DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Secção Autónoma de Ciências da Saúde > CS - Dissertações de mestrado >
 Cuidados familiares na doença pulmonar obstrutiva crónica
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/5190

title: Cuidados familiares na doença pulmonar obstrutiva crónica
authors: Silva, Vanessa Maria dos Santos da
advisors: Figueiredo, Daniela Maria Pias
keywords: Gerontologia
Pessoas idosas
Aparelho respiratório - Patologia
Doenças respiratórias
Cuidados de saúde
issue date: 2011
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: Objectivos: A Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) é uma das principais causas de morbilidade e mortalidade a nível mundial e sua prevalência associa-se ao aumento da idade. A literatura gerontológica tem largamente evidenciado os efeitos adversos da experiência de cuidar de um familiar idoso nos cuidadores. No entanto, a investigação acerca da experiência de cuidar em família no contexto específico da DPOC é ainda escassa. Neste sentido, este estudo visa compreender a experiência de cuidar de uma pessoa com DPOC em contexto familiar. Métodos: Optou-se por realizar um estudo exploratório do tipo transversal e descritivo combinando abordagens de tipo qualitativo e quantitativo. A amostra foi constituída por 18 cuidadores e os respectivos familiares com DPOC, dos distritos de Aveiro e Porto. Os instrumentos de recolha de dados utilizados incluíram: i) um questionário geral; e ii) uma entrevista semi-estruturada. Os dados quantitativos foram analisados recorrendo a estatística descritiva, enquanto os dados qualitativos foram analisados com o recurso à técnica de análise de conteúdo. Resultados: Os resultados indicam que: i) os cuidadores de familiares com DPOC tendem a ser predominantemente do género feminino (77,8%) e com uma média etária de 51 anos; ii) O impacto emocional da doença e a assunção de novas tarefas são os principais constrangimentos causados pela DPOC ao cuidador familiar; iii) as principais necessidades identificadas associam-se à falta de informação e formação sobre a doença, e de apoio/capacidade financeira; iv) os receios mais evidenciados relacionam-se com o medo de que o familiar não resista a uma exacerbação e/ou que o seu estado de saúde agrave; e v) os cuidadores familiares esperam obter das intervenções psicoeducativas mais informação e formação acerca da DPOC e suporte emocional. Implicações: Os resultados encontrados neste estudo permitem alargar o escasso conhecimento acerca da experiência de cuidar de familiar com DPOC e, portanto, conhecer as dificuldades enfrentadas pelos cuidadores, suas principais necessidades e receios no contexto específico da experiência de cuidar na DPOC. Assim, este estudo propicia orientações para o desenvolvimento de intervenções de suporte junto destes cuidadores familiares.

Objectives: Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD) is one of the main causes of morbidity and mortality worldwide and its prevalence is related to age. The gerontological literature has highly reported the adverse impacts of the caregiving role on caregivers’ health and other life domains. However, little is known about the experience of care within the specific context of COPD. Therefore, this study aims to understand the experience of caring of an older relative with DPOC. Methods: A cross-sectional and descriptive exploratory study, combining qualitative and quantitative methods, was conducted. The sample comprises 18 caregivers and their relatives with COPD, from the districts of Porto and Aveiro (Portugal). Data were collected using: i) a general questionnaire; and ii) a semistructured interview. Quantitative data were analyzed through descriptive statistics and qualitative data were analyzed through content analysis technique. Results: The results suggest that: i) the caregivers of relatives with COPD tend to be mostly female (77,8%) with an average age of 51 years old; ii) the emotional impact of the disease and the need of perform new tasks are the main constraints caused by COPD to the caregiver; iii) lack of information/education and financial support are the main needs identified by the caregivers; iv) caregivers fear the worsening of their relatives’ health and their incapacity to survive to an exacerbation; and v) caregivers expect more information and emotional support from psycho-educational interventions. Implications: These findings broaden the scarce existing literature about the experience of caring for a relative with COPD and, thus, extent current knowledge about the difficulties, needs and constraints faced by family caregivers within the specific context of COPD. Therefore, the results generate some guidelines to the development of supportive interventions to family caregivers and patients.
description: Mestrado em Gerontologia
URI: http://hdl.handle.net/10773/5190
appears in collectionsCS - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
5105.pdf754.31 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2