DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Engenharia Civil > CIVIL - Comunicações >
 Utilização de georadar na caracterização da evolução do dano estrutural de uma parede: ensaio à escala real
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/6434

title: Utilização de georadar na caracterização da evolução do dano estrutural de uma parede: ensaio à escala real
authors: Grangeia, C.
Tareco, H.
Matias, M. Senos
Varum, H.
Costa, A.
issue date: 2010
abstract: Ao longo do tempo o património edificado deteriora-se devido a causas naturais ou antrópicas. A acção sísmica é um factor que pode provocar danos estruturais nas paredes das construções tradicionais, por vezes até imperceptíveis à vista desarmada. A Geofísica aplicada proporciona técnicas de elevada resolução que permitem detectar alvos de pequenas dimensões, como por exemplo fendas na estrutura interna de paredes. O georadar, técnica não invasiva, utiliza impulsos electromagnéticos de frequências variando de dezenas de MHz a GHz que permitem uma elevada resolução dos meios a investigar. A utilização destas técnicas na caracterização interna de paredes exige a utilização de gamas de frequências elevadas (> 1GHz) de forma que pequenas fissuras sejam detectadas. A evolução do dano de uma estrutura tradicional de alvenaria sujeita a diferentes solicitações, como as acções sísmicas, pode ser monitorizada por medidas de georadar. Por outro lado, poderá ainda ser viável a utilização de medidas de georadar na avaliação da eficácia de soluções de reparação de fissuras por injecção de caldas. Na região de Aveiro as paredes estruturais eram tradicionalmente realizadas em adobe. Para avaliar a viabilidade da aplicação do georadar na caracterização interna destas estruturas, no Departamento de Engenharia Civil da Universidade de Aveiro foi construída uma parede em adobe, com blocos de adobe recuperados das construções existentes, e segundo as técnicas e métodos tradicionais. Esta parede foi inicialmente sujeita a uma solicitação cíclica de amplitude crescente que lhe produziu danos estruturais significativos. Estes danos foram posteriormente reparados com recurso à injecção de uma calda à base de cal hidráulica. Após reparação dos danos, a parede foi reforçada com uma malha polimérica embebida no reboco e esta foi sujeita a um ensaio cíclico de amplitude crescente até ao seu colapso. Foram recolhidos dados de georadar (1.6 GHz) sobre a parede, antes e durante o ensaio da parede reforçada, que permitiram caracterizar os danos iniciais, a eficiência da injecção da calda na colmatação das fissuras e a evolução dos danos estruturais provocados ao longo do ensaio. Os resultados são discutidos e permitem justificar plenamente a utilização do georadar na caracterização interna de estruturas de paredes. Demonstra-se que o georadar é uma ferramenta não intrusiva de elevada resolução a utilizar na avaliação do dano em construções existentes.
URI: http://hdl.handle.net/10773/6434
publisher version/DOI: http://sismica2010.web.ua.pt/
source: Sísmica 2010: 8º Congresso Nacional de Sismologia e Engenharia Sísmica
appears in collectionsCIVIL - Comunicações

files in this item

file description sizeformat
J_053.pdf1.26 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2