DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Assexualidade: factores de vulnerabilidade psicológica
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8372

title: Assexualidade: factores de vulnerabilidade psicológica
authors: Lemos, Diana da Silva Couto Manero de
advisors: Nobre, Pedro Jorge da Silva Coelho
keywords: Psicologia
Orientação sexual
Sexualidade
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A presente investigação procurou contribuir para a compreensão da Assexualidade, especificamente, pretendeu verificar se existiam diferenças significativas ao nível de crenças, personalidade e presença de psicopatologia entre pessoas Assexuais e pessoas não Assexuais, em suma procurou-se compreender quais os factores psicológicos que estão associados a esta área pouco explorada da variabilidade sexual. Um total 170 indivíduos do sexo feminino maiores de 18 anos participaram no estudo. Foram constituídos dois grupos: Grupo de Assexuais (n=85) (que se consideram assexuais) e Grupo de Controle (n=85) (mulheres não assexuais). Todos os participantes responderam a um questionário on-line que era constituído por: Questionário introdutório, Questionário das Crenças Sexuais Disfuncionais (SDBQ; P. Nobre, Pinto-Gouveia & Gomes, 2003), Breve Inventário de Sintomas (BSI; Derogatis & Spencer, 1982) e o NEO FFI (Costa e McCrae, 1992). Os resultados indicaram que as mulheres assexuais apresentam significativamente menor frequência de actividade sexual e maior grau de crença e prática religiosa comparativamente ao grupo de controlo. Relativamente às crenças sexuais, os dados indicaram que as mulheres assexuais apresentaram significativamente mais crenças sexuais disfuncionais (conservadorismo, desejo como pecado, crenças relacionadas com a idade, crenças relacionadas com a imagem corporal). No que concerne à personalidade, concluiu-se que as mulheres assexuais apresentaram níveis significativamente superiores na dimensão de neuroticismo e inferiores nas dimensões de extroversão e conscienciosidade. Finalmente os grupos não se distinguiram relativamente à presença de sintomatologia psicopatológica. De uma forma geral, os resultados obtidos sugerem que a assexualidade é independente de mecanismos psicopatológicos e que os traços de personalidade e as crenças sexuais podem funcionar como factores predisponentes para a sua manifestação.

The present investigation sought to contribute to the understanding of the asexuality, specifically, sought to check if there were significant differences on the levels of beliefs, personality and psychopathology between asexual and non asexual women, in short, we tried to understand what psychological factors are associated to this almost unexplored area of the sexual variability. A total of 170 females with more than 18 years of age participated in the study. Two groups were created: Asexual Group (n = 85) (females who consider themselves asexual) and Control Group (n = 85) (non asexual females). All participants completed an online questionnaire that was consisted of: Introductory Questionnaire, Sexual Dysfunctional Beliefs Questionnaire (SDBQ; P. Nobre & Pinto-Gouveia Gomes, 2003), Brief Symptom Inventory (BSI; Derogatis & Spencer, 1982) and the NEO FFI (Costa and McCrae, 1992). The results showed that asexual females have lower frequency of sexual activity and are more believers and religion practitioners than the Control Group. As regards to sexual beliefs the results indicated that asexual females endorse significantly more dysfunctional sexual beliefs (conservatism, desire as a sin, age related beliefs and body image beliefs ). Regarding personality, results indicated that asexual females present significantly higer levels of neuroticism and lower levels of extraversion and conscientiousness. Finally the groups were not distinguished in relation to the presence of psychopathological symptomatology. In general, the results suggest that asexuality is independent from psychopathology mechanisms and that personality traits and sexual beliefs may work as predisposing factors for its manifestation.
description: Mestrado em Psicologia Forense
URI: http://hdl.handle.net/10773/8372
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
Tese Final.pdf783.55 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2