DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Engenharia Civil > CIVIL - Comunicações >
 Patologias que afetam o sistema construtivo das edificações do século XIX em São Luís do Maranhão
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/6860

title: Patologias que afetam o sistema construtivo das edificações do século XIX em São Luís do Maranhão
authors: Figueiredo, M.
Varum, H.
Costa, A.
keywords: Patrimônio Histórico
Sistema Construtivo
Patologias
issue date: 2011
abstract: São Luís, capital do Estado do Maranhão, situada na região nordeste do Brasil, possui um expressivo acervo de arquitetura civil, remanescente dos séculos XVIII e XIX. O conjunto arquitetônico é um legado do período áureo da economia do Maranhão, que na metade do século XVIII, e durante o século XIX passou por uma fase de enriquecimento econômico tendo como base de investimento financeiro a agro-exportação do arroz e algodão. Esse legado arquitetônico, que se concentra na Praia Grande e Desterro, bairros mais antigos da cidade, foi tombado (classificado) pelo governo federal, estadual e inscrito, em dezembro de 1997, na Lista de Patrimônio Mundial. Os solares, sobrados e moradas térreas maranhenses possuem, em grande parte, as mesmas técnicas construtivas das edificações das cidades litorâneas do Brasil colonial. As edificações desse período apresentam um sistema construtivo com paredes mestras estruturais em pedra e cal, e em alguns casos, em taipa de pilão e paredes divisórias internas confeccionadas nas técnicas de pau-a-pique (também conhecida como taipa de mão), e tabique. A arquitetura maranhense possui, contudo, algumas particularidades que caracterizam uma arquitetura regional, podendo ser observada na quantidade de fachadas revestidas com azulejos portugueses do século XIX; na presença constante de mirantes; nas paredes autônomas confeccionados em cruz de Santo André (ao estilo da gaiola pombalina); na utilização, em abundância, da pedra de lioz procedente do Reino, como lastro de navios. Grande parte desse valioso acervo arquitetônico encontra-se em estado precário de conservação, apresentando diversas patologias que afetam o sistema construtivo. Este artigo aborda alguns aspectos das principais patologias que afetam o sistema construtivo das edificações do século XIX, inseridas no centro histórico de São Luís do Maranhão. O desenvolvimento do tema está estruturado em leitura do sistema construtivo tradicional e análise das principais patologias e agentes causadores de danos neste patrimônio histórico edificado.
URI: http://hdl.handle.net/10773/6860
source: CINPAR 2011: 7th International Conference on Structural Defects and Repair
appears in collectionsCIVIL - Comunicações

files in this item

file description sizeformat
I_151.pdf837.87 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2