DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ambiente e Ordenamento > DAO - Dissertações de mestrado >
 Análise comparativa da qualidade do ar em Portugal
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/589

title: Análise comparativa da qualidade do ar em Portugal
authors: Baptista, Carlos Emanuel Martins Fradique
advisors: Alves, Célia dos Anjos
keywords: Engenharia do ambiente
Qualidade do ar
Poluentes atmosféricos
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O presente trabalho propõe-se analisar os níveis dos poluentes atmosféricos, PM10, PM2.5, SO2, NO, NO2, CO e O3,monitorizados em variadas estações de tipo rural, urbano e industrial em Portugal no ano de 2006. Os dados das concentrações medidas foram tratados de modo a poderem ser comparados com a legislação em vigor (Decreto-Lei nº111/2002 de 16 de Abril, Decreto-Lei nº320/2003 de 20 de Dezembro e Directiva 2008/50/CE de 21 de Maio). Este trabalho focou particularmente a área de Lisboa e Vale do Tejo, tendo sido efectuada a comparação da qualidade do ar nesta área metropolitana com a monitorizada noutros locais do país. Efectuou-se também o cálculo de índices de poluição do ar (API) e de qualidade do ar (AQI), tendo-se comparado as estações de Lisboa com algumas cidades Europeias. Concluiu-se que para os poluentes PM10, NO2 e CO a estação que registou concentrações mais elevadas foi a urbana de tráfego da Avenida da Liberdade. Juntamente com Entrecampos, esta estação apresenta os índices de qualidade do ar mais elevados, embora se situem abaixo dos reportados para algumas metrópoles de outros países da Europa. A matéria particulada PM2,5 registou níveis mais elevados na estação industrial de Estarreja/Teixugueira. Nesta estação, a par com as estações industriais do Lavradio e Escavadeira, registaram-se os maiores valores de concentração para o SO2. No que diz respeito ao O3, este obteve um registo máximo na estação rural e montanhosa de Lamas de Olo. ABSTRACT: The present work aims to analyse the atmospheric pollutants PM10, PM2,5, SO2, NO2, CO, and O3, measured in multiple urban, rural and industrial sites in Portugal during the year of 2006. Data were mathematically treated in a way to be able to compare with the legislation in force (Decree-Law nº111/2002 of 16 of April, Decree-Law nº320/2003 of 20 of December and Directive 2008/50/CE of 21 of May). This work was mainly focused on the Lisbon and Vale do Tejo region, whose air quality have been compared with those of other sites througout the country. Air pollution (API) and air quality (AQI) indices have also been calculated and a comparison between Lisbon and other European cities have been made. It was concluded that for the pollutants PM10, NO2 and CO, the station that registered highest concentrations was the traffic urban site of Avenida da Liberdade. Together with Entrecampos, this station presented the highest air quality índices; nevertheless, the Lisbon índices are lower than those reported for some other European cities. PM2.5 presented higher concentrations at the industrial site of Estarreja/Teixugueira. This station, together with the industrial sites of Lavradio and Escavadeira registered the highest levels of SO2. As far as O3 is concerned, the maximum level was registered in the mountainous and rural station of Lamas of Olo. .
description: Mestrado em Engenharia do Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10773/589
appears in collectionsDAO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2009000523.pdf7.26 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2