DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território > CSPT - Dissertações de mestrado >
 Analysis of higher education costs sharing implementation in Ethiopia
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7553

title: Analysis of higher education costs sharing implementation in Ethiopia
other titles: Análise das políticas de partilha de custos no ensino superior etíope
authors: Alemu, Sintayehu Kassaye
advisors: Teixeira, Pedro Nuno
keywords: Administração do ensino superior
Ensino superior - Etiópia
Financiamento da educação
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: One major problem governments of the world and particularly governments of the developing countries have faced is the issue of how to reform the finance of higher education in response to the interconnected pressures of rising higher education enrollment (massification) and the incompatible public budget. The last three or four decades have witnessed major changes in the way both developed and developing countries‘ higher education is financed. Governments and higher education institutions have grappled with the problem of financing massified higher education system while public expenditure for education has failed to keep pace or in some cases declined. Backed by such objectives and economic arguments as higher education rates of return, equity, and efficiency, higher education massification has caused far-reaching, country and institution specific, turbulent reform processes and one of these is the higher education financial reform. Massification has exerted financial pressure on the public revenue and caused the inescapable higher education financial austerity, which is more pronounced and exhibited in the developing countries. The perception and the subsequent introduction of cost sharing, in the form of tuition fee, other fees and user charges where higher education was previously offered for free and the substantial increase in tuition fees in several countries where they did previously exist, is partly the result of the higher education financial pressure. This has been the product of escalating higher education enrollment, less revenue, and the rising of unit cost. Arguably, cost sharing has been adhered and favored for its role in promoting higher education efficiency and equity as well. Four parties are in the frontline in sharing the cost of higher education. These are students, parents, governments and donors. Private investors also share the burden of the growing higher education demand. The tendency of introducing payments for higher education, significant increases in tuition fees, and the change of student aid systems from grants to loans has been the source of controversy and debates, which have become negative dowries for the implementation of the policy of cost sharing, in many countries. Moreover, the effort of cost sharing policy implementation, in many developing countries has been frustrated by many other national and international factors. This study is trying to analyze, benchmarking developing countries and with specific reference to Ethiopia, the concept of cost sharing, the rationales of cost sharing and highlights the major features of cost sharing policy implementations.

Um grande problema dos governos dos governos do mundo e particularmente dos países em desenvolvimento têm enfrentado é a questão de como a reforma do financiamento do ensino superior em resposta às pressões crescentes interligada de inscrição do ensino superior (massificação) e do orçamento incompatível público. Os últimos três ou quatro décadas testemunharam grandes mudanças na maneira como a educação tanto nos países desenvolvidos e em desenvolvimento maior é financiado. Os governos e as instituições de ensino superior têm se confrontado com o problema do financiamento massificada sistema de ensino superior, enquanto a despesa pública para a educação não conseguiu manter o ritmo ou, em alguns casos diminuiu. Apoiado por esses objectivos e argumentos econômicos como as taxas de retorno do ensino superior, equidade e eficiência, a massificação do ensino superior tem provocado profundas, o país ea instituição específica, os processos de reforma turbulento e uma delas é a reforma do ensino superior financeiros. Massificação exerceu pressão financeira sobre a receita pública e causou a austeridade de ensino superior inescapável financeira, que é mais pronunciado e exibido em países em desenvolvimento. A percepção ea subsequente introdução da partilha de custos, na forma de propinas, taxas e outros encargos do usuário onde o ensino superior foi anteriormente oferecido gratuitamente eo aumento substancial das propinas em vários países onde existiam anteriormente, é em parte resultado da maior pressão de educação financeira. Este tem sido o produto de uma escalada de matrícula do ensino superior, menos receitas, bem como a subida do custo unitário. Indiscutivelmente, a partilha dos custos tem sido respeitado e favorecido por seu papel na promoção da eficiência e equidade do ensino superior também. Quatro partidos estão na linha da frente na distribuição dos custos do ensino superior. Estes são os alunos, pais, governos e doadores. Os investidores privados também partilhar os encargos da demanda crescente de educação superior. A tendência de introdução de pagamentos para o ensino superior, um aumento significativo das propinas ea alteração dos regimes de auxílio estudantil de subvenções ao crédito tem sido fonte de controvérsias e debates, que tornaram-se os dotes negativos para a execução da política de partilha dos custos, em muitos países. Além disso, o esforço de implementação da política de partilha de custos, em muitos países em desenvolvimento tem sido frustrados por muitos outros factores nacionais e internacionais. Este estudo é tentar analisar, a análise comparativa dos países em desenvolvimento e com referência específica à Etiópia, o conceito de partilha de custos, as lógicas de partilha de custos e destaca as principais características de implementações de políticas de partilha de custos.
description: Mestrado em Ensino Superior - Erasmus Mundus
URI: http://hdl.handle.net/10773/7553
appears in collectionsCSPT - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
243061.pdf1.35 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2