DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Variação altitudinal dos cantos da Laverca (Alauda arvensis)
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/8098

title: Variação altitudinal dos cantos da Laverca (Alauda arvensis)
authors: Raposeira, Helena Isabel Cabaça
advisors: Luís, António Manuel da Silva
Mota, Paulo Gama
keywords: Gestão de ecossistemas
Aves canoras
Biodiversidade
issue date: 2012
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Os gradientes ecológicos constituem uma oportunidade para se estudar o contributo das pressões selectivas na variação de sinais reprodutivos dos seres vivos. Como objectivo, este trabalho estuda a influência de aspectos físicos e ecológicos nas características temporais e de frequência dos cantos produzidos pela Laverca (Alauda arvensis), ao longo dum gradiente altitudinal que se estabelece na serra da Estrela. Foram mapeados os territórios dosmachos de Laverca, através do Método-dos-Mapas, em três locais de amostragem coincidentes aos limites inferior, intermédio e superior da distribuição altitudinal das Lavercas durante o período reprodutor (entre os 1000 e os 1993 metros de altitude). Depois de devidamente individualizados, foi efectuada a gravação acústica espontânea de pelo menos 30 minutos de gravação de cada um de 8 machos de cada estação. Depois de analisadas as características temporais e de frequência dos cantos, foi estudado o efeito dos gradientes altitudinais abióticos, incluindo a altitude, e dos habitats, para além da perturbação e potenciais competidores. Os resultados revelaram independência das características dos cantos em função da altitude e dos gradientes altitudinais, incluindo o ruído ambiente associado à velocidade do vento. Apenas o número de vizinhos a cantar simultaneamente parece influenciar positivamente as componentes temporais, principalmente o número e o intervalo entre sílabas. O facto de não se terem descortinado diferenças significativas nas características dos cantos dos machos dos diferentes patamares, poderá indicar que todos pertencem à mesma subpopulação, adaptada através da selecção natural a prosperar nas condições ambientais específicas do global da área de estudo. Nesta linha, a população em estudo apresenta frequências expressivamente mais baixas do que o descrito para a espécie. Por outro lado pode-se concluir que os gradientes ambientais que se estabelecem ao longo da altitude na área de estudo, não representam pressões selectivas intraespecíficas suficientemente fortes, que pudessem influenciar a selecção sexual das fêmeas de forma a permitir separar grupos dentro da população. Este facto poderá explicar a homogeneização das características dos cantos das Lavercas, independentemente do patamar altitudinal em que nidificam. Neste sentido, os resultados deste trabalho poderão indiciar que a altitude das montanhas de pequena e média dimensão da Península Ibérica não é suficientemente elevada para que se estabeleçam, na actualidade, barreiras selectivas, que levem ao aumento da variabilidade intraespecífica dentro das suas populações, especulativamente associado às diferenças ambientais, delas características.

The ecological gradients provide an opportunity to study the contribution of selective pressures on reproductive variation of signs of living things. As an objective, we have studied the influence of physic and ecologic aspects in the temporal and frequency characteristics of the songs produced by the skylark (Alauda arvensis), along an elevational gradient that is established in the serra da Estrela. We mapped the territories of male skylark, through the method-ofmaps in three sampling sites matching the lower bounds, intermediate and upper altitudinal distribution of skylark during the reproductive period (between 1000 and 1993 meters of elevation) . After appropriate individualized, we made a spontaneously acoustic recording at least 30 minutes from each of eight males from each station. After analyzing the temporal characteristics and frequency of the corners, we studied the effect of abiotic elevational gradients, including elevation. Other parameters analyzed were the habitats, disturbance and potential competitors. The results show independence of the characteristics of the songs with altitude and elevational gradients, including ambient noise associated with wind speed. Only the number of neighbors to sing at the same time seems to positively influence the temporal components, especially the number and the interval between syllables. The fact that we have not found significant differences in the characteristics of singing males in different levels, may indicate that all belong to the same subpopulation, adapted by natural selection to thrive in the global environmental conditions of the study area. In this vein, the study population has significantly lower frequencies than that described for the species. On the other hand it can be concluded that the environmental gradients that are established along the altitude in the study area do not represent a selective intraspecific pressures strong enough that could influence sexual selection in females to enable separate groups within the population. This may explain the homogeneity of the characteristics of the songs of the skylark, regardless of altitudinal level in nesting. In this sense, the present results may indicate that the altitude of the mountains of small and medium-sized Iberian Peninsula is not high enough to establish that, at present, selective barriers, leading to increased intraspecific variability within populations, possibly associated with environmental differences, these characteristics.
description: Mestrtado em Biologia Aplicada
URI: http://hdl.handle.net/10773/8098
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
5831.pdf32.91 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2