ - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2010000471.pdf814.25 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2