DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Carga viral do vírus da hepatite B por PCR-RT em plasma versus soro
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8757

title: Carga viral do vírus da hepatite B por PCR-RT em plasma versus soro
authors: Ferreira, Célia Sofia Ramalho
advisors: Sargento, Maria Celene da Silva Sousa
Santos, Conceição
keywords: Biologia molecular
Hepatite
Doenças infecciosas
issue date: 2009
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A infecção pelo vírus da hepatite B (VHB) constitui um grave problema para a saúde pública, calculando-se que mais de 2 biliões de pessoas foram infectadas e mais de 350 milhões de pessoas no mundo sejam doentes crónicos infectados pelo VHB, dos quais 20 a 30 % estão em risco de morrer de carcinoma hepatocelular ou de outros problemas hepáticos. A variabilidade genética do VHB reflecte-se nos diferentes genótipos, sendo conhecidos actualmente 8 genótipos diferentes denominados pelas letras de A a H. O conhecimento do significado clínico dos diferentes genótipos em doentes com ambas as infecções do VHB (aguda e crónica) foi aumentando ao longo dos anos. A introdução de técnicas baseadas em biologia molecular deu-nos uma ferramenta preciosa no manejo de hepatites virais, uma vez que podem ser usadas para confirmar o diagnóstico de infecção activa. Estas técnicas ajudam ainda a estabelecer um prognóstico, a seleccionar e ajustar protocolos de tratamento e avaliam a resposta viral à terapêutica, incluindo o desenvolvimento de resistências. O DNA do VHB pode ser detectado e quantificado através de tecnologias de amplificação de ácidos nucleicos como é o caso da Reacção em Cadeia da Polimerase em tempo real (PCR-RT). Esta técnica é bastante recomendada para a monitorização da hepatite B, pela sua sensibilidade, precisão e limites dinâmicos máximos, quando comparada com outros testes comerciais. O teste Cobas® AmpliPrep/Cobas® TaqMan® HBV (Roche Diagnostics) é um teste comercial de amplificação de ácidos nucleicos para a determinação da virémia baseado na química do PCR TaqMan. Este teste foi recentemente desenvolvido para poder ser usado com o protocolo do Cobas AmpliPrep (equipamento automático de extracção de DNAs ou RNAs de produtos biológicos, tal como soro e plasma). Uma vez que o teste Cobas® AmpliPrep/Cobas® TaqMan® HBV foi validado apenas para utilização de plasma humano colhido com EDTA, pretende-se com este estudo comparar a carga viral do DNA do VHB, por PCR-RT em amostras de plasma e soro. Esta comparação permitirá a validação interna dos resultados em amostras de soro. Para esta validação usaram-se amostras de 360 indivíduos com infecção pelo VHB aguda ou crónica, activa ou não. Os resultados obtidos mostram que existe uma boa correlação entre as cargas virais do plasma e as cargas virais do soro, sendo uma relação estatisticamente significativa entre as duas variáveis (p <0,05), pelo que se pode validar o uso do teste Cobas® AmpliPrep/Cobas® TaqMan® HBV em soro. Conclui-se assim que o teste foi validado para amostras de soro.

Hepatitis B virus (HBV) infection is a serious public health problem. Estimations indicate that more than 2 billion people had been infected and more than 350 million people in the world are chronically infected with HBV, 20 to 30% which are at risk of dying of hepatocelular carcinoma or other hepatic related problems. The HBV genetic variability is reflected on different genotypes, being currently known 8 different genotypes named by the letters A- H. The knowledge of clinical meaning of different genotypes in sick people with both the infections of the HBV (acute and chronic) was increasing throughout the years. The employment of techniques based on molecular biology gave us a precious tool to handling viral hepatitis. They can be used to diagnosis active infection, help to establish a prognostic, to select and to adjust treatment protocols and evaluate the viral response to therapeutic, including resistances development. HBV DNA can be detected and quantified through nucleic acids amplification technologies such real-time Polymerase Chain Reaction (RT-PCR). Follow-up using RT-PCR is strongly recommended because of its sensitivity, accuracy and broad dynamic range, compared to those of the existing commercial assays. The Cobas® TaqMan® HBV test (Roche Diagnostics) is a commercial nucleic acid amplification test for HBV DNA viral load determination based on TaqMan PCR chemistry and recently it had been combined with an automatic DNA or RNA extraction on the Cobas® AmpliPrep, a new instrument designed for rapid high-throughput purification of DNAs and RNAs from biologic products (such serum and plasma. Because Cobas® AmpliPrep/Cobas® TaqMan® HBV test was validated only for human plasma collected in EDTA, the aim of this study is to compare the PCR-RT viral load of HBV DNA in samples of plasma and serum, with the purpose of internal validation results on serum samples. This comparison will allow internal validation of results on serum samples. For this validation we used samples of 360 patients with acute or chronic HBV infection, active or not. The results show that there is a good correlation between the plasma viral loads and serum viral loads, being a statistically significant relationship between the two variables (p < 0.05), can validate using Cobas® AmpliPrep/Cobas® TaqMan® HBV test in serum. In conclusion, the test was validated on serum samples.
description: Mestrado em Biologia Molecular e Celular
URI: http://hdl.handle.net/10773/8757
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
6203.pdf16.28 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2