DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Secção Autónoma de Ciências da Saúde > CS - Dissertações de mestrado >
 Dor músculo-esquelética cervical e do membro superior e funcionalidade
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/5658

title: Dor músculo-esquelética cervical e do membro superior e funcionalidade
authors: Coleta, Inês Gomes
advisors: Silva, Anabela Gonçalves da
Amaro, António José Monteiro
keywords: Gerontologia
Envelhecimento
Sistema músculo-esquelético
Dor
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Objectivos: O crescente envelhecimento da população conduz a um aumento da prevalência de doenças crónicas, que podem levar a um aumento da dor músculo-esquelética e, por sua vez, à diminuição da funcionalidade. Assim, este estudo tem como principal objectivo avaliar o impacto da dor músculo-esquelética mais intensa na cervical e membros superiores na funcionalidade e, ainda, contribuir para a validação da versão portuguesa do WHODAS 2.0. Métodos: Realizou-se um estudo de natureza quantitativa, do tipo transversal descritivo. A amostra foi constituída por 84 participantes (64,8±9,5 anos) com dor associada a patologia músculo-esquelética na cervical e/ou membros superiores, recrutados em Clínicas de Reabilitação. Os instrumentos utilizados foram: um questionário de caracterização do participante e da sua dor, a versão portuguesa da versão de 36 itens do WHODAS 2.0, o Índice de Barthel e a Escala de Depressão Geriátrica. Resultados: A versão portuguesa do WHODAS 2.0 apresenta boa consistência interna (Alpha de Cronbach=0,86) e muito boa concordância entre entrevistadores (CCI=0,97). Demonstra, ainda, capacidade para distinguir diferentes níveis de funcionalidade em indivíduos com dor associada a patologia músculo-esquelética. Cerca de 66% dos participantes referiram que a sua dor mais incomodativa se localizava nos membros superiores, no entanto, também referiram ter dor noutros locais. À excepção da frequência, todas as características da dor estão associadas à diminuição da funcionalidade geral dos participantes, especialmente a intensidade da dor (mais incomodativa: r=0,640; p<0,001; global: r=0,637; p<0,001) seguida do número de locais de dor (r=0,468; p<0,001). Os domínios da funcionalidade mais afectados pela dor são as actividades de trabalho/domésticas e a mobilidade. Conclusões: A dor mais intensa na cervical e membro superior está associada a menor funcionalidade, em particular no domínio das actividades de trabalho/doméstica.

Objectives: The growing aging of the population leads to an increase of chronic diseases, which can lead to an increase of musculoskeletal pain and, in turn, to a decrease in functioning. Therefore, this study main goals are to evaluate the impact of musculoskeletal pain more severe in the cervical and upper limbs on functioning and to contribute to the validation of the Portuguese version of WHODAS 2.0. Methods: This is a transversal and descriptive study. The sample was constituted by 84 participants (64.8±9.5 years) with pain in the cervical and/or upper limbs associated to musculoskeletal pathology recruited from Rehabilitation Clinics. The instruments used were: a questionnaire to characterize the participant and its pain, the 36 items Portuguese version of WHODAS 2.0, the Barthel Index and the Geriatric Scale of Depression. Results: The Portuguese version of WHODAS 2.0 presents good internal consistency (Cronbach Alpha=0.86) and very good inter-rater reliability (ICC=0.97). It has also demonstrated capacity to discriminate different levels of functionality in individuals with pain associated to musculoskeletal pathology. Around 66% of the participants also referred to have pain in other sites. With the exception of frequency, all pain characteristics are associated with a decrease in functioning, especially pain intensity (more distractive: r=0.640; p<0.001; global: r=0.637; p<0.001) followed by the number of pain sites (r=0.468; p<0.001). The domains of functioning more affected by pain are the work/domestic activities and mobility. Conclusions: Pain more severe in the cervical and upper limbs is associated with a decrease in functioning, in particular for the domain of work/domestic activities.
description: Mestrado em Gerontologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/5658
appears in collectionsCS - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
5271.pdf1.2 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2