DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ambiente e Ordenamento > DAO - Teses de doutoramento >
 Composição química do aerossol europeu
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/704

title: Composição química do aerossol europeu
authors: Caseiro, Alexandre Filipe Fernandes
advisors: Pio, Casimiro Adrião
Puxbaum, Hans
keywords: Ciências do ambiente
Aerossóis
Celulose
Biomassa
Poluição do ar
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Nos últimos anos, o aerossol tem vindo a ser alvo de crescente interesse por parte da comunidade científica internacional. Tal interesse deve-se aos vários efeitos que o aerossol atmosférico ambiente provoca: efeitos na saúde, efeitos no clima, efeitos no património edifícado e nos ecossistemas. A queima de madeira tem sido identificada como uma importante fonte de aerossol. Mais recentemente, foram identifícadas as partículas biogénicas como uma fonte potencialmente importante de aerossol ambiente. Para regular de forma eficiente as actividades humanas que afectam os níveis de partículas finas presentes na atmosfera, é primordial conhecer quais as fontes que contribuem para os níveis actuais de partículas assim como as suas contribuições relativas. Uma estratégia usada para esse efeito tem sido o uso de marcadores moleculares que agem como assinaturas para uma única fonte ou tipo de fontes. Neste trabalho, o levoglucosan, um conhecido traçador molecular para a queima de biomassa, foi usado para quantificar a contribuição dessa fonte em vários locais austríacos e europeus. Também no âmbito deste trabalho, foi desenvolvido um método inovador para a determinação deste composto. A celulose foi usada como traçador para os detritos vegetais e a possibilidade do uso de açucares como marcadores de partículas biogénicas foi investigado. ABSTRACT: Through the last years, aerosol has been the object of growing interest from the international scientific community. Such interest is due to the efects of the ambient atmospheric aerosol: efects on public health, efects on the climate, efects on the built environment and on ecosystems. Wood burning has been since very early identified as a main source of ambient atmospheric aerosol. Though more recently, bioparticles have also been positively identified as a potentially sizeable fraction of the aerosol. In order to efficiently regulate human activities that have an impact on the atmospheric aerosol, it is of first importance to identify and quantify the diferent sources that contribute to the ambient aerosol. One way to do this has been with the use of molecular organic tracers that act as a signature for a single source or type of sources. In this work, levoglucosan, a known tracer for biomass burning has been used to quantify the emissions from that source in a series of Austrian and European sites. Also in the scope of this Ph. D., a novel method has been developed for the determination of this compound. Cellulose has been used as a tracer to quantify the contribution of plant debris and the possible use of sugars as traces for biogenic particles has been investigated.
description: Doutoramento em Ciências do Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10773/704
appears in collectionsUA - Teses de doutoramento
DAO - Teses de doutoramento

files in this item

file description sizeformat
2009000749.pdf5.74 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2