DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Ambiente e Ordenamento > DAO - Dissertações de mestrado >
 Impacto da combustão doméstica na qualidade do ar
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/587

title: Impacto da combustão doméstica na qualidade do ar
authors: Gonçalves, Lina Pereira
advisors: Borrego, Carlos
keywords: Engenharia do ambiente
Poluição do ar
Lareiras
Combustão
Poluentes atmosféricos
issue date: 2008
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: As fontes domésticas, apesar da sua pequena dimensão e no caso das emissões através da combustão de madeira em lareiras serem praticamente emitidas durante os meses mais frios, não são de menosprezar. Em Portugal estima-se que a emissão de PM10 pela combustão doméstica representa 16,2% das emissões totais deste poluente, constituindo as lareiras uma grossa fatia das mesmas e, em países com Invernos mais prolongados e rigorosos as emissões de material particulado são ainda mais significativas. Com este trabalho, pretende-se fornecer informação relevante sobre qual é a contribuição deste tipo de emissão para a qualidade do ar, mais concretamente no que se refere às emissões de matéria particulada (PM10 e PM2.5). A metodologia adoptada implicou inicialmente que se procedesse à caracterização do comportamento da população relativamente ao uso deste equipamento de aquecimento, estimando-se o número de lareiras abertas e fechadas, e quantificando a lenha consumida em média por Inverno. Para o efeito, realizou-se um inquérito a nível nacional. As emissões provenientes desta fonte concentram valores mais elevados na faixa litoral entre o Porto e Lisboa, sendo também de referir emissões significativas nas regiões do interior norte e centro, nomeadamete as determinadas pelos dados fornecidos pelo inquérito. Para as regiões do norte e centro interior o efeito na qualidade do ar, das emissões provenientes da combustão doméstica, não são muito visíveis o mesmo não sucede para as grandes áreas metropolitanas de Lisboa mas sobretudo do Porto, onde as concentrações de PM são mais elevadas. Comparando os cenários com emissões provenientes de lareiras, como o cenário sem emissões desta fonte, verifica-se que os primeiros originam concentrações de PM10 e PM2.5, mais elevadas e em áreas geográficas mais alargadas. ABSTRACT: Domestic sources contribute to air quality changes despite their small dimension and emissions through wood combustion in fireplaces being practically emited during the coldest months. It is estimated that in Portugal PM10 emission by domestic combustion represents 16,2% of total emissions of this pollutant, being fireplaces a major amount of this emissions and in countries where winter is longer and rougher particulate matter emissions are even more significant. With this work it is pretended to provide relevante information on the contribution of this kind of emission to air quality, particularlly referring to particulate matter (PM10 and PM2.5). The adopted methodology implicated inicially that it was characterized population’s behaviour relatively to the use of this heating equipment, estimating the number of opened and closed fireplaces, quantifying the average consumed wood by winter, therefore it has been developed a national inquiry. Emissions coming from this source concentrate higher values in the litoral area, between Oporto and the Setubal’s Peninsula, significant emissions have also been registed in interior north and centre regions. Emissions coming from this source concentrate higher values in the litoral area, between Oporto and Lisbon, also occurring significative emissions in the interior north and centre regions, namely those determinated by data provided by the inquiry. For north and interior centre regions, the effect in the quality air of emissions coming from domestic combustion are not very visible, not happening the same in the big metropolitan areas of Lisbon and mainly in Oporto, where PM concentrations are higher. Comparing sceneries with emissions coming from fireplaces with sceneries without this source, it is verified that the first originate higher concentrations of PM10 and PM2.5 and in larger geographical areas.
description: Mestrado em Engenharia do Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10773/587
appears in collectionsDAO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
2009000520.pdf2.76 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2