DSpace
 
  Repositório Institucional da Universidade de Aveiro > Departamento de Química > DQ - Dissertações de mestrado >
 Subprodutos da desinfecção da água para consumo humano
Please use this identifier to cite or link to this item http://hdl.handle.net/10773/4977

title: Subprodutos da desinfecção da água para consumo humano
authors: Lopes, Adelaide João Pinto Catela da Silva
advisors: Duarte, Armando da Costa
keywords: Qualidade da água
Água de consumo
Água potável
Cloragem
Tratamento da água
issue date: 2005
publisher: Universidade de Aveiro
abstract: O cloro é o oxidante mais utilizado na desinfecção da água para consumo humano. A formação de subprodutos é um problema associado a este processo, nomeadamente a produção de tri-halometanos. Estes, que incluem compostos tóxicos, resultam principalmente das reacções entre o cloro e os compostos que constituem a matéria orgânica natural da água. Um melhor conhecimento da relação existente entre as características da água, a cinética do decaimento do cloro e a formação de tri-halometanos pode ajudar as entidades que produzem e fornecem água a minimizar as concentrações de subprodutos, dando origem a água para consumo humano de melhor qualidade. Neste trabalho foi estudada a cinética do decaimento do cloro em seis amostras de água (bruta, ozonizada e filtrada) provenientes de duas estações de tratamento de água para consumo humano – Alcantarilha e Tavira – sob condições estáticas e sob agitação. Os resultados obtidos para águas das duas estações de tratamento foram diferentes quanto à cinética de consumo de cloro e à produção e especiação de tri-halometanos, assim evidenciando a existência de diferenças entre as características da matéria orgânica natural das águas. Foi ainda demonstrado que, para além de acelerar a velocidade de consumo de cloro, a existência de um regime de mistura no seio da água influencia a quantidade e a especiação dos tri-halometanos formados.

Chlorine is the oxidant most widely used in the disinfection of drinking water. An associated problem to this technique is the formation of by-products, including trihalomethanes (THM). These include toxic compounds, which result from reactions between chlorine and natural organic matter. A better understanding of the relationship between the water characteristics, the chlorine decay kinetics and THM formation can help the utilities to minimize the DBP concentrations, providing drinking water with better quality. In this work chlorine consumption kinetics and THM formation were studied in raw and treated (ozonated and filtrated) waters with comparable levels of dissolved organic carbon form two water treatment plants in the Algarve: Alcantarilha and Tavira. Experiments were carried out under static and dynamic conditions. Results differed in the amount and species of formed THM within the types of water and between the waters from the two treatment plants, thus demonstrating differences in their natural organic matter characteristics. In addition, an influence of mixing on chlorine decay rates and in trihalomethane formation and speciation was found for all studied waters.
description: Mestrado em Métodos Instrumentais e Controlo de Qualidade de Analítica
URI: http://hdl.handle.net/10773/4977
appears in collectionsDQ - Dissertações de mestrado
UA - Dissertações de mestrado

files in this item

file description sizeformat
190012.pdf651.22 kBAdobe PDFview/open
statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! RCAAP OpenAIRE DeGóis
ria-repositorio@ua.pt - Copyright ©   Universidade de Aveiro - RIA Statistics - Powered by MIT's DSpace software, Version 1.6.2