DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Biologia > BIO - Dissertações de mestrado >
 Desenvolvimento de formulações lipossomais de fármacos leishmanicidas
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/5006

title: Desenvolvimento de formulações lipossomais de fármacos leishmanicidas
authors: Fernandes, David Miguel Mota
advisors: Cruz, Maria Eugénia
keywords: Microbiologia molecular
Leishmaniose
Parasitologia
Farmacologia
Lipossomas
issue date: 2005
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: A leishmaniose representa uma infecção endémica que ocorre, predominantemente em países das regiões tropicais e subtropicais. Actualmente, a leishmaniose é considerada endémica em 88 países e estima-se que 12 milhões de pessoas estejam infectadas. Mundialmente existem 2 milhões de novos casos por ano e 1/10 da população mundial está em risco de ser infectada. Além disso, a co-infecção com o vírus de imunodeficiência adquirida (HIV) é uma doença emergente em numerosas partes do mundo. A leishmaniose pode ser dividida, de acordo com as manifestações clínicas, em 3 grupos: cutânea, mucocutânea e visceral. A leishmaniose visceral é uma doença grave causada pelo crescimento de um protozoário do complexo Leishmania donovani ou Leishmania infantum em células do retículo endotelial. Um insecto (vector) é responsável pela transmição do parasita entre pessoas ou animais. Estes parasitas desenvolvem uma variedade de mecanismos adaptativos que permitem a sua sobrevivência não só no vector, mas também na corrente sanguínea do hospedeiro vertebrado, conseguindo multiplicar-se em condições hostis, no interior dos macrófagos. Os fármacos actualmente disponíveis não conjugam actividade com níveis de toxicidade e custos aceitáveis. Além disso, a emergência de resistência parasitária a fármacos antileishmaniais e a ausência de uma abordagem quimioterapêutica alternativa revelam uma necessidade em desenvolver novos fármacos ou novas estratégias para o tratamento desta doença. As dinitroanilinas têm propriedades anti-leishmaniais, ligando-se preferencialmente às tubulinas dos parasitas. A orizalina (ORZ) é uma dinitroanilina que demonstrou ter actividade contra a Leishmania infantum in vitro. Contudo, a baixa solubilidade e a baixa pressão de vapor deste fármaco têm dificultado a sua aplicação como um agente anti-parasitário in vivo. As potencialidades dos lipossomas como sistema transportador de fármacos, têm sido exploradas com êxito, proporcionando um aumento da eficácia terapêutica de diversos fármacos. Além disso, a captação preferencial das formulações lipossómicas pelos macrófagos abre importantes perspectivas para o tratamento de Leishmania com ORZ. O objectivo da presente dissertação consistiu no desenvolvimento, caracterização e optimização de formulações lipossomais contendo ORZ, a fim de estudar a estabilidade destes sistemas em soro fisiológico e em albumina sérica bovina (BSA) para futuro teste de actividade in vivo.

The leishmaniasis represents endemic infection that afflicts the world´s poorest populations. Currently, the leishmaniasis is considered to be endemic in 88 countries and an estimated 12 million people are infected. Worldwide, there are 2 million new cases each year and 1/10 of the world´s population is at risk of infection. However, leishmaniasis has recently emerged as a very important cause of opportunistic infections for individuals positive for human immunodeficiency virus (HIV) in many parts of the world. The leishmaniasis can be divided into 3 major clinical syndromes: cutaneous, mucocutaneous and visceral leishmaniasis. Visceral leishmaniasis is a several vector-borne disease caused by a protozoan growth of the Leishmania donovani and Leishmania infantum complex within reticuloendothelial cells throughout the body. An insect vector transmits the parasite from person to person or via an animal reservoir. These parasites have developed a variety of adaptive mechanisms not only to live inside the vector, but also to evade the vertebrate host immune responses, including survival within the host macrophage. The available drugs do not conjugate high activity with acceptable toxicity at moderate costs. Moreover, the emergence of parasite resistance to anti-leishmanial drugs and the absence of an alternative chemotherapeutic approach reveal the necessity to develop new drugs for the treatment of this disease. Dinitroanilines are tubulin-binding agents with reported anti-leishmanial properties in vitro. Oryzalin (ORZ) is a dinitroaniline that proved to have activity against Leishmania infantum. However, its therapeutic application is severely restricted by its low water solubility and low vapor pressure, two features that have created problems in their development as anti-parasitic agent in vivo. The potential use of liposomes as drug carriers has been exploited with success to enhance the efficiency of several drugs. Furthermore, the preferential uptake of liposomes by macrophages opens some important perspectives for the treatment of Leishmania with ORZ. The aim of the present thesis was the development, characterization and optimization of liposomal formulations containing ORZ, in order to study the ORZ liposomes stability in physiologic serum and bovine serum albumin (BSA) for further tests in vivo.
description: Mestrado em Microbiologia Molecular e Celular
URI: http://hdl.handle.net/10773/5006
appears in collectionsBIO - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
189398.pdf3.91 MBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2