DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Engenharia Civil > CIVIL - Dissertações de mestrado >
 Estudo do comportamento térmico de construções em alvenaria de adobe
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8593

title: Estudo do comportamento térmico de construções em alvenaria de adobe
authors: Parracho, Carlos Emanuel Jesus Madalena
advisors: Vicente, Romeu da Silva
Costa, Aníbal Guimarães da
keywords: Engenharia civil
Construções de adobe
Comportamento térmico
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A terra crua é o material de construção mais antigo do mundo, o adobe foi utilizado especialmente nas regiões quentes e secas, mas com o advento da industrialização no século XVIII e posterior expansão mundial no século XIX, as técnicas em arquitectura de terra foram aos poucos, sendo abandonadas, sendo substituídas por materiais considerados mais “nobres”, como o betão, o aço e a alvenaria de tijolo cerâmico cozido. A construção em alvenaria de adobe, quando bem executada, torna-se muito resistente, e o seu interior muito fresco, suportando muito bem as altas temperaturas. Em regiões de clima quente e seco as amplitudes térmicas são muito grandes, com situações de calor intenso durante o dia e muito frio durante a noite, pelo que a inércia térmica garantida pelo adobe minimiza esta variação térmica no interior da construção. São apresentados os resultados de uma campanha experimental realizada durante o Verão em três células de teste de adobe, com diferentes características e à escala ¼ do real. Um novo olhar da arquitectura e engenharia sobre a sustentabilidade da construção, não pode deixar de parte esta técnica construtiva pois a esse nível não existe outro material que potencie tão baixo impacte ambiental como o adobe, uma vez que para a sua execução é necessária uma muito baixa incorporação de energia o que consequentemente se traduz em baixas emissões de gases de efeito estufa.

Earth is the oldest building material in the world, adobe masonry was used especially in the hot and dry regions of the globe, but with the beginning of the industrialization in the XVIII century and consequent world expansion in the following century, these earth based architectural techniques have been slowly abandoned and replaced by the so called noble materials, such as concrete, steel and masonry of ceramic bricks. The buildings constructed with adobe masonry, when properly built, become very tough and its inside very chill, supporting high temperatures very well. In regions with hot and dry climate there are large variations of temperature, with intense heat during the day and very cold temperatures at night. The thermal inertia granted by adobe masonry reduces those variations inside the building to a minimum. The results of an experimental campaign carried out during the summer, with three test cells in adobe masonry, with different characteristics and at a quarter of the real scale, are presented in this work. A new view of architecture and engineering over sustainability in the construction industry, can’t leave aside this building technique because in this matter there is no other material that has smaller environmental impact than adobe, because of its low levels of energy needs, and therefore its low levels of harmful gases emissions (like greenhouse gases).
description: Mestrado em Engenharia Civil
URI: http://hdl.handle.net/10773/8593
appears in collectionsCIVIL - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
248460.pdf7.47 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2