DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Escola Superior de Saúde > ESS - Dissertações de mestrado >
 Cuidado a pessoas adultas idosas com VIH/SIDA : narrativas de profissionais de saúde
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/7343

title: Cuidado a pessoas adultas idosas com VIH/SIDA : narrativas de profissionais de saúde
authors: Sousa, Carla Sofia de Oliveira e
advisors: Silva, Alcione Leite da
keywords: Gerontologia
Pessoas idosas
Vírus da Sida
Cuidados de saúde
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Estudos recentes têm demonstrado que a infeção por VIH tem aumentado nas pessoas adultas idosas. Esse aumento deriva, em grande parte, da melhoria da qualidade de vida, da evolução do tratamento e da sexualidade mais tardia, através do recurso à medicação. No entanto, há uma lacuna significativa de estudos na área, em especial na realidade portuguesa. Com base no exposto, nós desenvolvemos este estudo que tem como objetivo conhecer as vivências, abordagens e significados do cuidado a pessoas adultas idosas com VIH/SIDA, na perspetiva de profissionais de saúde. Para a abordagem do tema, recorremos à pesquisa qualitativa, com foco na história oral. Participaram no estudo 22 profissionais de saúde, sendo 11 enfermeiros(as) (seis homens e cinco mulheres) e 11 psicólogas. A recolha de dados foi realizada através de uma entrevista semiestruturada, tendo sido respeitados os princípios éticos. A categorização dos dados foi desenvolvida através da análise de conteúdo, com o apoio do programa QSR NVivo. Com base na análise dos dados, emergiram três categorias: vivências de cuidado a pessoas com VIH/SIDA, abordagens de cuidado a pessoas com VIH/SIDA e família e significados do cuidado a pessoas com VIH/SIDA. Como principais resultados, constatamos que os(as) profissionais caracterizam a vivência de cuidar pessoas com VIH/SIDA como positiva. Ao longo dos anos, conviveram com diversos desafios: lacuna de conhecimento, sentimentos contraditórios, preconceito e estigma associado à doença, medo de contágio, enfrentamento da morte e convívio com situações de risco e com grupos sociais heterogéneos e diferenciados. O cuidado à saúde caracterizou-se por ser multiprofissional, centrado na pessoa com VIH/SIDA, na sua totalidade, e na família. Os significados do cuidado abrangeram três dimensões: cognitiva, afetiva-relacional e técnico-instrumental. Com este estudo, esperamos suscitar novos interesses acerca desta temática e desencadear a realização de novas investigações na área. Além disso, procuramos sensibilizar a sociedade em geral e todos os(as) profissionais de saúde para a importância do cuidado a este grupo social.

Recent studies have shown that HIV infection has increased in the elderly adults. This increase stems largely from the improved quality of life, the evolution and treatment and of later sexuality, through the use of medication. However there is a significant gap of studies in this area, especially in the Portuguese reality. Based on the exposure, we conducted this study with the objective of knowing lived, approaches and meanings of caring for older adults with HIV/AIDS, in the perspective of health professionals. To approach to the subject, we turned to qualitative research, focusing on oral story. 22 health professionals, 11 nurses (six men and five women) and 11 psychologists participated in this study. Data collection was performed using a semistructured interview, being ethical principles respected. The categorization of data was developed through content analysis, with the support of the QSR NVivo. Based on data analysis, three categories emerged: experiences of caring for people with HIV/AIDS, approaches to care for people with HIV/AIS and their families and the different meanings of caring for people with HIV/AIDS. The main results show that professionals have seen the experience of caring for people with HIV/AIDS as positive. Over the years, they lived with several challenges: lack of knowledge, mixed feelings, prejudice and stigma associated with the disease, fear of contagion, coping with death and live with risk situations and with different and heterogeneous social groups. The health care is characterized by being multi-centred in the person with HIV/AIDS and in his/her totality, and family. The meanings of care covered three dimensions: cognitive, affective/relational and technical/instrumental. With this study, we hope to raise a new range of interests about this subject and to trigger new research work in this area. Besides that, we also tried to make society at large as well as all health professionals aware of the importance of taking care of this social group
description: Mestrado em Gerontologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/7343
appears in collectionsESS - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
Dissertação_Carla_Sousa.pdf1.23 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2