DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Comunidade bacteriana endofítica cultivável de Halimione portulacoides
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7377

title: Comunidade bacteriana endofítica cultivável de Halimione portulacoides
authors: Martins, Vânia Catarina Mendes
advisors: Alves, Artur Jorge da Costa Peixoto
keywords: Microbiologia
Bactérias patogénicas
Filogenia
Biotecnologia
Macrófitas
Halófitas
Halimione portucaloides L
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Halimione portulacoides é uma planta halófita, geralmente encontrada em sapais. Tal como outras macrófitas, tem sido apontada como um bioindicador de contaminação por metais. A par com esta classificação foi considerada como potencial biomonitor para contaminação por mercúrio. A forma como esta planta interage com o sedimento, nomeadamente na mobilização de diferentes poluentes do solo, levou a que fosse considerada como potencialmente útil não só para fitoestabilização como também para fitorremediação de solos contaminados. Neste sentido, dada a potencial importância ambiental que H. portulacoides apresenta, o estudo de comunidades bacterianas associadas a ela é fundamental, pois além dessas comunidades desempenharem um papel funcional relevante na interacção com a planta, os estudos realizados até ao momento são limitados. Este estudo foi realizado em 2010, centrando-se num local de colheita denominado por Largo do Laranjo, localizado na Ria de Aveiro. Neste local foram colhidas, em datas distintas, plantas da espécie Halimione portulacoides para posterior análise. Esta análise teve como base a divisão da planta em duas partes distintas, a raiz e a parte aérea. A quantificação do teor de bactérias endofíticas cultiváveis revelou uma maior abundância na raiz, comparativamente à parte aérea. Os isolados obtidos foram caracterizados fisiologicamente através de diversos testes enzimáticos, apresentando resultados promissores quanto ao potencial biotecnológico, com todos os isolados a responderem positivamente a dois ou mais testes. 131 isolados foram caracterizados, destes 49 são provenientes da parte aérea e 89 da raiz. Os padrões de tipagem obtidos por ERIC-PCR permitiram o estabelecimento de 55 perfis distintos. Representantes destes perfis foram seleccionados e o rDNA 16S dos isolados foi amplificado e analisado por sequenciação. Foram identificadas bactérias pertencentes aos Filos Actinobacteria (predominante na parte aérea), Firmicutes (exclusivo da raiz) e Proteobacteria (predominante na raiz). Verificou-se uma maior diversidade na porção radicular, representada por 15 Géneros distintos, sendo 11 deles exclusivos deste sector. A parte aérea apresentou uma menor diversidade, com apenas 6 Géneros distintos, 2 dos quais exclusivos desta porção. No cômputo geral os Géneros mais representados foram Pseudomonas e Microbacterium. Os resultados demonstraram que as comunidades radiculares e da parte aérea são diferentes, o que sugere não só a diferenciação da comunidade segundo o tecido, como também a possibilidade da entrada de microrganismos na planta não ocorrer apenas através da raiz.

Halimione portulacoides is a halophyte plant usually found in salt marshes. Like other macrophytes, has been identified as a bioindicator of metal contamination. Along with this classification this plant was considered as a potential biomonitor of mercury contamination. The way the plant interacts with the sediment, including the mobilization of different pollutants from the ground, lead to be considered as potentially useful not only for phytostabilization as well as for phytoremediation of contamined soils. In this sense, given the potential environmental importance that H. portulacoides presents, the study of bacterial communities associated with it, is fundamental because besides the fact that these communities play an important functional role in the interaction with plants, studies till this moment are limited. This study was conducted in 2010, focusing on a sampling point called Largo do Laranjo, located at Ria de Aveiro. Halimione portulacoides plants were harvested in this site, on different dates, for further analysis. This analysis was based on the division of the plant into two distinct parts, the root and the aerial part. Quantifying the amount of cultivable endophytic bacteria revealed a greater abundance in the root compared with the aerial part. The isolates were characterized physiologically by several enzymatic tests, showing promising results regarding the biotechnological potential, with all isolates responding positively to two or more tests. 131 isolates were characterized, 49 of these are from the aerial part and 89 from the root. The typing patters obtained by ERIC-PCR enabled the identification of 55 distinct profiles. Representatives of these profiles were selected and the 16S rDNA of the isolates was amplified and analyzed by sequencing. Bacteria belonging to phyla Actinobacteriea (predominantly in the aerial part), Firmicutes (exclusive of root) and Proteobacteria (predominantly in the root) were identified. There was a greater diversity in the root portion, represented by 15 distinct genera, 11 of them unique to this sector. The aerial part had a lower diversity, with only 6 different genera, 2 of which are unique in this part. Overall the most represented genera were Pseudomonas and Microbacterium. The results showed that communities of the root and from the aerial part are different, which suggests not only the differentiation of the community according to the tissue, but also the possibility that the root is not the only existent entry of microorganisms in the plant.
description: Mestrado em Biologia Aplicada - Microbiologia Clínica e Ambiental
URI: http://hdl.handle.net/10773/7377
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado
Ria - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
244261.pdf1.16 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2