DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Secção Autónoma de Ciências da Saúde > CS - Dissertações de mestrado >
 VIH/SIDA: narrativas de homens homossexuais com mais de 50 anos
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8721

title: VIH/SIDA: narrativas de homens homossexuais com mais de 50 anos
authors: Almeida, Fabiana Andresa Aranha de
advisors: Silva, Alcione Leite
keywords: Gerontologia
Homossexualidade
Vírus da Sida
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O VIH/SIDA nas últimas décadas tem afetado um elevado número de pessoas idosas. No entanto, há uma lacuna considerável de estudos na área e em especial quando o foco são homens homossexuais com mais de 50 anos. Neste sentido, este estudo teve como objetivo explorar experiências de homens homossexuais com mais de 50 anos com VIH/SIDA. O método escolhido para atingir o objetivo do estudo foi a história oral, na medida em que permitiu conhecer as narrativas de homens homossexuais, a partir das suas experiências de vida. Para o estudo, selecionamos um grupo de oito homens homossexuais com mais de 50 anos que conviviam com o(a) VIH/SIDA. Os dados qualitativos foram obtidos através de entrevista semiestruturada e analisados com base na análise de conteúdo, com o apoio do programa QSR Nvivo. Neste estudo, todos os procedimentos éticos foram salvaguardados. Com base na análise de dados, surgiram quatro categorias: (Con)viver com o(a) VIH/SIDA; homossexualidade e VIH/SIDA: representação e discriminação social; experiências de cuidado à saúde; e Rede de apoio a pessoas com VIH/SIDA. Os participantes foram divididos em grupo 1 e grupo 2, segundo o tempo de convivência com o(a) VIH/SIDA de 25 e 7 anos, respetivamente. Como principais resultados, destacamos a diferenças entre grupos 1 e 2 na convivência e na experiência com o(a) VIH/SIDA. As diferenças centram-se na forma como os participantes relataram as vivências com o(a) VIH/SIDA, tais como: a "inexistência" de preservativo, grupo homossexual com o objetivo de infetar outras pessoas, escassa informação antes do diagnóstico, as perspetivas de vida reduzidas no grupo 1 após o diagnóstico, entre outros fatores que marcaram as convivências com o(a) VIH/SIDA entre grupos. As discriminações sociais sobressaíram principalmente no grupo 1, através de casos insólitos. As experiências de cuidados de saúde foram semelhantes e as redes de apoio formal desempenharam um papel importante no apoio aos participantes do estudo. Com este estudo pretendemos dar a conhecer as vivências de homens homossexuais com VIH/SIDA e alertar para a adaptação das políticas de prevenção de VIH/SIDA para este grupo de minoria sexual.

HIV/AIDS in recent decades has affected a large number of elderly people. However, there is a considerable gap in the study area and in particular when the focus is gay men over 50 years old. Thus, this study aimed to explore the experiences of gay men over 50 years with HIV/AIDS. The method chosen to achieve the objective of the study was oral history, as it helped identify the narratives of gay men, from their life experiences. For the study, we selected a group of eight gay men over 50 years wh o lived with HIV/AIDS. Qualitative data were obtained through semi-structured interviews and analyzed based on content analysis, with the support of the QSR NVivo. In this study, ali ethical procedures were safeguarded. Based on the analysis of data, there were four categories: live with HIV/AIDS; homosexuaiity and HIV/AIDS: representation and social discrimination; experiences of health care, and support network for people with HIV/AIDS. Participants were divided into group 1 and group 2, according to the time with HIV/AIDS 25 and 7 years, respectively. As main results, we highlight the differences between groups 1 and 2 in living and experience with HIV/AIDS. The differences focus on how the participants reported their experiences with HIV/AIDS, such as: the non existence of condoms, homosexual group with the aim to infect other people, little information before the diagnosis, the prospects of life reduced in group 1 after diagnosis, among other factors that marked the cohabitation with HIV/AIDS groups. The social discrimination stood out especially in group 1 through unusual cases. The experiences of health care were similar and formal support networks played an important role in supporting the participants of the study. With this study, we intend to publicize the experiences of gay men with HIV/AIDS and alert to the adaptation of policies to prevent HIV/AIDS for this group of sexual minority.
description: Mestrado em Gerontologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/8721
appears in collectionsCS - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
249794a.pdf1.52 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2