DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Educação > DE - Dissertações de mestrado >
 Identificações em alinhamentos policiais: factores determinantes
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/5201

title: Identificações em alinhamentos policiais: factores determinantes
authors: Ferreira, Pedro João Bem-Haja Gabriel
advisors: Santos, Isabel Maria Barbas dos
Silva, Carlos Fernandes da
keywords: Criminologia
Psicologia forense
Investigação criminal
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Por vezes a prova testemunhal é o único meio que temos para resolver um crime. Contudo vários estudos demonstram a ausência de validade desta prova uma vez que a percentagem de erros na identificação de suspeitos pode ascender aos 75%. Os estudos existentes que incluem alinhamentos e os factores determinantes na percentagem de acertos (tipo de alinhamento e presença de alvo) não são conclusivos. Perante isso a presente investigação visa estudar, na população portuguesa, esses factores que a literatura considera preponderantes, bem como incluir uma variável ainda não estudada e que julgamos poder interferir no número de acertos: o tipo de crime (contra bens ou contra pessoas). Este estudo visa também controlar diversas variáveis que a literatura aponta como parasitas. A amostra é constituída por 64 participantes (34 homens e 30 mulheres) com idades compreendidas entre os 18 e 65 anos. Os participantes são provenientes de estratos sociais e de níveis de escolaridade diversificados, com o objectivo de conceder uma maior validade ecológica ao estudo. O presente estudo foi concebido com um desenho experimental 2x2x2 onde os factores são o tipo de alinhamento (simultâneo ou sequencial), a presença do alvo no alinhamento (presente ou ausente), e o tipo de crime (crime contra bens ou crime contra pessoas). O tipo de alinhamento e a presença do alvo são variáveis inter-sujeitos, sendo o tipo de crime uma variável intra-sujeitos. Os resultados obtidos sugerem que os diversos procedimentos parecem conduzir a diferenças pouco significativas entre si. Ainda assim parecem haver algumas diferenças, ainda que ao nível absoluto, entre os dois tipos de crime. Especificamente, quando confrontados com o crime contra pessoas, os indivíduos dão mais erros do que quando expostos ao crime contra bens. Também os efeitos das variáveis tipo de alinhamento e presença do alvo diferem de algum modo entre os dois tipos de crime. Assim sugere-se que esta variável deva ser tida em conta em estudos futuros desta natureza. Mediante análise global, cerca de 70 % dos indivíduos identificaram um inocente, cedendo ao direito informação sobre o real valor da prova por reconhecimento num país onde esta é meio de prova.

Sometimes eyewitness testimony is the only way we have to solve a crime. However several studies have demonstrated the reduced validity of this evidence, since the percentage of errors in suspect identification could be up 75%. Previous studies that included line-ups and investigated the factors that critically influence the percentage of correct responses (type of line-up and presence of the target) are not conclusive. Thus, the present study aims to investigate, in the Portuguese population, the main factors suggested in the literature which affect accuracy in suspect identification in criminal line-ups. Additionally, we have included a variable that has not been studied yet and that we believe can affect the number of hits: the type of crime (against property or against persons). Finally, this study also aims to control a number of issues that the literature points out as confounding variables. The sample consisted of 64 participants (34 men and 30 women) between 18 and 65-years-old. Participants belong to diverse social and educational levels, with the aim of providing greater ecological validity to the study. The experimental design is a 2x2x2, with type of line-up (simultaneous or sequential) and presence of the target (present or absent) as between-subjects factors, and type of crime (against property or against persons) as within-subjects factor. Results suggested that the different procedures seem to lead to minor differences between them. Yet, in absolute numbers, some differences were observed between the two types of crime. Namely, when individuals were confronted with the crime against people, they made more identification errors than when they observed the crime against property. Moreover, the effects of the variables type of line-up and presence of the target differed somewhat between the two types of crime. Thus it is suggested that this variable should be taken into account in future studies of this type. In global terms, we verified that about 70% of the times participants identified an innocent person. This finding provides significant information to courts of law about the real value of eyewitness identifications in a country where this is considered valid evidence.
description: Mestrado em Psicologia Forense
URI: http://hdl.handle.net/10773/5201
appears in collectionsDE - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
5241.pdf451.06 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2