DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Avaliação da toxicidade de percloratos em Daphnia magna
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/820

title: Avaliação da toxicidade de percloratos em Daphnia magna
authors: Meyer, Tayvia Liz
advisors: Loureiro, Susana
keywords: Ecotoxicologia
Poluição ambiental
Dáfnia
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A contaminação ambiental provocada por percloratos provém principalmentede acções antropogénicas. Os danos causados pela contaminação química depercloratos ocorrem ao nível ambiental, como no solo e na água, com efeitostóxicos em plantas, animais, mas também ao nível da saúde humana. No Homem, a exposição a perclorato tem um efeito na redução da captação de iodeto pela tiróide (hipertireoidismo), um importante regulador do metabolismohumano. Devido aos níveis altos de oxidação, os percloratos são usados comopropulsores sólidos para foguetes e projécteis, fogos de artifícios, “air-bags” e outras tantas finalidades. São compostos altamente solúveis em água e muitopersistentes no ambiente. Considerando a importância do uso de bioindicadores para avaliação daqualidade ambiental, neste estudo utilizou-se o microcustáceo Daphnia magnaem bioensaios ecotoxicológivos para determinar os efeitos de percloratos. Com o objectivo principal de avaliar os efeitos do perclorato de sódio,perclorato de amónia e da mistura binária destes compostos químicos emDaphnia magna, foram realizados testes ecotoxicológicos agudos e crónicos eavaliados parâmetros de imobilização, reprodução, crescimento e inibiçãoalimentar. Os resultados obtidos no teste de imobilização indicaram que a toxicidade letaldo perclorato de amónio foi superior à do perclorato de sódio. Nos testes crónicos de reprodução a toxicidade do perclorato de amónio foisemelhante à toxicidade do perclorato de sódio. Já no ensaio de avaliação dataxa alimentar, o perclorato de amónia foi mais tóxico para Daphnia magnaquando comparado com o perclorato de sódio. Nos testes realizados com misturas, foram possíveis observar trêscomportamentos distintos em três diferentes parâmetros, demonstrando quediferentes parâmetros podem originar diferentes resultados, pois tudo dependedo modo de acção dos compostos químicos. O modelo conceptual CA (adição da concentração) só foi válido para um dos parâmetros (nº de neonatos), tendonos outros dois apresentado um desvio dependente do químico ou das dosesutilizadas. Deste modo concluí-se que ambos os tóxicos (perclorato de amónio/percloratode sódio), assim como a sua mistura, produzem danos nos diversosecossitemas onde estiverem presentes.

Environmental contamination by perchlorates has its primer origin fromanthropogenic procedures. Chemical contamination by perchlorates isobserved in different environmental compartments like, water, soil andsediment, inducing effects on plants, animal and also in human health. In men the exposure to perchlorates reduces iodine caption by thyroid, which is themetabolism regular organ. Due to the high oxidation levels, perchlorates are used as solid rocketpropulsors, car airbags, and fertilizers, among other uses. These compounds are highly water soluble and are also considered persistent in the environment. In this study the cladoceran Daphnia magna was used as a bioindicator to evaluate water quality when contamination with perchlorates was present. The main objective of this study was to evaluate the potential toxicity of sodiumand ammonium perchlorates, singly and combined to Daphnia magna.Ecotoxicological assays were run using as endpoints: immobilization, feeding rates and reproduction. The results indicate that lethal toxicity is higher to ammonium perchlorate thanto sodium perchlorate. In the chronic tests, using reproduction as endpoint,both chemicals toxicity was similar. When studying feeding rates, ammonium perchlorate was more toxic than sodium perchlorate. When testing the perchlorate binary mixture, we obtained three differentpatterns for response, depending on the parameter and test used: dose ratiodependency, for the immobilization test, dose level dependency for feeding inhibition test, and the conceptual model of Concentration addition for thenumber of neonates obtained in the long term exposure. Both chemical compounds, singly and in mixture can impair ecosystems and cause potential hazard and risk.
description: Mestrado em Toxicologia e Ecotoxicologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/820
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2009000840.pdf813.53 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2