DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Comunicação e Arte > DECA - Teses de doutoramento >
 Inquietação, memória e afirmação no batuque: música e dança cabo-verdiana em Portugal
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7559

title: Inquietação, memória e afirmação no batuque: música e dança cabo-verdiana em Portugal
authors: Ribeiro, Jorge Manuel de Mansilha Castro
advisors: Sardo, Susana Bela Soares
Branco, Salwa El-Shawan Castelo
keywords: Etnomusicologia
Música - Cabo Verde - Portugal
Dança - Cabo Verde - Portugal
Pós-colonialismo - Música
Batuque
issue date: 2012
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O presente trabalho propõe-se descodificar o papel da performance do batuque enquanto elemento central e identificador de aspetos sociais, políticos e culturais no contexto poscolonial da relação entre Cabo Verde e Portugal. A tese problematiza vários aspetos do batuque, música e dança cabo-verdiana na perspetiva da história, da teoria do poscolonialismo e da migração. Discute especificidades da comunidade imigrante cabo-verdiana em Portugal e propõe uma abordagem etnográfica da sua organização musical, centrando-se no batuque e sobretudo no grupo Finka-Pé, na sua história e atividade. A performance do batuque é interpretada como ingrediente de afirmação e integração social e, simultaneamente, como elemento de inquietação e memória de resistência. O batuque é estudado e descrito do ponto de vista histórico, etimológico e musical. Finalmente analisa-se a divulgação e a emergência pública do batuque em Portugal enquanto género de conotação musical africana. A prática do batuque constitui um rico marcador da relação e da atitude poscolonial porque este veio emparelhar-se e ganhar espaço junto de outros géneros musicalmente mais próximos das práticas europeias que historicamente definiam a singularidade cultural cabo-verdiana no contexto do império colonial português.

This work aims to decode the role of batuque performance as a core and revelatory element of social, political and cultural aspects within the postcolonial context of the relation between Cape Verde and Portugal. This thesis problematizes several aspects of batuque, cape-verdian music and dance from the multiple perspectives of history, post-colonial theory and migration. It argues specifities of the cape-verdian immigrant community in Portugal and it proposes an ethnographic approach to its musical organization, centered in the batuque and especially in the group Finka-Pé, its history and activity. Batuque performance is interpreted as a mechanism of social afirmation, integration and, at the same time, as evidence of unrest and memory of resistance. Batuque is described from the historical, etimological and musical points of view. Finally I analyze the dissemination and public visibility of batuque in Portugal as a genre of African connotation. This constitutes a rich marker of the post-colonial interface and relation, because it has paired up and has gained ground together with other musical genres of European affinity that were historically used to define the cape-verdian cultural uniqueness within the context of the Portuguese colonial empire.
description: Doutoramento em Música
URI: http://hdl.handle.net/10773/7559
appears in collectionsDECA - Teses de doutoramento
UA - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
246480.pdf6.04 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2