DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Efeitos de poluentes e stressores naturais em organismos planctónicos
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/816

title: Efeitos de poluentes e stressores naturais em organismos planctónicos
authors: Martins, Maria Alexandra Santos
advisors: Guilhermino, Lúcia Maria Candeias
Soares, Amadeu
keywords: Toxicologia
Antibióticos
Aquacultura
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Ao longo dos anos e com a crescente modernização da sociedade actual, diversos produtos químicos são libertados no meio ambiente, afectando-o gradualmente. Os fármacos são um exemplo deste problema, sendo o seu consumo cada vez maior. A influência antropogénica origina também alterações climáticas, incluindo o aumento da temperatura global do planeta, pelo que é importante estudar os seus potenciais impactos. O objectivo central deste estudo foi avaliar os efeitos agudos e crónicos do antibiótico florfenicol (bastante utilizado em aquacultura) em Daphnia magna, a duas temperaturas diferentes: 20±1 e 25±1ºC. Os critérios de efeito tóxico utilizados foram a mortalidade, a reprodução e o crescimento. D. magna foi seleccionada como organismo teste por ser uma espécie padrão em Ecotoxicologia aquática que tem sido largamente utilizada como representativa dos consumidores primários de ecossistemas dulçaquícolas. Com base nos valores da concentração letal mediana (CL50) às 72 horas foi possível concluir que D. magna é mais sensível ao florfenicol a 25ºC (94 mg/L) do que a 20ºC (510 mg/L). Com base na reprodução e no crescimento dos organismos foi também possível concluir que D. magna é mais sensível ao florfenicol a 25 do que a 20ºC. A 20ºC os valores da concentração de efeito não observado (CENO) e da concentração de efeito observado (CEO) foram 6,3 e 12,5 mg/L, respectivamente, para todos os parâmetros estudados, enquanto que no teste a 25ºC os valores de CENO foram inferiores a 3,1 mg/L e os valores de CEO foram 3,1 mg/L para a maioria dos parâmetros estudados. E m conclusão, os resultados deste estudo indicam que a temperatura aumenta a toxicidade aguda e crónica do florfenicol para D. magna. ABSTRACT: Over the years, with the increasing modernization of the society, many chemicals have been released into the environment, affecting it gradually. Pharmaceuticals are an example of this problem, and its use is increasing over the world. Anthropogenic influence has been also causing climate changes, including an increase of the global temperature. Therefore, it is important to study the effects of both pharmaceuticals and temperature. The main objective of the present study was to investigate the acute and chronic effects of the antibiotic florfenicol (widely used in aquaculture) on Daphnia magna at two different temperatures: 20±1 and 25±1oC. The effect criteria used were mortality, reproduction and growth. . D. magna was selected as test organism because it is a standard species in Ecotoxicology that has been widely used as representative of primary consumers of freshwater ecosystems. Based on the values of the median lethal concentration (LC50) at 72h, it was possible to conclude that D. magna is more sensitive to florfenicol at 25 ºC (94 mg/L) than at 20 ºC (510 mg/L). The values of the no observed effect concentration (NOEC) and of the lowest observed effect concentration (LOEC) were 6.3 and 12.5 mg/L at 20ºC, respectively, for all the parameters tested, while corresponding values at 25ºC were in general lower than 3.1 mg/L. Therefore, reproduction and growth results also indicated that D. magna is more sensitive to florfenicol at 25 than at 20ºC. In conclusion, the results of the present study indicated that both acute and chronic toxicities of florfenicol to D. magna increase with the increment of temperature.
description: Mestrado em Toxicologia e Ecotoxicologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/816
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado
PT Mar - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2009000730.pdf504.47 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2