DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território > CSPT - Dissertações de mestrado >
 O eurobarómetro e a medição do interesse público pela ciência
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8685

title: O eurobarómetro e a medição do interesse público pela ciência
authors: Costa, António Manuel Almeida da
advisors: Gil, Víctor Manuel Simões
keywords: Cultura científica
Interesse pelas ciências: Portugal
Educação científica
Opinião pública
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A medição do Envolvimento dos Cidadãos com a Ciência (“Public Engagement with Science”, PES) tem captado a atenção de diversos decisores políticos um pouco por todo o mundo. Na União Europeia (UE), a avaliação do PES tem sido levada a cabo pela Comissão Europeia, através da aplicação, no decorrer dos últimos anos, dos inquéritos do Eurobarómetro. A construção destes inquéritos é feita de acordo com o “Modelo do Deficit”, que aposta numa correlação entre o grau de conhecimento científico e um maior apoio público à Ciência. A análise detalhada do Special Eurobarometer 225 / Wave 63.1. - TNS Opinion & Social – Social Values, Science and Technology (Eub) permite confirmar a expectativa anterior, na medida em que este instrumento é criado segundo a Perspectiva Educacional, caracterizada pelo binómio Ciência-Cidadão. A questão-chave para este tipo de inquéritos é avaliar o interesse e grau de ignorância do público relativamente a temas de Ciência e Tecnologia (C&T), recorrendo-se, para tal, a questões sobre conteúdos específicos sob o tema de C&T. Faz-se explícita referência à divulgação destes temas na comunicação social e à percepção assim construída pelo público. No Eub, para Portugal, 32%, 48% e 18% dos inquiridos declaram–se nada, moderadamente e muito interessado, respectivamente, no tema Novas Descobertas e Tecnologia, ainda que abordados pela comunicação social. Na EU, 30%, dos inquiridos responderam muito interessado, 48% moderadamente interessado e 20% declaram–se nada interessado. O valor de 20% apresenta uma dispersão entre 8% a 42%. Este valor de 42% é, para alguns países da EU, surpreendentemente elevado. Na sequência da análise destes inquéritos dois problemas foram identificados e parcialmente tratados: a) a anómala baixa percentagem de interesse, na UE, porventura consequência de eventuais imperfeições do inquérito, em dimensões como o formato das questões ou a falta de contextualização das mesmas, b) a diferença em Portugal. A discrepância existente entre o resultado do Eub, para a UE, e o resultado para Portugal, bem como o baixo resultado, na UE, para o interesse pelo tema C&T, suscitaram dúvidas sobre a qualidade de algumas das questões, levando à elaboração de um instrumento diferente – o inquérito “Medição do Interesse Público pela Ciência” (MIPC). Este instrumento foi construído, no âmbito deste estudo exploratório, como alternativa ao Eub no que diz respeito à medição do PES. Trata-se de um inquérito que assenta numa Perspectiva Contextual, tendo as questões sido elaboradas recorrendo a uma contextualização prévia do tema C&T a ser abordado. Ao contrário do inquérito do Eub, nos temas de C&T os conteúdos científicos são contextualizados através do exemplo de uma aplicação tecnológica do dia a dia. Este exemplo permite, ao cidadão, sem ambiguidades, identificar o tema de C&T que lhe é apresentado. Com esta nova ferramenta, os resultados, em Portugal, para a medição do interesse pelo tema C&T são melhores que os obtidos pelo Eub. No MIPC, após a contextualização dos enunciados das questões, cerca de 80% dos cidadãos declaram-se interessados em adquirir ou aprofundar os conhecimentos em temas de C&T, como sejam, saúde ou aplicações tecnológicos. Estes valores apontam para a mais-valia da utilização de uma Perspectiva Contextual relativamente à Perspectiva Educacional nos enunciados do Eub-Eu, podendo conduzir a uma diminuição dos valores para nada interessado a nível europeu. Por outro lado, o questionário MIPC permite reiterar que, quer a dificuldade da linguagem científica, quer a convicção da ausência de benefício imediato, são entraves para aumentar o interesse/motivação pelo tema C&T, por parte dos cidadãos. A quantidade insuficiente de informação fornecida sobre o tema C&T pela comunicação social é, também, um factor apontado como limitador do interesse/motivação pelo tema C&T. Este último factor encontra-se a montante dos dois anteriores na medida em que a dificuldade de acesso ao tema C&T condiciona a compreensão da linguagem científica, o que dificulta, ainda mais, a assimilação da ideia que um elevado grau de literacia científica pode funcionar com elevador social. Isto porque, quanto maior literacia científica de um cidadão, maior a possibilidade de sucesso profissional numa sociedade cada vez mais tecnocientífica. Em suma, os resultados, com por exemplo, diminuição de 32% para 20% na opção nada interessado em temas de C&T, obtidos com o MIPC reforçam a ideia da necessidade de transição do questionário tradicional, que se enquadra no binómio Ciência-Cidadão, para o questionário contextual, que se caracteriza pelo trinómio Ciência-Cidadão-Sociedade, aquando da medição do PES. Este último questionário é uma mais-valia relativamente ao questionário tradicional porque promove um enquadramento na sociedade do tema de C&T em análise. Esta contextualização conduz a uma avaliação do PES mais exacta.

