DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Comunicação e Arte > DECA - Dissertações de mestrado >
 Sublimação do vazio: a fragmentação da narrativa na vídeo-Arte
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/6789

title: Sublimação do vazio: a fragmentação da narrativa na vídeo-Arte
authors: Pinheiro, Joana Isabel da Costa Gouveia
advisors: Bastos, Paulo Bernardino das Neves
keywords: Criação artística
Produção cinematográfica
Estética cinematográfica
Vídeo
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A imagem de vídeo como time-based media partilha a linguagem e a morfologia do cinema e da televisão. No contexto da vídeo-instalação, este meio alterou a forma como o observador se relaciona com a imagemmovimento, explorando as noções de tempo (duração, velocidade, instantaneidade, raccord) e espaço (enquadramento, imersão, simultaneidade), que são condicionalismos inerentes ao meio. A vídeoinstalação joga permanentemente com conceitos como percepção, presença e ausência, espaço vivido e espaço da imagem, real e ficção, desmaterialização e imersão, reformulando o papel dos espaços institucionais de exposição (a galeria, o museu), numa estratégia de aproximação do observador à obra. Sendo um reflexo da própria condição pós-moderna, a vídeo-arte incorpora noções como a transitoriedade, a fragmentação, a repetição, a apropriação e a multiplicidade de narrativas. A introdução dos meios de pós-produção digital, nomeadamente das ferramentas de edição não-lineares, alterou a forma como se concebe e desenvolve a criação artística em vídeo, veiculando uma novanarrativa fragmentária e aberta.

Video image as time-based media shares the language and morphology of cinema and television. In the context of video installation, this medium has changed the way the observer relates to the image-movement, exploring the concepts of time (duration, speed, immediacy, raccord) and space (framing, immersion, simultaneity), which are constraints inherent to the medium. The video installation permanently plays with concepts such as perception, presence and absence, lived space and image space, real and fiction, dematerialization and immersion, reshaping the role of the exhibitive institutions (the gallery, the museum), strategically approaching the observer to the work of art. Being a reflection of the postmodern condition itself, video art incorporates notions as transitivity, fragmentation, authorship, repetition and the multiplicity of narratives. The introduction of digital post-production, in particular of nonlinear editing tools, has changed the way artistic creation in video is conceived and developed, conveying a fragmentary and open new narrative.
description: Mestrado em Criação Artística Contemporânea
URI: http://hdl.handle.net/10773/6789
appears in collectionsDECA - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
JoanaPinheiro_Dissertação.pdf4.26 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2