DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Comunicação e Arte > CETAC.MEDIA: Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências da Comunicação > cetac.media - Capítulo de livro >
 Comunicação e tutoria on-line
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7844

title: Comunicação e tutoria on-line
authors: Moreira, António
Pedro, Luis
Santos, Carlos Manuel Neves
keywords: comunicação
Tutoria
On-line
Interação
issue date: 2008
publisher: Relógio d’Água Editores
abstract: A sociedade actual é caracterizada, por vários autores (Castels, 1996, 1997, 1998; Barney, 2004), como uma sociedade em rede, i.e., uma sociedade onde as funções e processos dominantes estão organizados em redes que constituem, em si próprias, uma estrutura morfológica e operativa ao nível da experiência, das relações, do poder, da produção, da educação e cultura. Deste modo, e num sentido lato, as redes podem caracterizar-se como uma estrutura em que diversos pontos estão relacionados entre si por ligações múltiplas e, por vezes, redundantes. Em termos educativos, o elemento fulcral destas redes são as comunidades de aprendizagem, i.e., os pontos aglutinadores de indivíduos, experiências e interesses que estabelecem ligações, nem sempre aparentes ou visíveis, entre si, no processo de construção de conhecimento. Assim, muito embora o processo de aprendizagem esteja associado a mudanças cognitivas individuais, os contextos que enquadram esta actividade são sempre constituídos por outros indivíduos, por diversas partilhas e iterações, e por um potencial comum de desenvolvimento cognitivo. Neste sentido, termos como “aprendizagem situada”, “aprendizagem contextual”, “sócio-construtivismo” e “comunidades de aprendizagem” começam a fazer parte, progressivamente, do vocabulário utilizado nas áreas das Ciências da Educação, da Psicologia de Aprendizagem e da Tecnologia Educativa. O último termo apresentado – comunidades de aprendizagem – encerra, em si próprio, um conjunto de questões definidoras de um novo paradigma de ensino/aprendizagem. Isto porque, numa comunidade de aprendizagem, valoriza-se a atitude de colaboração na negociação, necessariamente partilhada, de significados para o que é aprendido. Deste modo, há uma componente social de interacção em qualquer contexto educativo que contribui para o desenvolvimento de competências e para a aquisição – partilhada, comunal – de conhecimentos. Consequentemente, quer as metodologias adoptadas, quer os recursos tecnológicos utilizados no processo de ensino e aprendizagem devem dar resposta a este tipo de pressupostos, actuando no sentido de promover e facilitar a implementação de estratégias pedagógicas com um enfoque claro na interacção e na construção partilhada de conhecimento. Todos estes factores – comunicação, interacção, aprendizagem, metodologias de ensino e tecnologia – serão objecto de uma reflexão global e interdependente no presente capítulo.
URI: http://hdl.handle.net/10773/7844
ISBN: 9789896411411
appears in collectionscetac.media - Capítulo de livro

files in this item

file description sizeformat
Capitulo5.pdfMain chapter239.77 kBAdobe PDFview/open
Restrict Access. You can Request a copy!
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2