DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Química > DQ - Dissertações de mestrado >
 Prevalência da infecção por HPV num grupo de mulheres portuguesas
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7886

title: Prevalência da infecção por HPV num grupo de mulheres portuguesas
authors: Bastos, Marisa Raquel Alves de
advisors: Pedro, Virgínia Marlene Fernandes
Ferreira, Rita Maria Pinho
keywords: Bioquímica
Doenças venéreas
Vírus do papiloma humano
Cancro do colo do útero - Rastreio
Genotipos
issue date: 15-Jul-2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O cancro do colo do útero é o segundo cancro mais comum na mulher e é causado por um vírus sexualmente transmissível com elevada prevalência na população: o Papilomavírus Humano (HPV). Estima-se que 80% da população mundial tenha um episódio de infecção por este vírus ao longo da vida. Os estudos sobre a infecção por HPV na população portuguesa são escassos, e os que existem apontam para uma realidade diferente dos diversos estudos europeus e mundiais existentes, nomeadamente no que diz respeito aos números da prevalência da infecção e aos genótipos mais comuns na população. A falta de rastreios organizados que abranjam todo o país faz de Portugal um dos países europeus com maior taxa de incidência e mortalidade por cancro do colo do útero. Conhecer a epidemiologia do HPV é um ponto importante para o desenvolvimento de programas eficientes de rastreio de cancro do colo do útero e de vacinação contra o HPV que visam reduzir a taxa de incidência e mortalidade por este cancro. Este trabalho foca-se na análise da infecção por HPV numa população de mulheres portuguesas no sentido de analisar a prevalência geral de infecções, a prevalência de infecções múltiplas, identificar os genótipos mais frequentes em cada zona do país (Norte, Centro e Sul) e em três faixas etárias ( 30 anos, 31-50 anos e >50 anos). Verificou-se que 36,1% da população analisada tinha infecção por HPV, sendo que destas, 26,6% eram infecções múltiplas. A faixa etária da paciente e a sua zona de residência demonstraram ser factores com influência prevalência de HPV. A zona com maior prevalência da infecção por HPV foi o Norte e a zona com menor prevalência foi o Centro. No geral, a taxa da infecção diminuiu com o aumento da idade das pacientes, à semelhança de outros estudos a nível nacional e mundial. Os genótipos mais frequentes na população foram o 16, 31, 42, 51 e 58. Relativamente à prevalência em pacientes com resultado citológico conhecido, 78,6% das citologias anormais foram HPV DNA positivas, tendo sido detectada a presença de pelo menos um genótipo de HPV em todos os casos ASC-H, LSIL e HSIL. Com este trabalho concluiu-se que a prevalência da infecção por HPV na população estudada é relativamente elevada. A integração de um teste de HPV nos métodos de rastreio poderá identificar os casos de pacientes infectadas com o vírus, contribuindo para a redução da disseminação do vírus assim como para a detecção precoce de lesões precursoras de cancro. A eficácia das vacinas contra o HPV actualmente administradas em crianças com 13 anos de idade deve ser alvo de estudo pois conferem protecção para os genótipos de alto risco 16 e 18, sendo que este último não é dos mais prevalentes na população portuguesa havendo outros, como o 31, que é bastante frequente e para o qual a vacina não confere imunidade.

Cervical cancer is the second most common cancer in women and is caused by a sexually transmitted virus with high prevalence in the population: Human Papillomavirus (HPV). It is estimated that 80% of the population has an episode of infection by this virus throughout life. Studies on HPV infection in the Portuguese population are scarce, and those that exist indicate a different reality from many studies in Europe and worldwide, particularly in the numbers of infection prevalence and most common genotypes in the population. The lack of an organized screening covering the whole country turns Portugal in to of the European countries with the highest incidence and mortality from cervical cancer. The epidemiology of HPV provides important information for the development of effective screening programs for cervical cancer and HPV vaccination in order to reduce the incidence and mortality from this cancer. This work focuses on the analysis of HPV infection in a population of women living in Portugal in order to analyze the prevalence of general infection, the prevalence of multiple infections, to identify the most frequent genotypes in each area of the country (North, Central and South) and on three age groups ( 30 years, 31-50 years and > 50 years). It was found that 36.1% of the surveyed population had HPV infection, and 26.6% of these were multiple infections. The age and area of residence of the patient proved to be factors that influence prevalence of HPV. The area with the highest prevalence of HPV infection was the North and the area with the lowest prevalence was the center. Overall, the rate of infection decreased with increasing age of the patients, similar to other studies nationally and globally. The most frequent genotypes in the population were 16, 31, 42, 51 and 58. Regarding the prevalence in patients with known cytological result, 78.6% of abnormal results were HPV DNA positive and the presence of at least one HPV genotype was detected in all cases ASC-H, LSIL and HSIL. We concluded that the prevalence of HPV infection in this population is relatively high. The introduction of a HPV test in screening methods may identify infected patients, contributing to reduce the spread of the infection and identify precancerous lesions. The effectiveness of HPV vaccines currently administered to children under 13 years of age should be investigate since it gives protection for HPV 16 and 18, but HPV 18 is not one of the most prevalent genotypes in Portuguese population, while other genotypes, like HPV 31, is very common and is not covered by vaccine immunity.
description: Mestrado em Bioquimica
URI: http://hdl.handle.net/10773/7886
appears in collectionsDQ - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
243263.pdf970.14 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2