Measuring the Public Engagement with Science (PES) has caught the attention of many policy makers all over the world. Thus, in the European Union (EU), the evaluation of the PES has been carried out by the European Commission, through application of the Eurobarometer surveys. These surveys are made according to the "Deficit Model", which focuses the degree of correlation between scientific knowledge and greater public support for science. Detailed analysis of the Special Eurobarometer 225 / Wave 63.1. - TNS Opinion & Social - Social Values, Science and Technology (Eub) allows confirming the previous expectation, in wich this instrument is built according to the Educational Perspective, characterized by the binomial Citizen-Science. The goal for this type of survey is to assess people´s interest and ignorance level on subjects of Science and Technology (S&T), resorting to such questions about specific content on the topic of S&T. Explicit reference is made to the disclosure of these issues in the media and perceived by the public. In the Eub for Portugal, 32%, 48% and 18% of respondents said they were not at all, moderately and very interested, respectively, on the t New Discoveries and Technology issue. In the EU, 30% of respondents claim very interested, 48% moderately interested and 20% say they are not at all interested. This result shows a scatter between 8% to 42%. The result, 42%, is for some EU countries surprisingly high. Moreover two problems were identified and partially analysed: a) the anomalous low rate of interest in the EU, perhaps as a result of imperfections of the investigation, in dimensions with the shape of the questions or the lack of their argument, b) the difference in Portugal. The difference between the result of the Eub for the EU, and the result for Portugal, as well as the low result for interest in the topic S&T for the EU, raised some questions about the quality of some of the issues, leading to a different instrument creation - the survey "Medição do Interesse Público pela Ciência" (MIPC). This instrument was built as an alternative the Eub regarding the measurement of PES. It is a survey based on a Contextual Perspective, since the questions were prepared using a background of previous S&T theme. Unlike the EUB investigation, on S&T subjects the scientific contents are analysed according to a technological application of everyday life. This allows the citizen to identify, unambiguously, the S&T issue presented. With this new tool, the results in Portugal, for the measurement of interest in the subject S&T are better than those obtained by the Eub. In MIPC, after the contextualizong the questions, about 80% of citizens declare themselves interested in acquiring or deepen the knowledge of S&T issues, such as, health or technological applications. These results show the advantage value of using a Contextual Perspective instead of the Perspective of Education, which may lead to a decrease in values for not at all interest in S&T issues at European level. On the other hand, the MIPC surveys assures that the difficulty of scientific language and the conviction of the absence of immediate benefit, are obstacles to increase the citizens interest and motivation for S&T issues. The lack of information about S&T by media also contributes to a low interest on S&T issues. This last element is related to the previous two because of the difficulty of access to S&T themes that affects the understanding of scientific language, which complicates even more the assimilation of the idea that a high degree of scientific literacy can work with social lift. This is because the great scientific literacy of a citizen, greater the chance of professional success in a society increasingly techno-scientific. To sum up, the results, for example decreased from 32% to 20% in the option nothing interested in S&T issues, obtained with the MIPC reinforce the idea of transition from the traditional survey, which falls on the binomial-Citizen Science, for the context survey, which is characterized by the trinomial Citizen-Science-Society, for the measuring of PES. This last survey is an advantage compared to the traditional survey because it promotes the framework of S&T themes in analysis. This background reduce any misinterpretation survey´s, leading to a more accurate assessment of PES.
description: Mestrado em Comunicação e Educação em Ciência
URI: http://hdl.handle.net/10773/8685
appears in collectionsCSPT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
248085.pdf4.44 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2