DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Artigos >
 A relação das crianças com o saber em educação pré-escolar: subsídios de um estudo em filosofia da educação.
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/6985

title: A relação das crianças com o saber em educação pré-escolar: subsídios de um estudo em filosofia da educação.
authors: Pedro, Ana
Libório, Ofélia
keywords: discursos pedagógicos
antinomias pedagógicas
crianças
conhecimento
issue date: Sep-2007
publisher: Universidade de Coruña
abstract: Nesta comunicação propomo-nos reflectir em torno de uma questão que tem estado afastada das abordagens pedagógicas em educação pré-escolar: a relação das crianças com o saber. Habitualmente, e porque por saber se entende a corporização de uma selecção cultural determinada oficialmente (currículo prescrito), esta questão não é considerada central em educação pré-escolar. Porém, os currículos existem, são apreensíveis e veiculam saberes, pelo que a questão se torna pertinente. Os discursos pedagógicos baseados na teoria normativa ancoradas na visão antinómica pedagogia tradicional/transmissiva versus novas pedagogia/activa e, simultaneamente, fundadas nas teorias psicológicas, opondo ambientalismo ao desenvolvimentismo e construtivismo apresentam limitações que necessitam ser superadas pelo educador que trabalha com crianças concretas, já que a positividade das relações com o saber pode ser apoiada pela atenção dada a formas de relação pessoais e grupais particulares. É um facto que o conhecimento das crianças reais é inevitavelmente informado pelo que julgamos saber sobre elas (Walsh & Graue, 2003), que não podemos simplesmente esquecê-lo nas situações de interacção, seja no papel de educadores, ou de investigadores. Porém, torna-se necessária uma mudança de atitude com vista à construção de conhecimento que permita o questionamento, facto que exige uma atitude exploratória, que se abra a todas as possibilidades, o que pode ocorrer, do nosso ponto de vista, através da atitude fenomenológica de colocar entre parênteses o que sabemos sobre elas. Esta abordagem comporta em si implicações importantes, nomeadamente, no que diz respeito à concepção do currículo em que crianças e educadores possuem interesses que necessitam encontrar-se.
URI: http://hdl.handle.net/10773/6985
ISSN: 1138-1663
publisher version/DOI: www.educacion.udc.es/grupos/gipdae/congreso/IXcongreso.pdf
source: Revista Galego-Portuguesa de Psicoloxía e Educación
appears in collectionsDE - Artigos

files in this item

file description sizeformat
relação crianças.pdfDocumento principal89.42 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2