DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Questionário de cronótipo em crianças: adaptação portuguesa do Children's Chronotype Questionnaire
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7488

title: Questionário de cronótipo em crianças: adaptação portuguesa do Children's Chronotype Questionnaire
authors: Couto, Diana Almeida
advisors: Gomes, Ana Allen
Silva, Carlos Fernandes da
keywords: Psicologia do desenvolvimento
Ciclo do sono
Crianças em idade escolar
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Os Ritmos Circadianos apresentam uma complexa e organizada hierarquia (Borisenkov, 2010; Hofstra, & de Weerd, 2008), têm uma periodicidade próxima de um dia e esta designação foi primeiramente utilizado por Franz Halberg em 1959, para descrever ritmos endógenos com um período próximo de 24h. O estabelecimento da fase circadiana por parte do relógio biológico constitui uma estratégia adaptativa importante (Marques, & Menna-Barreto, 2003). O Tipo Diurno tem a ver com um padrão individual de distribuição dos parâmetros circadianos pelo nictómero (Gomes, 2005); é uma característica individual relativamente estável, especificamente relacionada com a acrofase dos ritmos circadianos. Hörne e Ostberg (1976, cf. Evans, 2010) definiram 5 categorias de Tipos Diurnos, distribuídas ao longo de um continuum, em que cada categoria apresenta características distintivas. O Questionário de Cronótipo em Crianças (QCTC) constitui uma adaptação portuguesa do Children’s Chronotype Questionnaire (CCTQ), publicado em 2009 por H. Werner, M. K. LeBourgeois, A. Geiger e O. Jenni. O CCTQ é um questionário composto por 27 itens, destina-se a ser respondido por pais e encarregados de educação de crianças entre os 4 e os 11 anos de idade e permite determinar 3 medidas: Ponto Médio de Sono em Dias Livres (e o Ponto Médio de Sono corrigido em Dias Livres), Matutinidade/Vespertinidade e Cronótipo. Inicialmente foram pedidas autorizações à entidade portuguesa responsável pela administração de questionários em meio escolar, bem como aos Agrupamentos de Escolas onde se pretendia recolher a amostra. Foi elaborada uma primeira tradução, que foi submetida à análise de diversos peritos; com base nas suas sugestões, foi criada uma nova versão, que foi administrada num conjunto de pais para “Reflexão Falada” (Almeida & Freire, 2008). Finalmente, com base nos seus comentários, foi concebida a versão experimental portuguesa e administrada em dois Agrupamentos de Escolas. A amostra foi constituída por 397 crianças, 187 (47,1%) do sexo masculino e 209 (52,6%) do sexo feminino, dos 4 aos 11 anos de idade, que frequentavam desde o Jardim de Infância até ao 6º ano de escolaridade Apresentam-se e discutem-se os resultados encontrados no nosso estudo e a sua comparação com os resultados obtidos por Werner e colaboradores, assim como as principais limitações encontradas e sugestões para futuros trabalhos.

Circadian Rhythms show a complex and organized hierarchy (Borisenkov, 2010; Hofstra, & de Weerd, 2008), have a frequency close to one day and this designation was first used by Franz Halberg in 1959 to describe endogenous rhythms with a period near to 24h. The establishment of the circadian phase by the biological clock is an important adaptive strategy (Marques, & Menna-Barreto, 2003). Diurnal Preference is related with the pattern of distribution of individual circadian parameters on the light/dark cycle (Gomes, 2005); more exactly, it is a relatively stable individual characteristic, defined by the acrophase of the circadian rhythms. Hörne and Östberg (1976, cf. Evans, 2010) defined five categories of Diurnal Preference, distributed along a continuum, in which each class has distinctive categories. The Questionário de Cronótipo em Crianças (QCTC) is an adaptation to the Portuguese population of the Children’s Chronotype Questionnaire (CCTQ), published in 2009 by H. Werner, M. K. LeBourgeois, A. Geiger and O. Jenni. The CCTQ is a questionnaire comprising 27 items, answered by parents of 4- to 11-year-old children, and consists of 3 scales: Midsleep Point on Free Days (and Corrected Midsleep Point on Free Days), Morningness/Eveningness and Chronotype. Firstly it was requested permission to the responsible Portuguese entity for administration of questionnaires in schools, as well as to school clusters where it was intended to collect the sample. A first translation was prepared, which was analyzed by various experts; based on their suggestions, it was created a new version, which, in turn, was given to a group of parents. Finally, based on their comments, the Portuguese experimental version was prepared and administered in two school clusters. The sample included 397 children, 187 (47,1%) males and 209 (52,6%) females, aged 4 to 11 years-old, who attended school from kindergarten to 6th grade. Comparisons between the results obtained by Werner and colleagues and the results obtained in this study are presented, as well as the main constraints encountered and suggestions for future studies.
description: Mestrado em Psicologia - Psicologia Clínica e da Saúde
URI: http://hdl.handle.net/10773/7488
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
244014.pdf695.11 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2