DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 A cultura linguística dos alunos do 9º ano do Concelho de Aveiro
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8202

title: A cultura linguística dos alunos do 9º ano do Concelho de Aveiro
authors: Senos, Susana Márcia Graça
advisors: Simões, Ana Raquel Gomes São Marcos
keywords: Multilinguismo
Alunos do básico 3º ciclo - Aveiro (Portugal)
Consciência metalinguística
Consciência cultural
Línguas estrangeiras
Diversidade linguística
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Assumimos, numa perspectiva de Didáctica do Plurilinguismo, que o desenvolvimento da Cultura Linguística, nas suas três dimensões (cognitiva, imagética/representacional e das práticas), pode contribuir para cidadãos mais predispostos a contactos interculturais, promovendo a capacidade de diálogo, essencial num mundo onde os contactos com o Outro assumem um papel cada vez mais crucial, num espaço e tempo marcados pela mobilidade e pelo encontro. Assim, considerámos importante conhecer a Cultura Linguística dos alunos do 9.º ano do Concelho de Aveiro, comparando os nossos resultados com aqueles obtidos há 10 anos, no estudo de Simões (2006). Para tal, seguimos uma metodologia de investigação de tipo quantitativo, enquadrando-se o nosso estudo numa tipologia de Sondagem/Survey, tendo como universo todos os alunos do 9.º ano de escolaridade das escolas do Concelho de Aveiro, no ano lectivo de 2010/2011. Foi aplicado um inquérito por questionário a todos os alunos do 9.º ano do Concelho de Aveiro, totalizando 651 respondentes, sendo depois os dados analisados estatisticamente, através do programa de análise estatística SPSS, e as questões abertas sujeitas a análise de conteúdo. A análise dos dados recolhidos permitiu-nos concluir que a Cultura Linguística dos alunos não é hoje muito diferente da de há 10 anos atrás. Verifica-se que estes possuem poucos conhecimentos declarativos acerca do Mundo das Línguas, representações muito cristalizadas e escolarizadas das línguas e dos povos que as falam e poucos contactos efectivos e ambicionados com línguas que não fazem parte da oferta formativa das nossas escolas. Assim, apontamos para a necessidade de a escola reconfigurar o seu pensamento e as suas práticas, assumindo como fundamental uma Educação em Línguas que seja promotora do desenvolvimento da Cultura linguística dos alunos. Para tal, acreditamos ser fundamental a assunção do papel que as línguas desempenham na formação de cidadãos mais activos e participativos. Consideramos ainda essencial o desenvolvimento de um trabalho junto dos professores que os ajude a reconhecer a importância de desenvolver a Cultura Linguística dos seus alunos, tomando consciência que o ensino de línguas é hoje muito mais que ensinar aos alunos a proficiência comunicativa numa determinada língua, reencontrando um dos fins da educação que é o de desenvolvimento de cultura nos sujeitos, incluindo a Cultura Linguística neste objectivo mais alargado. Apontamos ainda no nosso estudo para a necessidade da escola se reinventar na forma como vê as línguas e como pode proporcionar aos seus alunos contactos mais enriquecedores. Em suma, acreditamos que é no desenvolvimento de um trabalho holístico, que inclui todos os agentes educativos, que se deve equacionar o contacto com as línguas, promovendo o desenvolvimento da Cultura Linguística de todos os sujeitos que constroem a comunidade educativa.

In a didactical perspective of Plurilingualism we assume that the development of Linguistic Culture, in its three dimensions (cognitve, representational and that of practices) can contribute to citizens more willing to intercultural encounters, promoting the ability to dialogue, essential in a world where the contacts with Others assume a crucial role, as we live in a space and time characterized by mobility and encounter. Thus, we have considered important to know the Linguistic Culture of the students on the 9th grade from the Council of Aveiro, comparing our results to those obtained 10 years ago by Simões (2006). In order to do that we proceeded with a quantitative metholody in our investigation, namely by doing a Survey, having as universe all the students attending the 9th grade in schools within the Council of Aveiro, during the schoolyear 2010/2011. We have used a questionnaire that all the students attending the 9th grade have answered, obtaining 651 answers. These data were later statistically analyzed, by means of the statistical program SPSS, whereas open answers were object of content analysis. When analysing the data one may conclude that the Linguistic Culture of these students does not differ much from the Linguistic Culture the students revealed 10 years ago. We realize that the students have few knowledge about the World of Languages, possess crystallyzed and curricular rooted representations towards languages and towards the people that talk them and these students also reveal few actual and ambitioned contacts with languages beyond those that are part of the school curriculum. We therefore consider it necessary for the school to rethink itself and its practices, assuming as fundamental a Language Education that promotes the development of Linguistic Culture. To do so, we believe it is crucial the assumption of the role languages play in the education of more active and participative citizens. We believe the creation of collaborative work with educators is also decisive in order to help them recognize the importance of developing the Linguistic Culture of their students, making them aware that, currently, language teaching is a lot more than teaching linguistic proficiency in a certain language, but rather it is refinding one of the educational goals - developing Culture, assuming linguistic Culture, within this wider goal. In our study, we also consider school must reinvent the way languages are seen and how it can create more enriching encounters between languages and its students. In conclusion, we believe that contacts with languages must be understood within a holistic framework , which includes all educational agents, promoting the development of the Linguistic Culture of all the elements that are part of the educational community.
description: Mestrado em Didática - Línguas para Professores do 3º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário
URI: http://hdl.handle.net/10773/8202
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
247057.pdf2.03 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2