DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ambiente e Ordenamento > DAO - Dissertações de mestrado >
 Avaliação da qualidade do ar no Arquipélago da Madeira
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7550

title: Avaliação da qualidade do ar no Arquipélago da Madeira
authors: França, Tatiana Amara Gouveia
advisors: Monteiro, Maria Alexandra Castelo Sobral
Ferreira, Joana Cardoso
keywords: Engenharia do ambiente
Qualidade do ar - Avaliação - Arquipélago da Madeira (Portugal)
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O presente trabalho tem como objectivo avaliar a qualidade do ar ambiente na Região Autónoma da Madeira, recorrendo aos dados de monitorização existentes e a técnicas de análise de dados. Foram analisados os níveis dos diversos poluentes atmosféricos, PM10, PM2.5, SO2, NO2, CO e O3 durante o período de 2004 a 2009, em duas redes de monitorização da qualidade do ar distintas, uma localizada na área urbana do Funchal, a cargo da Direcção Regional do Ambiente e outra na zona industrial da Meia Serra, sob responsabilidade de uma entidade privada. A metodologia utilizada no diagnóstico da qualidade do ar compreendeu, a verificação do cumprimento da legislação em vigor (Decreto-Lei n.º 102/2010). Adicionalmente, efectuou-se o estudo do comportamento destes poluentes no arquipélago da Madeira, mediante a avaliação dos seus perfis diários e a análise de tendências ao logo do período de estudo. O estudo permitiu concluir que a área mais preocupante em termos de qualidade do ar e de exposição humana é a cidade do Funchal. Contudo, não foi identificada nenhuma tendência relativa à evolução da qualidade do ar na área de estudo. Os resultados apontam o ozono e as partículas como os poluentes mais críticos do panorama regional, tendo-se registado, com alguma frequência, excedências aos valores limite legislados ao logo dos cinco anos de estudo, o que fez estes dois poluentes merecedores de uma especial atenção. O estudo destes episódios, em particular de partículas, em maior detalhe permitiu verificar que a qualidade do ar no arquipélago da Madeira é fortemente influenciada por eventos de poluição de origem natural, nomeadamente transporte de poeiras do deserto do Sahara. Relativamente aos episódios de O3, verificaram-se terem origem fundamentalmente em processos fotoquímicos e serem fortemente influenciados pelas condições atmosféricas e de dispersão. É neste contexto, que o trabalho aqui desenvolvido representa um importante contributo para a definição e melhoramento das estratégias de gestão da qualidade do ar na Região Autónoma da Madeira, na medida em que identificam as fragilidades do actual sistema de gestão, permitindo que, no futuro as mesmas possam ser superadas.

The main objective of this study is to evaluate the air quality in the Região Autónoma da Madeira, using existing data and data analysis techniques. The levels of several air pollutants, PM10, PM2.5, SO2, NO2, CO and O3 were analyzed during the period from 2004 to 2009, in two different air quality monitoring networks, one situated in the urban area of Funchal, supervised by the Regional Department of Environment and another in the industrial zone of Meia Serra, belonging to a private entity. The methodology used in the diagnosis of the air quality has focused on the existing legislation (Decree-Law nr. 102/2010). Additionally, it was studied the behaviour of these pollutants in the Madeira archipelago, through the evaluation of their daily profiles and the analysis of their trends throughout the period of this study. The study concluded that the most concerned area in terms of air quality and human exposure is the city of Funchal. However, it was not possible to identify any tendency of evolution of the air quality in the studied areas. The results indicate ozone and particulate matter as the most critical pollutants in the region, with frequent exceedances to the limit values legislated, during the five years of this study, which made these pollutants deserving of special attention. The study of these episodes, as regards particulate matter in particular, has shown that the air quality in the Madeira archipelago is largely influenced by the air pollution of natural origin, mainly the transport of dust from the Sahara desert. The high levels of O3 have their origin mainly in photochemical processes and are strongly influenced by weather and dispersion conditions. In this context, the work developed represents an important contribution to the development and improvement of air quality management strategies in the Região Autónoma da Madeira, in the way that there were identified weaknesses of the current management system, which can be overcome in the near future.
description: Mestrado em Engenharia do Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10773/7550
appears in collectionsDAO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
243216L.pdf4.72 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2