DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Química > DQ - Dissertações de mestrado >
 Impacto do fogo na matéria orgânica do solo - caracterização estrutural
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8161

title: Impacto do fogo na matéria orgânica do solo - caracterização estrutural
authors: Crespo, Marina Pereira
advisors: Esteves, Valdemar
keywords: Química dos solos
Incêndios florestais
Substâncias húmicas
Matéria orgânica
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: As substâncias húmicas são a componente mais abundante da matéria orgânica do solo e desempenham papéis relevantes nos ecossistemas. É sabido que os fogos florestais alteram a estrutura e composição dos solos. Por isso, neste trabalho fez-se o estudo do impacto dos fogos na estrutura e propriedades dos ácidos húmicos dos solos. O local estudado foi uma floresta em Ermida, Portugal, e as amostras de solo queimado e não queimado foram recolhidas de duas camadas: 0-2 e 2-5 cm. Os procedimentos de extração e fracionamento foram realizados de acordo com o método recomendado pela IHSS. As amostras foram caraterizadas por termogravimetria (TG), análise elementar, e espectroscopia de ultravioleta e visível (UV-Vis), infravermelho (FT-IR), ressonância magnética nuclear 13C de estado sólido (CP-MAS 13C RMN) e fluorescência molecular. Na camada mais superficial (0-2 cm) os resultados dos solos queimados mostraram uma descida significante de grupos alquilo e também uma diminuição em O-alquilo e um aumento da aromaticidade. O fogo não teve efeito significativo nos ácidos húmicos do solo queimado da camada 2-5 cm.

The humic substances are the most abundant component of soil organic matter and play relevant roles in ecosystems. It’s known that forest fires change structure and composition of soils. Therefore, the impact of forest fires on the structure and properties of humic acids from soil was studied. The studied site is a forest in Ermida, Portugal, and the samples of burnt and non-burnt soil were sampled from two layers: 0-2 and 2-5 cm. The extraction and fractionation procedures were achieved using the recommended method by IHSS. The samples were characterized by thermogravimetry (TG), elemental analysis, and ultraviolet and visible (UV-Vis), infrared (FT-IR), solid-state 13C nuclear magnetic resonance (CP-MAS 13C NMR) and molecular fluorescence spectroscopies. In the most superficial layer (0-2 cm) the results of burnt soils showed a significant decrease of alkyl groups and also a decrease in O-alkyl and an increase in the aromaticy. The fire didn’t have a significant effect on humic acids of burnt soil from the layer 2-5 cm.
description: Mestrado em Química
URI: http://hdl.handle.net/10773/8161
appears in collectionsDQ - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
5870.pdf2.1 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2